/

“Pingdemic”. Há uma nova “pandemia” a causar escassez de comida e combustível no Reino Unido

Facundo Arrizabalaga / EPA

As medidas de distanciamento social no Reino Unido caíram e, como consequência, centenas de milhares de pessoas estão a ser notificadas para cumprir isolamento.

A partir desta segunda-feira o uso de máscara e outras medidas de distanciamento social deixaram de ser obrigatórias em Inglaterra, apesar de o país estar a atravessar uma nova vaga de infeções provocada pela variante Delta.

O primeiro dia foi apelidado de “Dia da Liberdade”, mas a verdade é que nem todos podem — ou, pelo menos, devem — desfrutá-la. O Reino Unido está agora a passar pela “pingdemic”, um sequela da pandemia de covid-19.

Muitos britânicos têm sido notificados para ficarem em isolamento em casa durante dez dias por terem estado em contacto com uma pessoa infetada. O aviso tem sido feito através da aplicação do Governo britânico para rastreio de contactos, semelhante à STAYAWAY COVID de Portugal.

De acordo com o The New York Times, vários trabalhadores têm sido afetados por estes avisos, levando muitos negócios a fechar portas ou a iniciar uma procura repentina de staff.

Quem receber esta notificação não é obrigado por lei a ficar em isolamento, embora o Governo britânico defenda que devem fazê-lo. Esta quinta-feira, Boris Johnson abriu exceções para trabalhadores considerados essenciais.

Com centenas de milhares de trabalhadores em casa, o Reino Unido está a passar por uma escassez de alimentos e combustível.

Alguns dos maiores supermercados do Reino Unido alertaram, na quinta-feira, que não conseguiram repor o stock de alguns produtos e os operadores de postos de abastecimento de gasolina reconheceram que algumas das suas bombas estavam a secar, conta a CNN.

Novos casos de coronavírus no país a rondar os 50.000 por dia, e cerca de 620.000 pessoas em Inglaterra e no País de Gales foram mandadas ficar em isolamento de 8 a 14 de julho, de acordo com dados do Serviço Nacional de Saúde britânico, o NHS.

“Parece haver um caos absoluto no coração do Governo de momento: você tem ministros que não se regem pelo mesmo guião, e isso sugere que não existe um guião”, disse Tim Bale, professor de política da Queen Mary University de Londres ao NY Times.

É um efeito dominó e a situação tende a piorar. Quantos mais casos de covid-19, mais pessoas vão ser notificadas para cumprirem isolamento.

  Daniel Costa, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.