Ossos de porco revelam que britânicos pré-históricos faziam banquetes em Stonehenge

Ossos e restos mortais de porcos, descobertos em quatro complexos neolíticos na região de monumentos como Stonehenge e Avebury, provam que pessoas de toda a Grã-Bretanha se reuniam nesses locais para realizar cerimónias.

A investigação, conduzida por Richard Madgwick e publicada a 13 de março na revista científica Science Advances, revela uma nova extensão dos movimentos populacionais na pré-história britânica.

O estudo resolve um dos maiores enigmas na pré-história britânica, ao revelar a larga escala dos movimentos das comunidades humanas na Grã-Bretanha durante o período Neolítico, último período da Idade da Pedra, marcado historicamente pelo início da sedentarização e pelo surgimento da agricultura.

O líder da investigação explicou: “Este estudo demonstra uma escala de movimento e nível de complexidade social que não era previamente apreciada”. “Estas reuniões podem ser vistas como os primeiros eventos que uniam culturalmente a ilha, com pessoas de todos os cantos da Grã-Bretanha vindo para a região de Stonehenge para banquetear a comida que tinham transportado das suas casas.”

Britânicos pré-históricos viajavam distâncias impressionantes para assistir a celebrações em locais monumentais como Stonehenge. Incrivelmente, muitos deles trouxeram os seus porcos com eles para a jornada – um feito impressionante, considerando que alguns participantes viajavam de centenas de quilómetros.

Stonehenge e Avebury não foram apenas construídos para exibição – também serviram como pontos importantes para a comunidade. Os britânicos neolíticos que construíram as estrutura realizaram festas rituais nesses complexos, que atraíram pessoas de todas as ilhas britânicas. Além disso, os participantes trouxeram porcos criados localmente, que foram abatidos e servidos nessas reuniões.

Os restos humanos desta época são excecionalmente raros, principalmente porque os britânicos neolíticos praticavam a cremação. A ideia de usar porcos como uma pista para o movimento humano tem sido ignorada pelos arqueólogos porque estes animais, ao contrário do gado, são difíceis de transportar.

Através de uma análise de isótopos dos 131 ossos de porco encontrados, que identificou os sinais químicos da comida e água que os animais tinham consumido, os investigadores foram capazes de determinar as áreas geográficas de onde tinham sido criados. A investigação representa o olhar mais detalhado até à data, do nível de mobilidade por toda a Grã-Bretanha.

Os resultados mostraram que 45 porcos foram criados perto da costa. Os porcos consumidos nos banquetes vinham da Escócia, do nordeste da Inglaterra, do oeste do País de Gales e de muitos outros locais nas Ilhas Britânicas.

Os porcos não são adequados para viagens de longa distância, portanto, movê-los por distâncias tão grandes requer um grande esforço. Pode ter sido importante para os participantes contribuir com animais criados perto de casa, em vez de adquiri-los localmente. É concebível que os porcos tenham sido abatidos antes do transporte, mas é muito improvável.

Essas descobertas sustentam um estudo que Christophe Snoeck, da Vrije Universiteit Brussel, publicou em 2018, mostrando que algumas das pessoas cremadas enterradas em Stonehenge não eram locais, mas sim do País de Gales.

O trabalho conduzido por Mdagwick, teve a colaboração da Universidade de Cardiff, assim como cientistas da Universidade de Sheffield e da University College, de Londres.

ZAP // Gizmodo

PARTILHAR

RESPONDER

Há 74 mil anos, a Humanidade sobreviveu à super erupção que provocou um “inverno vulcânico”

Há 74 mil anos, uma super-erupção vulcânica provocou um “inverno vulcânico” que durou uma década, resultando num evento de arrefecimento de milénios em todo o planeta que destruiu espécies de humanos e mamíferos primitivos. Pelo …

Houve "zero negociação" com o PSD. Nomes de Vitalino Canas e Correia Campos estão por um fio

Os nomes de representantes da Assembleia da República para órgãos externos são propostos pela maior força política - o PS -, mas só são aprovados se houver um amplo consenso entre o PS e o …

Contas do PSD congeladas por não ter pago a serralheiro em campanha de 2017

As contas do Partido Social Democrata (PSD) estão congeladas por falta de pagamento de serviços a um serralheiro que prestou serviços ao partido numa campanha eleitoral de 2017, avança o Jornal de Notícias. Em causa está, …

Conseguimos "ouvir" ao ler os lábios de alguém (e já sabemos como)

Um estudo recente sugere que, quando vemos uma pessoa a falar, a nossa atividade cerebral é sincronizada com a voz do locutor através da leitura dos lábios. Este fenómeno acontece mesmo quando não conseguimos interpretar …

"Classe pura". Ingleses rendidos a Bruno Fernandes

O Manchester United goleou esta quinta-feira o Club Brugge (5-0), conseguindo o apuramento para os "oitavos" da Liga Europa, numa partida em que o recém-chegado Bruno Fernandes esteve em destaque. O médio português ex-Sporting conseguiu …

Governador do Rio de Janeiro defende destituição de Bolsonaro

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, defendeu na quinta-feira a destituição do Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, após este ter partilhado vídeos, na plataforma de mensagens WhatsApp, com a convocação de uma manifestação contra …

Pelo menos 33 soldados turcos mortos em bombardeamento na Síria

Um ataque do exército sírio na província de Idlib, na Síria, causou esta quinta-feira a morte de pelo menos 33 militares turcos. Os números, inicialmente avançados pelo Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), dava conta de …

Razia na Liga Europa com direito a lenços brancos. Todas as equipas portuguesas foram eliminadas

Benfica, FC Porto, SC Braga e Sporting foram eliminados nos 16 avos de final da Liga Europa. Portugal passou assim de ser o clube com mais representantes nesta prova europeia a um dos poucos sem …

Este animal marinho produz óvulos e espermatozóides ilimitados ao longo da sua vida

Um minúsculo animal marinho, chamado Hydractinia, foi analisado ao pormenor por uma equipa de investigadores que descobriu aquela que pode ser considerada uma habilidade muito rara desta criatura. Hydractynia consegue produzir ilimitadamente células germinativas, que são …

Há um segundo português internado no Japão por suspeitas de coronavírus

Um segundo português está hospitalizado no Japão “por indícios relacionados” com o Covid-19, também tripulante do navio de cruzeiros Diamond Princess,. “Dois dos tripulantes portugueses do Diamond Princess tiveram de ser hospitalizados, no Japão, por indícios …