Pastores “tropeçam” em ruínas de uma cidadela inca no Peru

(dr) Municipalidad Provincial de La Convención

Moradores de uma comunidade na floresta tropical da região de Cusco, no sul do Peru, descobriram ruínas de uma cidadela inca que estava coberta por vegetação, revelou na quarta-feira o autarca de San Martin Valle, Rolando Zamora.

Os habitantes locais tropeçaram no antigo local inca por acidente a 9 de setembro enquanto pastoreavam gado perto do Santuário Nacional Megantoni, de acordo com a agência Andina, citada pela agência de notícias chinesa Xinhua.

Localizado a mais de mil quilómetros a sudeste da capital peruana, Lima, o local tem vestígios de “plataformas, passagens, paredes e até de uma casa de pedra escondida entre a folhagem”, de acordo com o Andina.

Segundo o autarca, o local remoto fica a cinco dias a pé da cidade de Cusco, o que explica a demora no anúncio da descoberta.

Publicado por Municipalidad Provincial de La Convención em Terça-feira, 10 de Outubro de 2017

Uma expedição liderada pelas autoridades provinciais foi enviada ao local para o explorar mais a fundo, e deve regressar no fim de semana, adiantou Rolando Zamora.

Cusco, outrora capital do império Inca, acolhe uma série de sítios arqueológicos, entre os quais a célebre cidadela inca de Machu Picchu que foi declarada Património Mundial da Humanidade em 1983.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Físicos produziram o campo magnético mais forte e controlável de sempre

Um grupo de cientistas do Instituto de Física do Estado Sólido da Universidade de Tóquio, no Japão, produziu o campo magnético mais forte e controlável já criado em ambientes fechados - é um macro para …

"Impossível" puzzle químico do ouro foi finalmente resolvido

Uma equipa de cientistas russos e alemães conseguiu decifrar o segredo da estabilidade da estrutura cristalina do calaverita (AuTe2) - um raro mineral metálico também conhecido como telúrio de ouro. A descoberta, publicada nesta terça-feira na …

Há caranguejos mutantes e zangados a invadir a costa dos EUA (e são verdes)

Uma espécie agressiva de caranguejo verde está a invadir as águas do estado norte-americano de Maine, deixando um rasto de destruição nos habitats e ecossistemas aquáticos. Os caranguejos (Carcinus maenas) ameaçam várias espécies, como mexilhões azuis, …

Porsche quer ser a primeira fabricante alemã a deixar o diesel

A Porsche quer tornar-se a primeira fabricante automobilística alemã a deixar o diesel, apostando em motores a gasolina, híbridos e, a partir de 2019, em veículos elétricos, anunciou este domingo o presidente executivo da empresa. "Agora …

Viver nas cidades aumenta risco de demência (e a culpa é da poluição)

Viver na cidade influencia a nossa saúde. Segundo um estudo recente, a poluição do ar pode aumentar em 40% o risco de desenvolver demência. O impacto da poluição do ar na nossa saúde já era conhecido, …

Finalmente resolvido o mistério do assassino de gatos em Londres

Um dos mistérios criminais que intrigava a Inglaterra está finalmente resolvido. A conclusão é que, afinal, o famoso assassino de gatos de Croydon não existe. O mistério à volta da morte de mais de 400 gatos …

Benfica - Aves | Triunfo de águia exuberante e perdulária

O Benfica respondeu ao triunfo do FC Porto no sábado com uma vitória caseira sobre o Desportivo das Aves, por 2-0. O resultado pode indicar algumas dificuldades por parte da formação “encarnada”, mas pode-se dizer, sem …

Aquecimento global no Pleistoceno elevou nível do mar até 13 metros

O aquecimento global no final do período do Pleistoceno, com temperaturas similares às previstas para este século, reduziu a camada de gelo da Antártida oriental e elevou o nível do mar até 13 metros acima …

Autor dos mais famosos estudos sobre comida viu 13 artigos retirados

O famoso investigador norte-americano está envolvido numa polémica, depois de 13 dos seus estudos científicos terem sido retirados de algumas publicações. É provável que nunca tenha ouvido falar de Brian Wansink mas, tal como recorda o …

NASA observa movimentos tectónicos recentes em Marte

A sonda Mars Express da NASA observou fissuras proeminentes em Marte causadas devido à ação de falhas tectónicas que atingiram a superfície do planeta há menos de dez milhões de anos. As imagens foram capturadas …