Ovário artificial pode ajudar mulheres a engravidar após quimioterapia

SXC

Um grupo de investigadores dinamarqueses criou um “ovário artificial” a partir de tecidos e óvulos humanos. O objetivo visa ajudar as mulheres a engravidar após tratamentos de cancro ou outras terapias que prejudiquem a fertilidade feminina.

Uma equipa de médicos do hospital de Rigshospitalet, em Copenhaga, criou em laboratório um ovário artificial a partir de tecido humanos e implantou-o com sucesso numa cobaia.

O ovário artificial conseguiu manter os óvulos vivos durante 3 semanas, aumentando as esperanças dos investigadores de um dia conseguirem ajudar mulheres que enfrentaram tratamentos severos como quimioterapia ou radioterapia, de acordo com o Guardian.

Os ovários artificiais pode também ajudar mulheres em condições médicas como a esclerose múltipla e a beta-talassemia, que podem exigir terapias agressivas prejudiciais à fertilidade, bem como mulheres diagnosticadas com menopausa precoce.

Atualmente, mulheres diagnosticadas com cancro já podem remover tecidos dos ovários e congelá-los antes de enfrentarem tratamentos médicos agressivos. Desta forma, os tecidos podem ser limpos e depois reimplantados na mulher, permitindo a conceção natural.

Por norma, o procedimento de congelação de tecidos é seguro para a maioria dos pacientes. No entanto, em alguns tipos de cancro, com a leucemia, o cancro pode invadir os próprios tecidos do ovário. Ou seja, quando o tecido é novamente colocado no corpo da mulher há o risco da doença voltar a aparecer. Por esse motivo é que o congelamento de tecidos do ovário é raramente sugerido.

Susanne Pors e outros investigadores envolvidos na pesquisa, acreditam que os ovários artificiais podem ser uma opção mais segura. No processo de criação de ovários, os investigadores utilizaram substâncias químicas para remover o tecido ovariano doado de todas as células, incluindo também as células cancerígenas.

Com isto, o tecido ficou com uma estrutura a descoberto – uma espécie de andaime – composta, na sua maioria, por colágeneo, proteína que dá estrutura e firmeza à pele. Os médicos semearam então nestas estruturas centenas de folículos humanos, que são pequenos sacos que sustentam os óvulos nas fases iniciais.

A equipa implantou um ovário artificial com 20 folículos humanos numa cobaia e descobriu que um quarto dos ovários sobreviveu pelo menos 3 semanas. Os vasos sanguíneos da cobaia começaram a crescer à volta do ovário para mantê-lo nutrido dentro do corpo do animal.

“Esta é a primeira prova de que podemos realmente ajudar estes óvulos. É um passo importante ao longo da estrada ”, disse Pors em declarações ao Guardian.

“Mas levará muitos anos até que possamos colocar o ovário artificial numa mulher.” Pode levar cerca de 5 a 10 anos de pesquisa antes dos ovários artificiais estarem prontos para ser testados em humanos, alertou

A investigação foi apresentada nesta segunda-feira, em Barcelona, durante o congresso da Sociedade Europeia de Reprodução Humana e Embriologia.

Já há nos EUA ovários artificiais férteis produzidos por impressão 3D, técnica que também poderá um dia ser usada para devolver a fertilidade a mulheres afetadas por cancro.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Alemanha vai proibir carros a diesel nas autoestradas

Depois de as maiores cidades alemãs terem banido os motores diesel dos seus centros, a proibição estende-se agora às autoestradas. As cidades de Gelsenkirchen e Essen foram autorizadas por um tribunal alemão a proibir os modelos …

Ivanka Trump também usou email pessoal para assuntos oficiais da Casa Branca

Ivanka Trump, filha e assessora do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, utilizou uma conta pessoal de email para discutir assuntos oficiais da Casa Branca durante o ano passado. A notícia, avançada nesta segunda-feira pelo …

Companhia aérea polaca pede a passageiros que paguem reparação de avião para descolar

A companhia aérea polaca LOT pediu aos passageiros, que esperavam no aeroporto de Pequim para embarcar num voo para Varsóvia, que pagassem trabalhos de reparação no avião, informou esta terça-feira o Caixin. Segundo o portal de …

PJ apreendeu pergaminho do século XIV à venda no OLX

O pergaminho datado do século XIV, com um mandado para a entrega do Castelo de Lisboa e que esteve à venda no OLX, foi apreendido pela Polícia Judiciária. Se for autêntico, será entregue ao Arquivo …

Petição para referendo às touradas. Onze mil assinaturas em uma semana

Uma iniciativa popular de referendo à realização de corridas de touros em Portugal recolheu, através da Internet, quase onze mil assinaturas, sendo necessárias pelo menos 60 mil para dar entrada na Assembleia da República. As assinaturas …

Espanha ameaça chumbar o Brexit. Tudo por Gibraltar

O estatuto de Gibraltar é mais uma pedra na engrenagem do Brexit, com Espanha a ameaçar chumbar o acordo para a saída do Reino Unido da União Europeia, caso não haja alterações relativamente ao território …

A tendência de conforto do PS: sondagens apontam para vitória segura

Com apenas três dias de diferença, foram divulgadas duas sondagens que revelam dados contraditórios sobre as intenções de voto nos dois principais partidos. Ainda assim, numa leitura global, o PS mantém-se a uma distância muito …

Mustafá tem vida de luxo, mas vai pedir ao Estado que lhe pague o advogado

O líder da claque Juventude Leonina, Nuno Mendes, mais conhecido por Mustafá, declarou em tribunal que só ganha 2 mil euros por ano, apesar de conduzir um BMW e de ter, segundo a investigação da …

Orçamento com “número elevado” de cativações “acaba por ser uma mentira”

O líder do PSD afirmou esta segunda-feira que um Orçamento do Estado (OE) com um “número elevado” de cativações “acaba por ser uma mentira”, porque o parlamento aprova um documento, “mas, depois, o Governo executa …

Paraquedista morre ao saltar de penhasco na Nazaré

Um vídeo de 22 segundos mostra dois homens que saltam do alto para a praia da Nazaré. Um deles, acaba por não conseguir abrir a tempo o paraquedas, caindo desamparado no solo. Um alemão de 50 …