Pássaros canoros tropicais têm uma tática para sobreviver às secas extremas

cgranycome / Flickr

O pássaro Aethopyga temminckii

Um novo estudo descobriu que os pássaros canoros que vivem nas florestas tropicais reduzem a sua reprodução para poderem sobreviver às secas.

De acordo com os investigadores, citados pelo site Science Alert, as secas – que se deverão tornar cada vez mais frequentes devido às alterações climáticas – confrontam os pássaros com um dilema entre a reprodução e a sua própria sobrevivência.

Mas o estudo, publicado, a 24 de agosto, na revista científica Nature Climate Change, descobriu que, em vez de tentar cuidar das crias em condições ambientais adversas, a maioria das espécies de pássaros canoros estudada optou por reduzir a sua reprodução durante a seca.

A investigação usou dados de 38 espécies da Venezuela e da Malásia, recolhidos durante 17 anos de trabalho de campo, incluindo um período de seca em cada país. A equipa descobriu que a reprodução foi reduzida, em média, 36% nas 20 espécies da Malásia e 52% nas 18 espécies da Venezuela.

Pássaros com um tempo de vida mais longo registaram a maior desaceleração na reprodução durante os períodos de seca. “Em geral, as espécies que diminuíram consideravelmente a reprodução durante a seca (ou seja, espécies de vida mais longa) tiveram maior sobrevivência adulta”, disse o co-autor do estudo, James Mouton, da Universidade de Montana, nos Estados Unidos, à agência France-Presse.

“Esta descoberta foi surpreendente, pois esperávamos que as secas reduzissem a sobrevivência até certo ponto de todas as espécies”, acrescenta.

Segundo o mesmo site, as aves com uma expectativa de vida mais curta – que poderiam reduzir a reprodução com menos facilidade – ou continuaram a reproduzir-se ou apenas fizeram pequenos cortes. Mas também tinham menos probabilidade de sobreviver.

De seguida, os autores do estudo modelaram como certas espécies se podem comportar em três cenários diferentes de alterações climáticas. A equipa estimou que, enquanto um aumento na frequência de secas reduziria todas as populações de pássaros estudadas, as espécies com esperança de vida mais longa eram mais resistentes.

Mouton disse que esta pesquisa sugere que “populações de espécies de pássaros canoros tropicais com vida mais longa podem ser mais capazes de mitigar os efeitos das secas do que se pensava”.

No entanto, advertiu o investigador, a seca é apenas um aspeto das alterações climáticas que será uma ameaça potencial para as populações de pássaros, e que estas atuam juntamente com outros riscos, particularmente a degradação ou fragmentação de habitats.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Em 1925, "O Isolador" prometia bloquear qualquer tipo de distração

Procrastinar foi, é e sempre será um passatempo irresistível. Por isso, nos anos 20, houve quem apresentasse uma solução radical para evitar este problema: "O Isolador". De acordo com o site IFLScience, o chamado "Isolador" foi …

Seca no México revela uma igreja submersa há 40 anos

Uma igreja no estado de Guanajuato, no México, sobrevive entre a água e os peixes, como única testemunha de um povoado inundado por uma barragem há mais de 40 anos. Agora, devido à seca que …

Neymar prolonga contrato com o Paris Saint-Germain até 2025

O avançado internacional brasileiro Neymar renovou contrato com o Paris Saint-Germain até 30 de junho de 2025, informou hoje o tricampeão francês e vice-campeão europeu de futebol. “O Paris Saint-Germain tem o prazer de anunciar que …

Países usaram modelo do queijo suíço para conter a covid-19. Na Índia, alguns "buracos" eram demasiado grandes

A grande maioria dos países adotou a estratégia do queijo suíço para responder à pandemia. Na Índia, os "buracos" eram demasiado grandes em três das camadas mais importantes. Para responder à crise sanitária desencadeada pela covid-19, …

Primeira-ministra da Escócia declara que "haverá maioria pró-independência" no parlamento

A primeira-ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, declarou hoje vitória nas eleições regionais, afirmando que "haverá uma maioria pró-independência" no parlamento escocês. Com as projeções a indicarem que o Partido Nacional Escocês (SNP), que lidera, foi o …

SOS Rio Paiva pede que se limite o número de visitantes à ponte e Passadiços do Paiva

A associação SOS Rio Paiva manifestou-se preocupada com o aumento da pressão turística e com a poluição, na sequência da inauguração da ponte suspensa em Arouca, e pediu que se limite o número de visitantes. A …

O seu antigo número de telemóvel pode ser usado para pirateá-lo

O seu antigo número de telemóvel pode ser usado para pirateá-lo, caso este ainda esteja associado a contas em sites ou redes sociais. Embora milhões de números de telemóvel sejam desconectados todos os anos, um novo …

Ataque à bomba contra escola feminina em Cabul faz 30 mortos e 79 feridos

A explosão de uma bomba junto a uma escola secundária para raparigas na zona ocidental de Cabul fez hoje pelo menos 30 mortos e 79 feridos, segundo um novo balanço feito pelas autoridades afegãs. “O número …

Tamám Shud. Exumação de corpo pode resolver um estranho mistério com 70 anos

As autoridades da Austrália aprovaram uma exumação do corpo de Tamám Shud - ou "Homem de Somerton" - e, em breve, o mistério de 70 anos pode estar resolvido. Em 30 de novembro de 1948, vários …

Costa, Von der Leyen na Cimeira Social no Porto

Vacinação no bom caminho com 25% da população da UE vacina

A Comissão Europeia anunciou este sábado que 200 milhões de doses de vacinas anticovid-19 chegaram já à União Europeia (UE) e 160 milhões de europeus já receberem a primeira dose, levando a que a vacinação …