Padre encontrado morto com sinais de violência em França

Lawrence OP / Flickr

Um padre foi encontrado morto com sinais de violência em Saint-Laurent-sur-Sèvre, no Oeste de França, e as autoridades investigam uma pessoa que também é suspeita no incêndio na catedral de Nantes, em julho de 2020.

“Todo o meu apoio aos católicos do nosso país depois do dramático assassínio de um padre em Vendeia”, afirmou no Twitter o ministro do Interior, Gérald Darmanin, citado esta segunda-feira pelo Público.

A Franceinfo avançou que um homem de origem ruandesa entregou-se à polícia em Mortagne-sur-Sèvre. Este foi acusado de provocar um incêndio na catedral de Nantes e permanecia em liberdade vigiada.

A líder da União Nacional, Marine Le Pen, lamentou que um imigrante suspeito possa “reincidir” antes de ser expulso do país.

Darmanin reagiu ao comentário, indicando que Le Pen preferiu polemizar, “sem conhecer os factos”, ao invés de prestar as condolências. Explicou ainda o suspeito não foi deportado porque estava sobre controlo judicial até ser julgado pelo incêndio.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE