Países “lutam” por fundos europeus para neutralizar emissões de carbono

Patrick Seeger / EPA

Ursula Von der Leyen, a presidente da Comissão Europeia

Um novo fundo de 100 mil milhões destinado a neutralizar as emissões de dióxido de carbono na Europa até 2050 está em disputa por vários países.

A Comissão Europeia quer implementar um fundo de 100 mil milhões de euros para ajudar a atingir o seu objetivo de descarbonização da União Europeia até ao ano de 2050. Ao todo, a UE espera mobilizar 1 bilião de euros ao longo da próxima década, noticia o Politico.

A elevada quantia dos fundos leva a que vários países tenham já mostrado interesse em conseguir uma fatia.

Todavia, o acesso aos fundos europeus será “com base na escala do desafio da descarbonização das regiões com maior consumo de carbono“. Desta forma, o dinheiro será primariamente alocado para regiões altamente industrializadas e que dependem fortemente de combustíveis fósseis.

A Comissão quer que as nações europeias forneçam 7,5 mil milhões de euros para financiar este novo fundo. Contudo, para receber uma fatia do fundo, os países seriam obrigados a equiparar cada euro com 1,50/3 euros das suas alocações de fundos de coesão. Além disso, teriam de fornecer dinheiro dos seus orçamentos nacionais, o que não agrada alguns países da Europa Central, explica o Politico.

Não é aceitável que no próximo orçamento da União Europeia retiremos dinheiro dos fundos de coesão e os transfiramos para objetivos de proteção climática”, disse o primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán.

A Hungria, assim como muitos países da Europa Central, dependem em grande parte dos fundos de coesão. Por isso, pressionam para que o mecanismo seja utilizado com dinheiro novo e não dinheiro “reciclado” de fundos já existentes. Por outro lado, os países mais ricos não parecem interessados em contribuir com ainda mais dinheiro para a União Europeia.

Alguns países mais dependentes do carvão temem ainda que como o fundo será dividido entre 27 países, que não haja dinheiro suficiente para atingir os objetivos traçados. A Polónia é um dos países em que é mais urgente uma mudança, já que o carvão representa 80% da energia utilizada no país.

“A Polónia deve seguir um caminho mais longo para neutralizar as emissões de dióxido de carbono em comparação com muitos outros países da UE”, realçou o primeiro-ministro polaco, Mateusz Morawiecki.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

App deteta sinais de anemia. Basta fotografar a pálpebra com o smartphone

Uma equipa de cientistas desenvolveu um novo software capaz de tornar o diagnóstico de doenças do sangue muito mais simples, usando a câmara de um smartphone para avaliar os níveis de hemoglobina. A hemoglobina é uma …

O monumento mais alto do cemitério de Nova Orleães conta uma história de vingança e mesquinhez

Com 24 metros de altura, o Monumento Moriarty é o mais alto no cemitério Metairie de Nova Orleães, nos Estados Unidos. A sua construção conta uma história de mesquinhez: o memorial foi uma desculpa para …

FBI detém membro de um dos mais perigosos e lucrativos grupos de hackers

O FBI deteve recentemente um alegado membro de um dos mais temidos grupos de piratas informáticos do mundo, conhecido como Fin7. O grupo é suspeito de ataques informáticos que levaram a uma receita ilícita estimada em …

Artista gráfico faz reconstrução facial de Henrique VII de Inglaterra

Um artista gráfico fez uma reconstrução ultrarrealista de Henrique VII, Rei de Inglaterra entre 1485 e 1509. De acordo com o site Live Science, Matt Loughrey produziu a imagem de Henrique VII a partir da sua …

Marcelo promulga diploma que permite festa do Avante! (mas deixa recados ao Governo)

O Presidente da República promulgou, esta terça-feira, o diploma do parlamento sobre proibição de festivais e espetáculos de natureza análoga até 30 de setembro devido à covid-19, mas com reparos sobre "a garantia do princípio …

Governo italiano vai contratar 60 mil pessoas para vigiar distanciamento social

O Governo italiano vai contratar "assistentes cívicos" para garantir que os cidadãos cumprem o distanciamento social. Depois de mais de dois meses confinados nas suas casas para conter a propagação do coronavírus, os italianos começaram a …

Rio volta a admitir que PSD viabilize Orçamento Suplementar do Governo

O presidente do PSD afirmou hoje que viabilizará ao Governo uma proposta de Orçamento Suplementar, "como tudo indica que é", que proceda à adaptação de medidas a tomar até ao final do ano para o …

J.K. Rowling anuncia novo livro infantil a ser publicado gratuitamente online

A escritora britânica J.K. Rowling, autora da saga "Harry Potter", vai publicar um novo livro infantil, intitulado "The Ickabog", um conto de fadas que será disponibilizado 'online', gratuitamente e em formato de série, a partir …

Empresa portuguesa cria cabine que faz desinfeção total em 25 segundos

A Starmodular, uma empresa com sede em Belmonte, distrito de Castelo Branco, criou um sistema destinado a espaços abertos ao público que permite a desinfeção total em 25 segundos para evitar a propagação da Covid-19, …

TAP duramente criticada por marginalização do Norte. Rio fala em "empresa regional"

Rui Rio foi apenas uma das várias vozes que criticaram o novo plano de voo da TAP, em que a maioria das ligações repostas são de Lisboa. Marcelo Rebelo de Sousa também demonstrou a sua …