Painéis solares na Lua podem fornecer energia à Terra

Justin Lewis-Weber / New Space

Conceito artístico do funcionamento de painéis solares construídos na Lua a enviar energia para a Terra

Conceito artístico do funcionamento de painéis solares construídos na Lua a enviar energia para a Terra

A solução para o aquecimento global e a escassez energética na Terra pode mesmo estar lá fora – não propriamente em civilizações alienígenas ou em asteróides com minérios super-poderosos, mas na energia do Sol a ser absorvida por painéis solares instalados na superfície da Lua.

A ideia é revolucionária e não se fica por aqui. Além de transmitir a energia, de forma contínua, para o nosso planeta, ais painéis seriam auto-replicáveis — ou seja, reproduzir-se-iam de forma autónoma.

Estas ideias foram apresentadas pelo veterano professor Justin Lewis-Weber num artigo científico publicado na revista New Space.

Apesar de não ser propriamente nova, a ideia de módulos no espaço a enviar energia para a Terra — que já tinha sido pensada na década de 70, durante a crise do petróleo — tem agora mais condições tecnológicas para sair do papel.

O Sol é uma das opções mais abundantes de energia para os seres humanos, mas manter painéis solares na superfície da Terra nem sempre é bom negócio.

Isso porque às vezes é noite – e às vezes o céu está nublado, impedindo uma melhor absorção dos raios solares.

Para contornar estes contratempos, a melhor solução seria enviar todo o sistema de recolha de energia solar para o espaço.

Porque em órbita, o céu nunca está nublado.

Uma vez em órbita, seria usado um sistema de micro-ondas para enviar a energia para receptores, posicionados na Terra, sem necessidade de quaisquer cabos.

“O sistema seria dimensionado de modo a não exceder as densidades seguras de energia”, explica à Popular Science o engenheiro electrónico Paul Jaffe, investigador do U.S. Naval Research Lab e autor de um outro projecto de painéis solares no espaço

Jaffe garante que as micro-ondas “não causariam qualquer tipo de dano aos terrestres” cá em baixo.

Tal como a própria Lua, o equipamento instalado na superfície lunar não provocaria qualquer sombra na Terra  – expecto em pequenas áreas, quando ocorre um eclipse.

Apesar de uma óptima ideia, enviar painéis solares para a Lua não seria nada barato.

Mas é aí que entra a ideia revolucionária de Lewis-Weber: criar painéis-robôs que se replicam de maneira autónoma, com um custo inicial elevado mas que se revelaria a prazo um projecto viável e relativamente barato.

Para tal, os robôs “pioneiros”, os primeiros a chegar, iriam minerar o solo lunar em busca de materiais como ferro, alumínio e silício, para construir as suas réplicas.

Para a ideia ser viável, o professor aposta ainda na maior simplificação possível dos painéis. “Em vez de ter mil tipos diferentes de parafusos, vamos ter apenas cinco”, comenta o professor.

“E em vez de ter moldes diferentes para partes diferentes, vamos usar uma impressora 3D”, acrescenta.

Por vezes, as melhores ideias do Mundo têm que esperar umas décadas pelas tecnologias que as tornam viáveis.

ZAP / CanalTech

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Se não gastassem energia em merd que servem apenas para encher
    o CU aos capitalistas, a energia sobrava… e muito….

Turista danifica escultura do século XIX enquanto posa para fotografia (e é apanhado pelas câmaras de vigilância)

A polícia italiana identificou um austríaco de 50 anos que danificou uma estátua do século XIX num museu em Itália, enquanto posava para uma fotografia. O incidente ocorreu no passado dia 31 de junho, segundo …

Covid-19: Brasil supera as 100.000 mortes

O Brasil ultrapassou hoje a barreira das 100.000 mortes associadas à covid-19, quase cinco meses depois da confirmação do primeiro óbito no país, indicam dados oficiais divulgados pelas secretarias regionais de Saúde. Segundo os mais recentes …

As vacas leiteiras têm relações complexas (que se alteram quando mudam de grupo)

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Chile e dos Estados Unidos concluiu que as vacas leiteiras vivem em redes sociais complexas que se alteram quando estes animais são movidos para outros grupos.  Para …

Virgin Galactic quer desenvolver avião comercial supersónico (que promete superar a velocidade do som)

A Virgin Galactic vai aliar-se à Rolls-Royce para criar um avião comercial supersónico, ainda mais rápido do que o mítico Concorde. A empresa de turismo espacial Virgin Galactic anunciou uma parceria com a Rolls-Royce para desenvolver …

PayPal resiste à pandemia. Volume de pagamentos cresce 30% no segundo trimestre

O volume de pagamentos através do PayPal cresceu 30% no segundo trimestre. A empresa parece resistir à pandemia de covid-19, que abalou o setor das viagens, cujos pagamentos estão muitas vezes associados a meios eletrónicos. …

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de beberem desinfetante para as mãos

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de ingerirem desinfetante para as mãos à base de álcool, revelou um relatório do Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) do país esta quarta-feira publicado. De …

Jim Hackett deixa a Ford após três anos de liderança

Ao fim de três anos como CEO da Ford, Jim Hackett será substituído por Jim Farley. Um mandato que fica marcado por problemas financeiros, de produção e pela morte dos três volumes e utilitários. O mandato …

Covid-19: Portugal tem mais 186 casos e quatro pessoas morreram desde sexta-feira

Portugal regista hoje mais quatro mortos e 186 novos casos de infeção por covid-19 em relação a sexta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o relatório da DGS sobre a situação …

Versão americana da Eurovisão chega em 2021

O Festival Eurovisão da Canção — o maior espetáculo de entretenimento televisivo do mundo — vai chegar aos Estados Unidos no final do próximo ano. A novidade foi divulgada, esta sexta-feira (7), em comunicado oficial. A …

Contratações na TVI após apoios financeiros "suscitam preocupação"

O professor universitário e ex-ministro Miguel Poiares Maduro manifestou "preocupação" relativamente às contratações na TVI, da Media Capital, grupo que beneficia do apoio do Estado, através da compra antecipada de publicidade institucional. Em entrevista à Lusa, …