Pilotos alemães recusam-se a levantar voo para proteger refugiados

jurvetson / Flickr

Cockpit de um avião Airbus A380 da Lufthansa

Só este ano, mais de 200 voos foram cancelados devido à recusa por parte dos pilotos alemães de levantar voo com refugiados deportados da Alemanha, com destino ao Afeganistão.

O partido alemão Die Linke requereu ao governo de Angela Merkel informações sobre o número de voos cancelados por pilotos alemães. Em causa está a recusa dos pilotos em participar nas deportações de refugiados que viram os seus pedidos de asilo rejeitados.

Entre janeiro e setembro deste ano, foram impedidos 222 voos, mais de metade com origem no aeroporto de Frankfurt. Parte das recusas – cerca de 85 – partiram dos pilotos da companhia aérea Lufthansa e da sua subsidiária German Wings.

De acordo com a Shifter, Michael Lamberty, porta-voz da Lufthansa, garante que se tratou de decisões individuais e que, embora possam ter sido combinadas, não foram planeadas por nenhum grupo de pilotos da companhia aérea.

Lamberty afirma ainda que muitas vezes os pilotos conversam pessoalmente com o passageiro que vai ser deportado, antes de entrar no avião. “Se a segurança dos aeroportos tiver alguma indicação de que a situação pode complicar-se durante uma deportação, podem decidir não deixar entrar os passageiros”, acrescentou.

Apesar do aumento das deportações, a Alemanha continua a ser o principal destino de milhares de pessoas requerentes de asilo na União Europeia. Segundo o Eurostat, o país processou mais pedidos de asilo do que os restantes 27 países da UE todos somados.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Título da notícia muito mal escolhido. É triste o significado que querem imputar, e que leva a enganos a quem não ler a notícia completa.

    • Caro Mário Silva,
      É triste termos escolhido dar esta notícia, e afinal termos escolhido fazê-lo com um título que “leva a enganos”. É muito mais triste ainda termos um leitor que acha que o fizemos por “querer imputar um significado” qualquer.
      Importa-se de nos sugerir um título melhor, por favor?

      • Um título “independente” que contenha só factos, sem “opiniões”: pilotos alemães recusam-se a fazer voos de repatriamento de estrangeiros a quem foi recusado o estatuto de refugiado”.

  2. Caro ZAP Notícias, permita-me que faça dois comentários:

    1. O título da maneira que está escrito dá para interpretar de duas maneiras: a) Pilotos recusam-se a descolar num voo cuja missão era proteger refugiados ou b) Pilotos recusam-se a levantar voo, num esforço de proteger refugiados com isso (a informação correcta).
    O título pode de facto NÃO ter sido redigido com o objectivo de dar a informação errada, mas possui uma ambiguidade que dificulta a objectividade informativa, daí a chamada de atenção do leitor Mário Silva. Eu pessoalmente sugeriria (mas vale o que vale) uma alteração tão simples como “Para proteger refugiados, Pilotos alemães recusam-se a levantar voo”.

    2. Preferia ter lido uma resposta emocionalmente mais distanciada, ao leitor Mário Silva. Dizer que “é triste” um leitor fazer um juizo de intenções jornalísticas menos abonatórias, é entrar num nível de quesilência que penso afastar-se do profissionalismo a que esta publicação nos tem habituado (à excepção lá de me bloquearem de comentar por vezes, mas enfim… Deixemos isso agora).

    • Caro Miguel Queiroz,
      Obrigado pelo seu reparo.
      Não está em causa a exactidão do título. Como muito bem reconhecemos, podia estar melhor. O título sugerido pelo ahahah, se bem que longo, está mais preciso. Não somos perfeitos, erramos, reconhecemos os erros, corrigimos. E até brincamos, de vez em quando.
      O que está em causa não é o erro que nos possa ser apontado, é o juízo de intenção que é feito do nosso erro.
      Aceitamos que somos imperfeitos. Não aceitamos que a nossa honestidade e seriedade seja posta em causa.
      E nesse ponto, traçámos uma linha vermelha, e não nos distanciamos emocionalmente, e não brincamos.

RESPONDER

Argélia expulsa para o deserto 390 pessoas (incluindo grávidas e crianças)

A Argélia expulsou este domingo 391 pessoas em condições precárias, incluindo crianças e grávidas, para o deserto do Níger. A Organização Internacional para as Migrações, OIM, indicou que as pessoas expulsas, oriundas de países da África …

Descoberto em Israel um mosaico que retrata os "espiões bíblicos" de Moisés

A descoberta de uma série de mosaicos que datam de há 1600 anos, no interior de uma antiga sinagoga, em Israel, está a "revolucionar" tudo o que sabíamos sobre o Judaísmo dessa época, apresentando "novas …

Investigadores descobrem que Ross 128 B tem todas as condições para ter vida

O exoplaneta Ross 128 b tem características viáveis para abrigar vida. Uma equipa coordenada por investigadores do Observatório Nacional do Brasil analisou as características físico-químicas do sistema extrassolar Ross 128, e constatou que este sistema …

Naufrágio do século XVI encontrado na Florida (mas o tesouro pertence à França)

Um naufrágio do século XVI, sobrevivente de uma das primeiras viagens europeias à América, foi descoberto na costa da Florida. O achado guarda tesouros que valem milhões de dólares, mas um tribunal norte-americano determinou que a …

Quem é o maior inimigo dos EUA? A União Europeia, respondeu Trump

O Presidente norte-americano, Donald Trump, disse hoje, em declarações à CBS, que a União Europeia, a Rússia e a China são inimigos dos Estados Unidos. Numa entrevista à CBS News, quando questionado pelo jornalista Jeff Glor …

E os vencedores são... Modric, Kane e Mbappé

O médio Luka Modric conquistou hoje a Bola de Ouro, o prémio de melhor jogador do Mundial2018 de futebol, que decorreu na Rússia, apesar da derrota da Croácia na final perante a França (4-2). O jogador …

Os satélites gémeos GRACE-FO já disparam os seus lasers no espaço

Falar de lasers e espaço na mesma frase será suficiente para fazer imaginar loucas batalhas espaciais como as que vemos em filmes como o Star Wars, mas desta vez a utilização de lasers é para …

Prémio Nobel alternativo da Nova Academia vai ser decidido pelo público

Depois do cancelamento do prémio por parte da Academia Sueca, a Nova Academia, criada este ano em protesto, vai atribuir um prémio alternativo. As votações para o prémio ao Nobel (alternativo) da Literatura serão realizadas …

O fungo mortal que queria ser bactéria está a tornar-se um problema de saúde mundial

Um agente patogénico que resiste a quase todos os medicamentos desenvolvidos para o tratar está a espalhar-se rapidamente pelo mundo. Já foram detectadas infecções em 27 países e há já várias mortes registadas. O mais estranho …

França vs Croácia | "Les bleus" conquistam o Mundo

A França conquistou o seu segundo Campeonato do Mundo. Na final frente à Croácia, os gauleses foram felizes na primeira parte, somando dois golos, um na própria baliza por Mario Mandzukic, e outro de penálti, …