Pássaros canoros tropicais têm uma tática para sobreviver às secas extremas

cgranycome / Flickr

O pássaro Aethopyga temminckii

Um novo estudo descobriu que os pássaros canoros que vivem nas florestas tropicais reduzem a sua reprodução para poderem sobreviver às secas.

De acordo com os investigadores, citados pelo site Science Alert, as secas – que se deverão tornar cada vez mais frequentes devido às alterações climáticas – confrontam os pássaros com um dilema entre a reprodução e a sua própria sobrevivência.

Mas o estudo, publicado, a 24 de agosto, na revista científica Nature Climate Change, descobriu que, em vez de tentar cuidar das crias em condições ambientais adversas, a maioria das espécies de pássaros canoros estudada optou por reduzir a sua reprodução durante a seca.

A investigação usou dados de 38 espécies da Venezuela e da Malásia, recolhidos durante 17 anos de trabalho de campo, incluindo um período de seca em cada país. A equipa descobriu que a reprodução foi reduzida, em média, 36% nas 20 espécies da Malásia e 52% nas 18 espécies da Venezuela.

Pássaros com um tempo de vida mais longo registaram a maior desaceleração na reprodução durante os períodos de seca. “Em geral, as espécies que diminuíram consideravelmente a reprodução durante a seca (ou seja, espécies de vida mais longa) tiveram maior sobrevivência adulta”, disse o co-autor do estudo, James Mouton, da Universidade de Montana, nos Estados Unidos, à agência France-Presse.

“Esta descoberta foi surpreendente, pois esperávamos que as secas reduzissem a sobrevivência até certo ponto de todas as espécies”, acrescenta.

Segundo o mesmo site, as aves com uma expectativa de vida mais curta – que poderiam reduzir a reprodução com menos facilidade – ou continuaram a reproduzir-se ou apenas fizeram pequenos cortes. Mas também tinham menos probabilidade de sobreviver.

De seguida, os autores do estudo modelaram como certas espécies se podem comportar em três cenários diferentes de alterações climáticas. A equipa estimou que, enquanto um aumento na frequência de secas reduziria todas as populações de pássaros estudadas, as espécies com esperança de vida mais longa eram mais resistentes.

Mouton disse que esta pesquisa sugere que “populações de espécies de pássaros canoros tropicais com vida mais longa podem ser mais capazes de mitigar os efeitos das secas do que se pensava”.

No entanto, advertiu o investigador, a seca é apenas um aspeto das alterações climáticas que será uma ameaça potencial para as populações de pássaros, e que estas atuam juntamente com outros riscos, particularmente a degradação ou fragmentação de habitats.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Adiem a Liga dos Campeões", pede o Borussia Dortmund

Sorteio está marcado para esta quinta-feira mas Michael Zorc avisa: "Faltam requisitos legais para a fase de grupos arrancar". A fase de grupos da Liga dos Campeões vai começar, pela primeira vez, em outubro. A primeira …

Artista "ressuscita" 54 Imperadores Romanos com ajuda da Inteligência Artificial

Artista canadiano usou um ramo da Inteligência Artificial para criar retratos ultra-realistas de antigos Imperadores Romanos como, por exemplo, Calígula, Nero e Adriano. A aparência física destes antigos Imperadores Romanos foi preservada em centenas de esculturas …

Cantar pode ser uma má ideia durante a pandemia

Uma nova pesquisa revelou que cantar em grupo pode ser perigoso em termos de propagação de patógenos. Esta é só mais uma prova de que 2020 chegou para pôr um travão na diversão. A Universidade de …

Emirados Árabes Unidos anunciam missão espacial à Lua para 2024

Um alto responsável dos Emirados Árabes Unidos disse hoje que o país tenciona enviar para a Lua uma nave com um veículo não tripulado em 2024. O desejo de pisar a lua é uma ambição de …

Exército norte-americano quer ter acesso à rede de satélites da SpaceX

O exército dos Estados Unidos está de olho na Starlink, a constelação de satélites da SpaceX, cujo CEO é o multimilionário Elon Musk e que tem como objetivo levar Internet de banda larga a todos …

Portugal tem cada vez menos água disponível

Portugal tem cada vez menos água disponível e nos próximos cem anos a precipitação em certas regiões do país, como o Algarve, pode sofrer uma redução de até 30%, alertou esta terça-feira a Associação Natureza …

Tel Aviv vai ter estradas elétricas que recarregam autocarros em movimento

Tel Aviv, em Israel, está a trabalhar na criação de estradas elétricas sem fios para carregar e fornecer energia aos transportes públicos da cidade. As estradas elétricas são parte de um programa piloto liderado pelo município …

Suicídio entre militares norte-americanos aumenta 20% em época de covid-19

Os suicídios entre os militares subiram 20% este ano em comparação com o mesmo período de 2019, registando-se um aumento nos incidentes de comportamento violento à medida que as tropas lutam contra a covid-19 e …

Turista apanhado a gravar as suas iniciais no Coliseu de Roma. Arrisca ser condenado a prisão

Um turista foi apanhado a gravar as suas iniciais no Coliseu de Roma, em Itália, e arrisca ser punido com um até um ano de prisão. De acordo com o diário italiano La Repubblica, o turista, …

Função Pública. Fesap exige subida de remuneração mínima para 693 euros

A Federação de Sindicatos da Administração Pública (Fesap) exige que a primeira posição da Tabela Remuneratória Única avance para 693,13 euros em 2021 e uma atualização do subsídio de refeição para seis euros. Estas duas medidas …