Para receber 280 mil euros, Holiday jogou durante 5 segundos

Base dos Milwaukee Bucks foi titular apenas para receber um bónus financeiro. Wayne Ellington ameaçou Facundo Campazzo nas redes sociais.

Há quem ache justo, pelo que foi jogando ao longo de toda a fase regular. Há quem defenda que isto deveria ser proibido.

Jrue Holiday é jogador dos Milwaukee Bucks, equipa que já sabia há algum tempo que vai estar nos play-offs da NBA. Terminou a fase regular como a terceira melhor da Conferência Este; vai defrontar os Chicago Bulls, na primeira eliminatória.

Neste domingo, no último jogo da fase regular, o treinador dos Bucks, Mike Budenholzer, decidiu deixar fora do campo os seus habituais titulares, como já era de esperar.

No entanto, houve uma excepção: Jrue Holiday. O base foi titular, esteve em campo durante cinco segundos, cometeu uma falta, saiu e nunca mais voltou.

Porquê? Porque, no seu contrato, está estipulado que iria receber um bónus financeiro de 306 mil dólares (cerca de 280 mil euros) se jogasse 67 vezes ao longo da fase regular.

Até este duelo com os Cleveland Cavaliers, Jrue Holiday tinha participado em…66 jogos. Por isso, jogou nesta partida.

O contrato para esta temporada prevê um salário total, assegurado, de 27.6 milhões de euros. Mas pode chegar a praticamente 30 milhões de euros, se o jogador cumprir determinados objectivos, como este.

Ameaça no Twitter

É difícil eleger o momento mais insólito da última noite da fase regular da NBA: este de Jrue Holiday ou o duelo particular entre Facundo Campazzo e Wayne Ellington.

No jogo entre Los Angeles Lakers e Denver Nuggets, Facundo empurrou Wayne. Foi expulso.

Wayne Ellington reservou a sua reacção para mais tarde, quando escreveu no Twitter: “Quando te vir, vou colocar as minhas mãos em cima de ti, Facundo Campazzo”.

  Nuno Teixeira da Silva, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.