Pássaros canoros tropicais têm uma tática para sobreviver às secas extremas

cgranycome / Flickr

O pássaro Aethopyga temminckii

Um novo estudo descobriu que os pássaros canoros que vivem nas florestas tropicais reduzem a sua reprodução para poderem sobreviver às secas.

De acordo com os investigadores, citados pelo site Science Alert, as secas – que se deverão tornar cada vez mais frequentes devido às alterações climáticas – confrontam os pássaros com um dilema entre a reprodução e a sua própria sobrevivência.

Mas o estudo, publicado, a 24 de agosto, na revista científica Nature Climate Change, descobriu que, em vez de tentar cuidar das crias em condições ambientais adversas, a maioria das espécies de pássaros canoros estudada optou por reduzir a sua reprodução durante a seca.

A investigação usou dados de 38 espécies da Venezuela e da Malásia, recolhidos durante 17 anos de trabalho de campo, incluindo um período de seca em cada país. A equipa descobriu que a reprodução foi reduzida, em média, 36% nas 20 espécies da Malásia e 52% nas 18 espécies da Venezuela.

Pássaros com um tempo de vida mais longo registaram a maior desaceleração na reprodução durante os períodos de seca. “Em geral, as espécies que diminuíram consideravelmente a reprodução durante a seca (ou seja, espécies de vida mais longa) tiveram maior sobrevivência adulta”, disse o co-autor do estudo, James Mouton, da Universidade de Montana, nos Estados Unidos, à agência France-Presse.

“Esta descoberta foi surpreendente, pois esperávamos que as secas reduzissem a sobrevivência até certo ponto de todas as espécies”, acrescenta.

Segundo o mesmo site, as aves com uma expectativa de vida mais curta – que poderiam reduzir a reprodução com menos facilidade – ou continuaram a reproduzir-se ou apenas fizeram pequenos cortes. Mas também tinham menos probabilidade de sobreviver.

De seguida, os autores do estudo modelaram como certas espécies se podem comportar em três cenários diferentes de alterações climáticas. A equipa estimou que, enquanto um aumento na frequência de secas reduziria todas as populações de pássaros estudadas, as espécies com esperança de vida mais longa eram mais resistentes.

Mouton disse que esta pesquisa sugere que “populações de espécies de pássaros canoros tropicais com vida mais longa podem ser mais capazes de mitigar os efeitos das secas do que se pensava”.

No entanto, advertiu o investigador, a seca é apenas um aspeto das alterações climáticas que será uma ameaça potencial para as populações de pássaros, e que estas atuam juntamente com outros riscos, particularmente a degradação ou fragmentação de habitats.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Dizer que MAI autorizou festejos do Sporting é "delírio"

Esta sexta-feira, no Funchal, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, voltou a distanciar-se do modelo adotado pelo Sporting para os festejos do campeonato. Os festejos do Sporting, do passado dia 11 de maio, não cumpriram …

"Não tem emenda." PSD e Bloco de Esquerda criticam relatório do Novo Banco

O Bloco de Esquerda defende que a versão entregue do relatório da comissão do Novo Banco, redigida por um deputado do PS, tem uma "parcialidade evidente" a favor do Governo. O PSD diz que "não …

Frederico Morais falha Jogos Olímpicos. Testou positivo à covid-19

O português Frederico Morais vai falhar a estreia do surf nos Jogos Olímpicos Tóquio2020, por estar infetado pelo novo coronavírus, informou esta sexta-feira o Comité Olímpico de Portugal (COP). O surfista natural de Cascais, de 29 …

Governo propõe que todas as freguesias possam ter pelo menos um autarca a meio tempo

O Governo aprovou uma proposta para que todas as freguesias do país possam ter um autarca a meio tempo independentemente da sua dimensão, anunciou esta sexta-feira a ministra da Modernização do Estado, que tutela as …

Espanha vai administrar terceira dose da vacina

Espanha anunciou esta sexta-feira que será administrada uma terceira dose da vacina contra a covid-19, embora ainda não haja data prevista. Carolina Darias, ministra da Saúde espanhola, anunciou esta sexta-feira que será administrada uma terceira dose …

Portugal com mais 3.794 casos de covid-19 e 16 mortes

Portugal registou, esta sexta-feira, 3.794 novos casos e 16 mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, o …

Deputada expulsa do parlamento britânico por chamar “mentiroso” a Boris Johnson

A deputada do Partido Trabalhista, Dawn Butler, foi esta quinta-feira expulsa da Câmara dos Comuns, a câmara baixa do Parlamento britânico, por chamar "mentiroso" ao primeiro-ministro, Boris Johnson. Butler foi expulsa pela presidente adjunta temporária, Judith …

UGT dispara contra o Governo. "Exemplo vem sempre de quem está no topo"

Numa carta aberta ao primeiro-ministro, a UGT criticou a atitude de vários ministros, a destruição de milhares de postos de trabalho durante a pandemia e alertou para a suspeita de existir cartelização entre os grandes …

Greve de fome de 470 pessoas em Bruxelas termina 60 dias depois

Em Bruxelas, mais de 470 pessoas deram por terminada uma greve de fome que durou dois meses. O governo belga disse que não pode ceder a chantagens e saudou a boa decisão. Nos últimos dois meses …

Estados Unidos anunciam novas sanções a Cuba. “É apenas o início”

Sanções dos Estados Unidos a Cuba têm como objetivo castigar “os indivíduos responsáveis pela opressão da população cubana”. Ministro dos Negócios Estrangeiros cubano, numa reação, fala em medidas "sem fundamento e caluniosas" e pede que …