Patrões pedem a Costa “mais Siza Vieira e menos Centeno”

Paulo Novais / Lusa

António Costa

Os patrões pediram “mais Siza Vieira e menos Centeno”. António Costa respondeu que os ministros das Finanças e da Economia são os seus dois “pontas-de-lança”.

Os patrões parecem não ter dúvidas sobre quem governará nos próximos quatro anos. Esta quinta-feira, João Vieira Lopes, presidente da Confederação do Comércio e Serviços, apresentou uma série de reivindicações para a próxima legislatura, presumindo que António Costa continuará a ser primeiro-ministro.

No próximo Governo “queremos mais Siza Vieira e menos Centeno“, disse o presidente da CCP, citado pelo Expresso. Ou seja, “mais Economia e menos Finanças”.

Na resposta, António Costa assumiu-se como “um capitão de equipa feliz“, por poder contar “não só com dois pontas-de-lança, um nas Finanças e outro na Economia, mas também com um excelente armador de jogo no Ministério do Trabalho”.

“Verdadeiramente, foi este triângulo virtuoso que permitiu nestes quatro anos podermos ter estabilidade política e recuperar a credibilidade internacional do país, que foram as condições fundamentais para podermos ter crescimento, mais e melhor emprego e a redução das desigualdades”, continuou Costa, fazendo um balanço da legislatura.

Mas a lista das reivindicações dos patrões não ficou por aqui. Vieira Lopes reivindicou prioridade à concretização do Programa Nacional de Investimentos (PNI), a participação dos parceiros sociais na discussão prévia do próximo quadro de fundos europeus, “uma espécie de ministério das cidades” e o “alívio da carga fiscal” para as empresas.

O primeiro-ministro reconheceu a importância de cada questão, apresentou os resultados económicos alcançados pelo Governo e sublinhou a ideia de que se a carga fiscal subiu foi porque a economia cresceu.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Mais Siza e menos Centeno??.. Pois or oligarcas dava-lhes jeito para esperemer a população como um sumo. Já À população dá mais jeito um Centeno do que um Siza.

    siza só mesmo o arquitecto.

RESPONDER

Consumo de vinho aumentou "acentuadamente" durante confinamento

Um estudo europeu divulgado esta segunda-feira concluiu que a frequência do consumo de vinho "aumentou acentuadamente" em Espanha, França, Itália e Portugal com o confinamento e que as principais fontes de abastecimento foram os supermercados …

João Félix lesiona-se a poucos dias do regresso da La Liga

João Félix contraiu uma lesão no ligamento lateral interno do joelho esquerdo durante um treino, informou esta segunda-feira o Atlético de Madrid. "João Félix sofreu uma entorse do ligamento colateral medial de baixo grau do joelho …

"Agiu com responsabilidade, legalidade e integridade". Boris Johnson segura assessor

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, apoiou este domingo o seu principal conselheiro, Dominic Cummings, acusado de violar as regras de confinamento impostas para combater a pandemia covid-19, assegurando que o assessor agiu legalmente e com …

Dieselgate. Volkswagen condenada a indemnizar cliente

A justiça alemã condenou hoje a Volkswagen a indemnizar em parte um cliente que comprou um automóvel equipado com um motor diesel falsificado, numa sentença que deve influenciar dezenas de milhares de processos cinco anos …

Caso prazo das moratórias não seja alargado "terão de ser criadas outras medidas extraordinárias"

Caso as "as moratórias dos créditos não forem prolongadas, ou o Governo ou a Assembleia da República terão de criar outras medidas extraordinárias para as apoiar", disse a coordenadora do Gabinete de Proteção Financeira (GPF) …

Santuário de Fátima retoma no sábado celebrações com presença de peregrinos

O Santuário de Fátima vai retomar as celebrações com a presença de peregrinos a partir de sábado, garantindo as condições de segurança para o maior número de pessoas. O Santuário de Fátima, no concelho de Ourém, …

Ex-ministro da Saúde da Bolívia em prisão preventiva por suspeitas de corrupção

O ex-ministro da Saúde da Bolívia foi detido, na semana passada, por suspeita de corrupção na compra de ventiladores. O ex-ministro da Saúde da Bolívia, detido na última semana por suspeita de corrupção na compra a …

OMS considera cada vez mais improvável segunda grande vaga

A diretora do departamento de Saúde Pública da Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou hoje que é "cada vez mais" improvável uma segunda grande vaga do novo coronavírus, mas aconselhou muita prudência. Em entrevista à rádio …

Açores reabrem creches e jardins de infância. Aulas de 11.º e 12.º também em São Miguel

As respostas sociais, encerradas devido à pandemia, reabrem esta segunda-feira no Pico, Faial, Terceira e São Jorge, e na ilha de São Miguel são retomadas as aulas dos 11.º e 12.º anos para alunos inscritos …

"Há muita gente a passar fome" no sector das Artes (alguns artistas receberam 50 euros de apoio)

Não vai haver condições para abrir muitas salas de espectáculos a 1 de Junho, como está permitido, alerta-se no sector das Artes, onde há "há muita gente a passar fome". Alguns artistas só conseguiram receber …