Organizações de caridade italianas financiam o Estado Islâmico

(dr) Dabiq Magazine #9

-

A GAFI, uma comissão internacional de investigação a lavagem de dinheiro, encontrou uma fonte de financiamento imprevista do Estado Islâmico: uma organização de caridade em Itália, para a qual milhares de pessoas na Europa transferiram dinheiro para ajudar crianças sírias.

Estes fundos foram encaminhados para a Turquia e, depois, para os terroristas.

Em Itália, organizar um esquema deste tipo é mais fácil do que em outros países europeus, uma vez que as organizações não-governamentais no país não são obrigadas a contabilizar a movimentação de fundos nas suas contas bancárias.

A GAFI é uma organização intergovernamental fundada em 1989 por iniciativa do G7, para desenvolver políticas de combate à lavagem de dinheiro.

“As informações sobre este caso foram-nos dadas pelas autoridades italianas, um dos primeiros e mais activos membros da GAFI”, disse David Lewis, o secretário-executivo da GAFI, em entrevista à RT.

“Estes dados sugerem que as organizações sem fins lucrativos e de caridade, intencionalmente ou não, poderiam ter participado no financiamento do terrorismo”, acrescenta Lewis.

Milhares de pessoas e entidades de toda a Europa terão transferido dinheiro para a conta num banco italiano de uma organização de caridade, pensando que o dinheiro iria ser doado para ajudar as crianças sírias.

Mas o dinheiro segue para a Turquia, país a partir do qual um recrutador do Estado Islâmico o recolhe e distribuiu por grupos terroristas.

O Estado Islâmico ganha milhões de dólares por dia com o contrabando de petróleo, extorsão e tomada de reféns, o que o torna a mais rica organização terrorista no mundo.

De acordo com a GAFI, nem todos os países estão a tomar as medidas necessárias para bloquear o acesso dos extremistas a esses fundos.

“Muitos países ignoram as medidas necessárias. Aprovaram leis e criaram instituições para combater o terrorismo, mas não se envolvem na implementação efetiva das medidas propostas “, disse Lewis.

“Isto é especialmente verdadeiro quanto ao congelamento de bens”, diz o director-executivo da GAFI. “Descobrimos que dois terços dos países não congelaram os fundos terroristas incluídos na lista da ONU”.

“Podem passar dois dias ou um mês antes que as autoridades tomem qualquer tipo de medida. Durante este tempo, os activos podem desaparecer sem deixar rasto”, explica Lewis.

ZAP

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Todo o ocidente sabe quem está e como é financiado o terrorismo. Sinceramente, o meu marido nestas circunstâncias costuma dizer “…não me façam de candeeiro que me molham as pernas… Eu digo não me atirem poeira para os olhos…Triste mundo onde os nossos políticos consentem que nos matem e depois choram (lágrimas de ácido)sobre as nossas campas….

  2. Pois e é por estas e por outras que eu para ajudar só se for directamente e nunca através de instituições , basta ver quantas nasceram em Portugal nos últimos anos e não mandem areia para os olhos ao dizer que são instituições de voluntariado pois de voluntariado só os voluntários o resto anda a encher os bolsos por trás com a miséria.

  3. TOMA LÁ QUE JÁ ALMOÇASTE. E depois ainda têm a lata de pedir contribuições? Vou fundar uma organização de caridade para ver se me safo. Desta maneira ajudo o próximo ou próximos, a malta que vive cá em casa. Infelizmente estas situações são tão absurdas que parecem brincadeira. Coitados dos que precisam.

  4. A Turquia devia ser banida da UE. Está a ser a causadora do terrorismo na Europa. As Associações todas elas são antros mafiosos.

RESPONDER

Musk ilibado depois de ter chamado "pedófilo" a mergulhador no resgate da gruta da Tailândia

O magnata fundador da Tesla, Elon Musk, foi absolvido na sexta-feira no processo por difamação movido pelo espeleólogo britânico Vernon Unsworth, que alegava ter sido chamado de pedófilo. Após cerca de uma hora de deliberações, o …

Luzes nas redes de pesca? Os golfinhos e as tartarugas agradecem

A implementação de luzes nas redes de pesca reduz a probabilidade de tartarugas marinhas e de golfinhos serem apanhados por acidente. Luzes LED nas redes de pesca eliminariam a "captura acidental" de tartarugas marinhas em mais …

Presidente da República passa o fim de ano na ilha do Corvo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai passar a noite de 31 de dezembro para 1 de janeiro na ilha do Corvo, nos Açores, de onde será transmitida a sua mensagem de Ano …

O calor extremo está a fazer com que os bebés nasçam mais cedo

Investigadores descobriram que o calor extremo faz com que os bebés nasçam mais cedo. Tal como quase tudo neste mundo, as coisas só vão piorar com as alterações climáticas. Segundo o Science Alert, os dois investigadores …

Empresa está a contratar uma pessoa que será paga para usar pijamas e dormir

Um start-up de colchões da Índia, que se descreve como uma "empresa de soluções para dormir" está a contratar alguém que será pago apenas para fazer isso mesmo. O objetivo é testar os seus produtos de …

O primeiro local funerário de compostagem humana do mundo abre em 2021

Prevê-se que a primeira instalação funerária de compostagem humana do mundo abra na primavera de 2021, depois de os legisladores do Estado de Washington terem legalizado o processo póstumo no início do ano. A empresa Recompose, …

Estado emprestou dois milhões à Cruz Vermelha para pagar salários

A Parpública SGPS emprestou dois milhões de euros ao Hospital da Cruz Vermelha, nomeadamente para fazer pagamento de salários. A Parpública SGPS, holding tutelada pelo Ministério das Finanças, libertou dois milhões de euros para permitir ao …

Ex-ministro francês François Bayrou acusado de cumplicidade na apropriação de fundos

O ex-ministro francês François Bayrou, dirigente centrista e próximo de Emmanuel Mácron, foi acusado na sexta-feira por "cumplicidade na apropriação indevida de fundos públicos" no caso dos assistentes parlamentares do seu partido. A acusação, "anunciada antecipadamente …

"Profundamente envergonhada", Merkel visitou Auschwitz pela primeira vez

A chanceler alemã, Angela Merkel, visitou esta sexta-feira pela primeira vez o campo de concentração e extermínio de Auschwitz-Birkenau num "sinal de reconciliação com os judeus e o estado de Israel", considera o historiador René …

Capital do Natal de Algés avança com queixa-crime contra promotores

A organização da Capital do Natal, evento que decorre em Algés, Oeiras, vai apresentar uma queixa-crime contra os promotores turísticos que "adulteraram a oferta do parque", o que defraudou "um conjunto alargado de pessoas". Em causa …