/

Os utilizadores escolheram e a NASA apresenta: o Fato Espacial para Marte

A NASA apresentou o modelo de fato espacial que servirá de directriz para as roupas dos astronautas que farão a primeira viagem a Marte.

O protótipo escolhido foi o “Z-2 Tecnologia”, eleito pelos utilizadores numa votação online no site da agência espacial norte-americana. O Z-2  recolheu 63% dos 233.431 votos dos utilizadores. A roupa especial tem pequenos “emblemas” que emitem luz e usa uma costura luminescente que pode ser personalizada para identificar o astronauta.

Os outros modelos de fato em disputa eram o Bio-mimetismo, um fato que reproduz a bioluminescência de criaturas aquáticas e as escamas rígidas de peixes e répteis, e o Tendências na Sociedade, um fato que, com um visual mais desportivo, pretendia sugerir como as nossas roupas vão ser no futuro.

Apelo estético

O Z-2 será construído usando componentes impressas em 3D e usando scanners laser 3D que vão assegurar que cada fato se adapta perfeitamente ao corpo de cada astronauta.

A roupa será testada em câmaras de vácuo, no centro de treinos da NASA, e num local que imita a superfície montanhosa de Marte. A  agência espacial norte-americana espera construir o Z-2 até novembro deste ano. O fato é para já apenas um protótipo e só será usado em testes – não para viagens reais.

Em 2012, a NASA lançou o Z-1, cujo formato tinha parecenças com o fato usado pelo personagem Buzz Lightyear, dos filmes Toy Story.

NASA

O Z-1, modelo de fato espacial de 2012 da NASA

O Z-1, modelo de fato espacial de 2012 da NASA

O Z-1 foi a primeira grande “revisão” do fato espacial em cerca de 30 anos, e foi considerado uma das melhores invenções do ano pela revista Time.

“Cada modelo da série Z vai aperfeiçoar novas tecnologias que um dia serão usadas no fato espacial pelos primeiros humanos a pisarem o Planeta Vermelho”, informou a NASA em comunicado.

Já o Z-2 “presta homenagem às conquistas das roupas espaciais do passado enquanto incorpora elementos do futuro”.

A composição rígida do torso superior “fornece a durabilidade necessária a longo prazo que um fato de atividade planetária extraveicular vai exigir”, mas, apesar de seu “apelo estético”, o protótipo não é feito do mesmo material durável projetado para proteger os astronautas de chuvas de pequenos meteoritos, temperaturas extremas e radiação”, acrescentou a NASA.

  ZAP // BBC

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.