Parlamento ucraniano aprova reforma constitucional apesar de confrontos

Atlantic Council / Flickr

Petro Poroshenko, Presidente da Ucrânia

Petro Poroshenko, Presidente da Ucrânia

O parlamento da Ucrânia aprovou esta segunda-feira em primeira leitura a polémica reforma constitucional que dá mais autonomia aos territórios separatistas do leste, enquanto, no exterior, um protesto contra a reforma degenerou em confrontos com a polícia.

Várias centenas de militantes do partido nacionalista Svoboda juntaram-se ao princípio da manhã frente à Rada Suprema (parlamento) para contestar a reforma, que consideram “anti-ucraniana” e pró-Putin”.

Ao mesmo tempo, militantes do partido de extrema-direita Setor Direita anunciaram ter bloqueado o tráfego na rua frente à assembleia.

O projeto de reforma foi votado favoravelmente por 265 deputados, mais 39 do que os necessários para ser aprovado.

Após a votação, algumas dezenas de manifestantes envolveram-se em confrontos com a polícia e uma forte explosão foi ouvida no local.

Pelo menos dez pessoas, entre as quais polícias, ficaram feridas. Segundo jornalistas no local, viam-se várias pessoas cobertas de sangue.

A reforma insere-se nos acordos de paz de Minsk e visa acalmar a guerra no leste do país que nos últimos 16 meses fez mais de 6.800 mortos, mas os setores nacionalistas veem-na como uma tentativa de legalizar de facto o controlo pelos rebeldes de parte do leste industrial da Ucrânia.

O projeto atribui poderes reforçados aos conselhos regionais e locais e autoriza nomeadamente a criação de uma “polícia popular”.

Mas, contrariamente ao que pretendiam os separatistas, o projeto não confirma o “estatuto especial” de semiautonomia dos territórios que controlam, remetendo para uma lei autónoma a aprovar no futuro e por um prazo de apenas três anos.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Um grupo de manifestantes cantou o Baby Shark para acalmar um bebé durante um protesto no Líbano

No meio de uma das maiores manifestações do Líbano dos últimos cinco anos, uma mãe avisou os participantes do protesto que o seu filho estava assustado. A reação do grupo de manifestantes foi inesperada. Robin, de …

Tame Impala preparam lançamento de novo álbum

Ao que tudo indica, os Tame Impala preparam-se para lançar um novo álbum ainda este ano. As suspeitas surgem após a banda ter partilhado uma espécie de teaser no seu site oficial. Os Tame Impala divulgaram …

União Europeia favorável a nova extensão do Brexit mas ainda sem resposta para Londres

Os 27 Estados-membros da União Europeia são favoráveis a um novo adiamento do ‘Brexit’, solicitado pelo governo britânico, mas ainda discutem a sua extensão e as conversações prosseguirão no final da semana, revelaram fontes europeias. O …

A maior família do Reino Unido vai crescer. Vem aí o 22º filho

A família Radford, conhecida como a maior do Reino Unido, anunciou através de um vídeo no YouTube que estão à espera do 22.º filho. A família Radford vive em Morecambe, Inglaterra, e anunciou através do seu …

Cientistas testam medicamento que pode revelar-se mais eficaz para tratar gripe

Cientistas testaram em animais um novo medicamento que pode revelar-se mais eficaz no tratamento da gripe, ao induzir mutações genéticas nos vírus que causam a infeção impedindo a sua replicação e a sua atividade, foi …

PSD vai indicar Fernando Negrão para vice-presidente da Assembleia da República

O PSD vai indicar o líder parlamentar cessante Fernando Negrão para vice-presidente da Assembleia da República, disse hoje à Lusa fonte oficial da bancada social-democrata. A mesma fonte indicou que o PSD irá ainda propor como …

Funcionário da Casa Branca que publicou artigo anónimo sobre Trump vai lançar livro "explosivo"

O alto funcionário da Casa Branca que em setembro do ano passado escreveu de forma anónima um artigo de opinião no The New York Times vai lançar um livro no próximo mês. De acordo com o …

Grupos secretos do Facebook prometem falsas curas para cancro e autismo

Uma investigação do Business Insider expôs casos de contas e grupos secretos no Facebook que passam publicitam "medicamentos" e "tratamentos" alternativos que custam milhares de dólares mas que, na verdade, não passam de fraudes. Segundo noticiou …

Ministério repudia agressões nas escolas e fala em casos "residuais"

O Ministério da Educação garante que as situações de violência grave nas escolas são “residuais” e que existe uma tendência de diminuição de casos, repudiando todas as agressões que considera "inaceitáveis seja quem for o …

Surto de anthrax pode ter matado mais de 100 elefantes no Botswana

Um surto de anthrax pode estar na origem da morte de mais de 100 elefantes no Botswana ao longo dos dois últimos meses. Fontes do Governo do Botswana adiantaram, citadas pela Reuters, que "as investigações preliminares …