Petição tenta travar exploração de petróleo no Algarve

carlosoliveirareis / Flickr

-

Uma petição lançada por uma associação do Algarve contra a prospeção e exploração de petróleo e gás natural ao largo da costa da região, com início previsto ainda para este ano, recebeu já mais de quatro mil assinaturas.

“Um desastre de petróleo ou gás vai deixar a nossa flora e a fauna marinhas totalmente vulneráveis e até desfeitas perante os efeitos tóxicos” daqueles produtos, disse à agência Lusa a diretora executiva da Algarve Surf and Marine Activities Association (ASMAA), Laurinda Seabra, alertando para um impacto negativo na economia regional, nomeadamente nos setores da pesca e do turismo.

Na petição, o grupo constituído por 50 voluntários apela aos titulares das licenças de petróleo e gás para investirem em processos de energia alternativos e pede ao Governo português que renegocie os contratos.

A ASMAA alerta para os riscos existentes em todo o processo, desde os riscos para o ecossistema marinho, o facto da área escolhida para a prospeção ter uma permanente atividade sísmica e os riscos de acidente durante as perfurações de prospeção ou de extração de gás natural ou petróleo.

“De acordo com o que estudei, não há indícios diretos de hidrocarbonetos na Bacia Algarvia”, disse à agência Lusa o geólogo Paulo Fernandes da Universidade do Algarve, acrescentando que uma das empresas detentoras de licença de prospeção, o contactou no ano passado para aceder aos estudos que produziu.

Processos geológicos

Com trabalhos publicados sobre bacias sedimentares e a exploração de hidrocarbonetos na costa algarvia, aquele investigador contou que “para se formar um jazigo de hidrocarbonetos é necessário que haja um conjunto encadeado e feliz de processos geológicos durante o tempo geológico, milhares a milhões de anos”.

Um dos processos depende da temperatura que os sedimentos alcançaram durante a fase de soterramento, explicou o investigador, acrescentado que os hidrocarbonetos só se podem formar num intervalo restrito de temperaturas.

“Os meus trabalhos indicam que durante a fase de soterramento foram alcançadas temperaturas capazes de gerar hidrocarbonetos, mas este não é o único parâmetro necessário para a formação de um jazigo”, adiantou Paulo Fernandes, acrescentando que seria necessário ter mais informação sobre os processos seguintes.

Laurinda Seabra disse que o grupo quer reunir entre 30 a 100 mil assinaturas até agosto e pretende levar o tema a debate na Assembleia da República e na Comissão Europeia, exigir estudos de impacte económico, social e ambiental sobre a exploração de petróleo e gás natural na costa algarvia, promover a discussão pública nos concelhos algarvios e um referendo junto da população.

Além da petição, o grupo pretende sensibilizar a população com campanhas, como a que vai promover entre 15 e 20 de abril em vários concelhos da região, e tem tentado reunir com as empresas detentoras de licenças de prospeção.

A exploração petrolífera no Algarve tem sido contestada e mereceu já intervenções do grupo parlamentar do PCP e do deputado Mendes Bota (PSD) que, além dos riscos ambientais, criticou a falta de contrapartidas financeiras e a ausência de discussão pública.

Em 2012, o Ministério da Agricultura e Pescas respondeu ao grupo parlamentar do PCP que a prospeção prevista vai desenvolver-se “para além das 12 milhas marítimas e entre 400 e 600 metros de profundidade, área não abrangida pela Rede Natura 2000 e Reserva Ecológica Nacional” e que as quantidades previstas de extração não obrigam a uma Avaliação de Impacte Ambiental.

/Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. A sanha de lucro e oportunidades de negociatas, não vai ficar insensível á ganância dos politico/partidários,onde saltitam agentes a soldo dos famigerados “mercados

  2. “Petição tenta travar exploração de petróleo no Algarve” que tristeza, os países que exploram petróleo estão todos MUITO POBRESINHOS COITADOS, Portugal sim um país rico … nem em juízo o é, neste assuntos notasse essa esperteza.

RESPONDER

Vénus é um "planeta russo", diz o diretor da Roscosmos

O diretor da agência espacial russa (Roscosmos), Dmitry Rogozin, disse na semana passada que Vénus é um "planeta russo", aludindo às expedições bem sucedida do seu país no planeta em meados dos anos 60, 70 …

Entrevista a Bruno Cunha, que quase morreu 7 vezes numa jogada

Postura descontraída, sorriso permanente, adora o voleibol e não procura maior reconhecimento. Bruno Cunha, 23 anos, internacional português. Reforçou a Fonte do Bastardo para a nova época e já foi uma das figuras no «jogo grande» …

Inventor português e Huawei chegam a acordo

O jornal Público avança esta sexta-feira que a produtora de telemóveis inteligentes Huawei chegou a acordo com Rui Pedro Oliveira, o empresário português que a acusava de lhe ter roubado uma ideia. Em causa estava …

OLX regista queda na procura de casas, mas oferta de imóveis subiu 228% em relação a 2019

A pandemia afetou várias áreas da economia e o setor imobiliário não fugiu à regra. De acordo com o Público, a procura de casas para alugar na plataforma OLX teve uma queda abrupta entre os …

Recurso de Sócrates distribuído a Rangel foi redigido por Fátima Galante

Um recurso de José Sócrates, no âmbito da Operação Marquês, distribuído em 2015 ao juiz Rui Rangel, foi, afinal, redigido pela desembargadora Fátima Galante, sua mulher, revela a acusação da Operação Lex. Segundo a acusação do processo …

Filme sobre Snu Abecassis e Francisco Sá Carneiro estreia na RTP1

Snu, a produção realizada por Patrícia Sequeira e lançada nos cinemas portugueses em março do ano passado, chega à RTP1, esta segunda-feira (21), às 22h30. O filme retrata a história romântica de Snu Abecassis e …

Há mais recuperados do que apontam os dados oficiais

A diretora-geral da Saúde admitiu esta segunda-feira que o número de doentes recuperados de covid-19 é superior ao apontado pelos dados oficiais, disponibilizados no boletim diário da DGS, por atrasos na notificação. “Sabemos que há mais …

E agora, o Famalicão-Benfica em versão musical

Senhoras e senhores, bem-vindos à CoronaLiga 2020/2021. Não é ao mambo número cinco. O Lou Bega não sabe o que está a dizer. Ou a cantar. David Lubega. Talvez muita gente não saiba que nasceu em …

StayAway Covid conta mais de um milhão de utilizadores

StayAway Covid, a aplicação móvel que permite rastrear as redes de contágio de covid-19, já foi descarregada por mais de um milhão de pessoas, 19 dias após o seu lançamento. O administrador do Instituto de Engenharia …

Bielorrússia. 440 pessoas detidas violentamente após se juntarem na "marcha da justiça"

Mais de 440 pessoas foram detidas no domingo em várias cidades da Bielorrússia por participarem em protestos contra o Presidente do país, Alexander Lukashenko, informou esta segunda-feira o Ministério do Interior bielorrusso. Em todo o país, …