Organismos com ADN desconhecido descobertos no Metro de Nova Iorque

Centenas de bactérias e outros organismos, quase metade com ADN desconhecido, podem ser encontrados no sistema de metro de Nova Iorque, segundo um estudo publicado esta semana, que também detetou vestígios de doenças como carbúnculo e peste bubónica.

No entanto, especialistas e autoridades sanitárias citados pelo jornal The New York Times indicam que os utilizadores do metro não precisam de temer pela sua saúde.

O estudo, elaborado por investigadores do Weill Cornell Medical College, e publicado na revista Cell, tinha como objetivo criar um mapa do ADN encontrado no metro de Nova Iorque, que transporta cerca de 5,5 milhões de pessoas por dia.

Durante 17 meses, foram recolhidas amostras em bancos, corrimões, assentos, portas e outros elementos da rede de metro, nas quais foram detetados milhares de tipos diferentes de organismos, metade dos quais foram considerados desconhecidos.

O estudo revelou que apenas 0,2% do ADN recolhido correspondia ao genoma humano.

Entre os milhares de organismos identificados, foram detetadas centenas de bactérias, a maioria das quais inofensivas para os seres humanos, mas também algumas que podem causar problemas digestivos, infeções por estafilococos e meningite.

d.r. weill.cornell.edu

O professor Christopher E. Mason,investigador do Weill Cornell Medical College

O professor Christopher E. Mason,investigador do Weill Cornell Medical College

Também foram encontrados alguns vestígios sem vida do que poderia ser a peste bubónica e bacilos de carbúnculo, embora os autores do estudo deixem claro que, dada a ausência de casos registados em Nova Iorque, estes agentes patogénicos provavelmente representam apenas um micróbio habitual em ambientes urbanos.

No caso da ‘peste negra’, a cidade não regista nenhum caso há mais de um século, ainda que em 2002 dois doentes do Novo México tenham visitado Nova Iorque.

Ninguém deve preocupar-se“, afirmou o responsável pelo estudo, o professor Christopher E. Mason,investigador do Weill Cornell Medical College, em declarações ao The New York Times.

O investigador explicou que as amostras também poderiam pertencer a outra bactéria muito semelhante e anunciou que a sua equipa vai tentar perceber se o suposto ADN da peste está presente nas ratazanas que vivem nos túneis do metro.

“Tal como o estudo indica claramente, os micróbios foram encontrados em níveis que não significam qualquer perigo”, disse hoje aos meios de comunicação social locais o porta-voz da empresa municipal de transportes, Kevin Ortiz.

O estudo revela ainda que os organismos encontrados numa estação de metro que ficou alagada na altura da passagem do furacão Sandy, em 2012, por Nova Iorque, são similares aos de um “ecossistema marinho“.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Sporting 1 - 4 Lask | “Leão” goleado diz adeus sem glória

O Sporting despediu-se das competições europeias sem glória. No “play-off” de acesso à fase de grupos da Liga Europa, os “leões” foram goleados por 4-1 recepção da noite desta quinta-feira ao LASK Linz. Trauner, Raguz, …

JAXA e GITAI fazem a primeira demonstração mundial de robótica espacial do setor privado

A startup de robótica espacial GITAI e a Japan Aerospace Exploration Agency (JAXA) estão a unir esforços para produzir a primeira demonstração de robótica no Espaço por uma empresa privada. O acordo assinado pela GITAI e …

Resort da Tailândia processa norte-americano por causa de avaliação negativa no Tripadvisor. Arrisca dois anos de prisão

Um resort de uma ilha da Tailândia processou um norte-americano por causa de uma análise negativa no Tripadvisor. Se for considerado culpado, o homem pode ser condenado a até dois anos de prisão. Wesley Barnes …

Em 2020, o Ártico teve a segunda menor extensão de gelo já registada

A 15 de setembro de 2020, o gelo do mar Ártico atingiu a sua extensão mínima anual, a segunda menor já registada. A região do Ártico em geral está a aquecer três vezes mais depressa …

Assassinato em série por resolver. Vacas podem estar a pisar coalas até à morte

Afinal, as vacas podem não ser herbívoros inofensivos. Um novo estudo revela que estes animais podem estar a pisar - e a matar - coalas em toda a Austrália. Os coalas enfrentam muitas ameaças, mas raramente …

Em apenas dois dias, duas mulheres "dalit" morreram vítimas de violação na Índia

De acordo com a polícia local, uma segunda mulher dalit morreu na Índia após ter sido violada por dois homens. Outro caso semelhante aconteceu esta semana, depois de uma jovem de 19 anos, do mesmo …

A Casa Branca contratou para a NOAA cientistas que defendem que as mudanças climáticas "são uma mentira"

Funcionários do governo norte-americano terão abordado cientistas com historial de críticas regulares sobre as mudanças climáticas causadas pelo homem, aos quais foram propostos cargos de gestão na NOAA. Segundo especialistas citados pela E&E News, esta …

United quase pede para Dalot sair

Adeptos pensavam que o português nunca mais ia jogar pela equipa principal do Manchester United. Jogou na Taça da Liga e não convenceu. O Manchester United seguiu para os quartos-de-final para a Taça da Liga inglesa, …

Testemunhas revelam que agentes de inteligência dos EUA consideraram sequestrar (e envenenar) Assange

Testemunhas anónimas revelaram em tribunal que planos para envenenar ou sequestrar Julian Assange da embaixada do Equador foram discutidos entre fontes da inteligência dos Estados Unidos e uma empresa de segurança privada que espiou o …

"Assassino do Twitter" assume ter matado 8 mulheres que partilharam pensamentos suicidas

O caso está a chocar o Japão. Perante o Tribunal de Tóquio, Takahiro Shiraishi declarou-se culpado, após ter assassinado e esquartejado oito mulheres e um homem em 2017. O assassino conheceu as vítimas através da rede …