Faz pequenas pausas antes de responder a uma questão? Pode parecer menos sincero

Costuma fazer pequenas pausas antes de responder a uma questão? Este comportamento pode fazer com que a resposta pareça menos sincera e confiável, de acordo com uma nova investigação da American Psychological Association.

Segundo a nova investigação, cujos resultados foram recentemente publicados na revista científica Journal of Personality and Social Psychology, nestas situações, o silêncio parece dizer muito mais do que a próprias palavras.

Quando as pessoas hesitam antes de responder a uma questão, fazendo uma pausa mesmo que por breves segundos, as respostas são entendidas como menos sinceras e confiáveis, situação que não se verificaria se fossem respondidas imediatamente.

Em comunicado, a equipa responsável pela investigação frisa que, quanto mais longa for a hesitação, menos sincera parecerá a respetiva resposta.

“Avaliar a sinceridade de outras pessoas é uma parte omnipresente e imporante das interações sociais. A nossa investigação mostra que a velocidade com que a resposta surge é uma pista importante na qual as pessoas baseiam as suas inferências de sinceridade“, explicou o autor principal do estudo, Ignazio Ziano, citado na mesma nota.

Para chegar a esta conclusão, a equipa conduziu uma série de procedimentos que envolveram a participação de mais de 7.500 pessoas residentes no Estados Unidos, Reino Unido e França. Os voluntários ouviram parte de um áudio, viram um vídeo ou leram o relato de uma pessoa a responder a uma pergunta simples. Em cada cenário, o tempo de resposta variava entre o imediato e um atraso de dez segundos.

Em todos os procedimentos, os participantes consideram de forma consistentes as respostas “atrasadas” como menos sinceras, independentemente da questão, que podia ser “inofensiva”, sobre um bolo, ou mais séria, relacionada com um crime.

Na globalidade, remata Ziano, esta investigação mostra que sempre que há uma pergunta que exige uma resposta as respostas rápidas parecem ser mais sinceras, seja numa conversa informal ou numa entrevista de emprego.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Contra tudo e contra todos". Moedas fez história em Lisboa

O cabeça de lista da coligação PSD/CDS-PP/MPT/PPM/Aliança à Câmara de Lisboa, Carlos Moedas, afirmou hoje ter vencido “contra tudo e contra todos”, porque “a democracia não tem dono”, agradeceu o “voto de confiança” e comprometeu-se …

Ventura admite que “vitória não foi total” ao falhar objetivo de ficar em terceiro

O líder do Chega admitiu hoje que a “vitória não foi total” nas autárquicas de domingo, ao falhar o objetivo de ser a terceira força política, mas defendeu que se “fez história” em Portugal, recusando …

Liveblog Autárquicas. Carlos Moedas ganha Lisboa

Realizam-se este domingo Eleições Autárquicas em Portugal, nas quais está em jogo a eleição de 308 presidentes de câmaras municipais, os seus vereadores e assembleias municipais, bem como 3091 assembleias de freguesia. Acompanhe tudo no …

Contra a "vigarice" das sondagens, "o PSD teve um excelente resultado"

O PSD conseguiu todos os objectivos a que se propôs nestas eleições autárquicas, segundo Rui Rio. O presidente do PSD considera que o partido teve "um excelente resultado" contra a "vigarice" das sondagens e "contra …

Medina assume derrota em Lisboa. "É uma indiscutível vitória de Carlos Moedas"

Fernando Medina acaba de assumir a derrota nas eleições autárquicas, felicitando Carlos Moedas pela vitória na Câmara de Lisboa. "É uma indiscutível vitória pessoal e política de Carlos Moedas", sublinha Medina. "Foi um privilégio servir esta …

Costa: "PS continua a ser o maior partido autárquico nacional"

António Costa canta vitória nas eleições autárquicas, apesar de ainda não se conhecerem os resultados finais de Lisboa, Sintra e Loures. Para o secretário-geral socialista, não há dúvida de que o "PS continua a ser …

O "primeiro amarelo" para Costa e o "CDS superou todos os objectivos"

"O CDS superou todos os objectivos a que se propôs nestas autárquicas". É assim que Francisco Rodrigues dos Santos, líder do CDS-PP, canta vitória, considerando que António Costa "viu o seu primeiro cartão amarelo". Na reacção …

Pegadas provam que as Américas foram povoadas milhares de anos antes do que pensávamos

Investigadores descobriram evidências da presença de humanos nas Américas: pegadas com, pelo menos, cerca de 23.000 anos. A nossa espécie começou a migrar para fora de África há cerca de 100.000 anos. Além da Antártida, as …

Jerónimo assume que CDU ficou "aquém", mas não é "determinante para a política nacional"

Jerónimo de Sousa reconhece que os resultados da CDU, nas eleições autárquicas, ficaram "aquém" dos objectivos, mas alerta que não são "determinantes para a política nacional" e rejeita a hipótese de deixar a liderança do …

Geringonça à direita... ou à esquerda? Com Moedas e Medina taco a taco, IL e Bloco entram em jogo

Freguesia a freguesia, eis como Fernando Medina e Carlos Moedas estão a disputar a eleição para a Câmara de Lisboa. As sondagens dão um empate técnico e a Iniciativa Liberal já manifestou que está disponível …