Parlamento discute medidas para travar as praxes

a@k / Flickr

-

O Parlamento discute esta sexta-feira projectos do Bloco de Esquerda e do PSD/CDS-PP para que o Governo actue no sentido de prevenir as praxes violentas e humilhantes, quase três meses depois da tragédia do Meco.

São dois projectos de resolução que recordam os problemas verificados em praxes académicas de várias instituições públicas e privadas de Ensino Superior ao longo dos anos.

O BE quer que o Ministério da Educação promova e divulgue um estudo sobre a realidade da praxe em Portugal, com recurso a uma equipa multidisciplinar de uma instituição pública de Ensino Superior.

O partido defende também a produção de material informativo sobre o tema, as suas consequências disciplinares e penais, para distribuição aos alunos no ato da candidatura.

O Bloco sugere ainda a criação de uma rede de apoio aos estudantes, ao nível do acompanhamento psicológico e jurídico, sempre que denunciem situações de praxe violenta ou não consentida.

“O que nenhum cidadão permitiria no espaço público, como a simulação de actos sexuais ou pessoas a rastejar guiadas por outras, supostamente seus ‘superiores’, é prática comum e quotidiana em algumas das praxes que se realizam um pouco por todo o país”, critica o partido.

Em documento conjunto, o PSD e o CDS-PP manifestam-se favoráveis a uma campanha de sensibilização pela “tolerância zero à praxe violenta e abusiva”.

Os partidos da maioria defendem também mais articulação entre as diversas redes já existentes nas diferentes instituições de ensino, no apoio aos estudantes e ao acolhimento de novos alunos.

“Não há certamente dúvidas de que se têm verificado, sob pretexto da integração no meio estudantil e académico, fenómenos que vão desde a simples falta de bom senso e educação ao desrespeito pela urbanidade, pelas regras básicas da sociedade e, no limite, a práticas degradantes e atentatórias da dignidade humana”, escrevem os deputados da coligação.

Hoje, fonte da Universidade Lusófona disse que entregou ao Ministério Público, a pedido deste, o relatório do inquérito interno que realizou para aclarar os factos ocorridos em meados de Dezembro na praia do Meco, envolvendo sete alunos da instituição, dos quais seis acabariam por morrer em circunstâncias ainda não esclarecidas. Todos faziam parte da comissão de praxes da universidade.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Os Simpsons podem ter previsto o surto do novo coronavírus da China

A série de televisão animada "Os Simpsons" é conhecida por ter feito profecias que, com o passar do tempo, se tornaram mesmo realidade. Agora, os fãs do programa parecem ter encontrado um episódio que prediz …

Identificada nova espécie de dinossauro que viveu há mais de 150 milhões de anos

Paleontólogos identificaram, nos Estados Unidos, uma nova espécie de dinossauro do género dos alossauros, que viveu há mais de 150 milhões de anos. A espécie, que tem o nome de Allosaurus jimmadseni, foi identificada a partir …

Escorpião com 436 milhões de anos foi dos primeiros animais a pisar a Terra

Cientistas descobriram um escorpião com 436 milhões de anos que terá sido um dos primeiros animais da Terra a migrar dos habitats aquáticos para os terrestres. Foram encontrados dois fósseis da espécie num antigo mar tropical …

Bruno de Carvalho disposto a liderar SAD do Sporting com Varandas

O ex-presidente do Sporting admitiu, esta sexta-feira, estar disposto a liderar a SAD do clube, mesmo com Frederico Varandas como presidente. No seu comentário semanal na Rádio Estádio, Bruno de Carvalho disse estar disposto a regressar …

A Inteligência Artificial teria resolvido o mistério da fuga de Alcatraz

Um programa de Inteligência Artificial (IA) poderia ter resolvido o mistério da fuga dos irmãos irmãos John e Clarence Anglin e Frank Morris da prisão de Alcatraz, que foi considerada uma das mais seguras dos …

Mais de 30 militares dos EUA ficaram com lesões cerebrais após ataque iraniano

Mais de 30 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque iraniano na base militar de Ain al-Assad, no Iraque. 34 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque levado …

Homem que torturou suspeitos de planear o 11 de setembro diz que o voltaria a fazer

James Mitchell torturou os cinco suspeitos de terem planeado o ataque de 11 de setembro de 2001. Em tribunal, disse que não tem remorsos e que o voltaria a fazer. James Mitchell foi o psicólogo responsável …

Belenenses e Belenenses SAD chegam a acordo para suspender ações judiciais

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, esta sexta-feira, que foi alcançada uma suspensão das ações judiciais entre o Belenenses e a Belenenses SAD. Em comunicado publicado na sua página oficial, a FPF informou que o …

Amazon quer que os clientes paguem com as mãos

A gigante tecnológica Amazon quer que os  clientes comprem e efetuem o pagamento com um aceno da mão em vez de passar um cartão numa máquina. De acordo com o Wall Street Journal, que cita fontes …

59 autarcas constituídos arguidos na Operação Éter

O Ministério Público constituiu 74 arguidos, 59 dos quais autarcas e ex-autarcas de 47 câmaras do Norte e Centro, no processo da investigação às Lojas Interativas da Turismo do Porto e Norte, realizada no âmbito …