Ordenados acima da lei, más condições e assédio sexual sob investigação em três IPSS

As contas da Associação Unitária de Reformados, no Seixal, e da Arrisca, nos Açores, estão sob a investigação das autoridades.

No Seixal e nos Açores duas instituições estão a ser alvo de investigações pelas autoridades, revelam a SIC e a Sábado.

A investigação da SIC revela que a Associação Unitária de Reformados, Pensionistas e Idosos do Seixal foi alvo de um processo e de uma auditoria por parte da Segurança Social. Este organismo está então a investigar todas as contas, serviços e procedimentos da instituição, depois de terem recebido uma denúncia anónima.

Uma das suspeitas a ser investigada está relacionada com vagas clandestinas no lar, que envolvem o pagamento de mensalidades fictícias em donativos.

Quanto à IPSS dos Açores, a Arrisca, em causa estará o facto de a ex-presidente da Associação receber mais de 4 mil euros por mês enquanto estava à frente da instituição, ordenado que foi censurado na sequência de uma auditoria da Secretaria Regional de Saúde, em fevereiro de 2016.

A Secretaria fez uma auditoria à Arrisca e concluiu que o ordenado da presidente Suzete Frias era de 4,067 euros. Este ordenado foi censurado, uma vez que ultrapassava o limite máximo de 1,676 euros estabelecido no Estatuto das IPSS.

O PSD/ Açores fez saber que vai levar, em resposta às informações divulgadas, uma proposta de demissão da diretora ao Parlamento Regional.

“Está em causa uma verba que excede largamente os valores praticados, quer na administração pública quer em IPSS, para idênticas funções de técnico superior na área de psicologia. Quem gere apoios públicos desta forma abusiva e em benefício pessoal, como fez a dra. Suzete Frias enquanto presidente da Arrisca, não pode continuar a merecer confiança política para administrar dinheiros públicos”, defendeu Mónica Seidi, do PSD/Açores, numa nota enviada pelo partido.

A Associação, por sua vez, defendeu-se alegando que todos os dirigentes da instituição, “designadamente” a anterior presidente Suzete Frias, “sempre deram o melhor de si, com sacrifício muitas das vezes das suas vidas pessoais, a favor dos desconsiderados e excluídos da sociedade”.

Casa da Caridade investigada por irregularidades e assédio sexual

Os funcionários da Casa da Caridade da Nossa Senhora da Conceição, em Ponte de Lima, denuncia as más condições da instituição e maus tratos aos funcionários.

Chove tanto dentro como fora. Temos paredes envelhecidas e nenhum calor humano”, começam por denunciar assim a falta de condições. À humidade juntam-se os ratos e baratas, assim como a falta de comida para os 76 utentes da instituição.

Estes relatos foram entregues, através de uma carta, ao presidente da assembleia geral daquela instituição, Pedro Saraiva, que, por sua vez, fez seguir o caso para o Ministério Público. “Deparando-me com os factos, decidi fazer uma participação. O processo está em fase de inquérito”, explicou ao Correio da Manhã.

Na mesma carta, os funcionários acusaram Aníbal Varela, presidente da Casa da Caridade, de assédio sexual.

Aníbal defende-se com a consciência tranquila. “Não vejo onde chova, até porque temos um telhado novo. Quanto às baratas e ratos, não sei onde foram buscar essa informação”. Relativamente ao caso de assédio, o presidente afirma que tudo será esclarecido.

A Segurança Social já abriu um processo de averiguações à Casa da Caridade, tendo já realizado uma diligência no terreno no passado dia 9.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Dia da Defesa Nacional regressa ao formato presencial a 2 de setembro

O Dia da Defesa Nacional, que está suspenso desde o dia 9 de março devido à pandemia de covid-19, irá regressar ao formato presencial a 2 de setembro, anunciou o Governo esta quarta-feira. Em comunicado, o …

Norte-americano detido depois de usar fundos da covid-19 para comprar um Lamborghini

As autoridades dos Estados Unidos detiveram um empresário que comprou um carro de luxo da marca Lamborghini com dinheiro que recebeu de programas federais para ajudar os afetados pelo novo coronavírus (covid-19). A notícia é …

FC Porto e Benfica disputam Supertaça a 23 de dezembro

O jogo da Supertaça, que vai opor o FC Porto ao Benfica e que deveria a abrir a temporada 2020/21, vai disputar-se a 23 de dezembro, anunciou, esta quarta-feira, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). Em …

Especialistas alemães consideram que país já está a ter uma segunda vaga

Especialistas alemães consideram que o país já está a passar por uma segunda vaga de covid-19, ainda que não seja comparável à primeira. De acordo com o sindicato dos médicos Marburger Bund, o país já está …

Governo garante que julho foi o mês com mais testes à covid-19

O mês de julho registou o maior número de testes à covid-19, totalizando 431.178 rastreios e uma média diária de 13.909, revelou, esta quarta-feira, a secretária de Estado da Saúde. Na conferência de imprensa para fazer …

Imprensa chinesa acusa EUA de "abuso de poder" para roubar TikTok

Um jornal oficial do Partido Comunista Chinês (PCC) acusou esta quarta-feira os Estados Unidos (EUA) de "abusarem do seu poder" para "roubarem" o TikTok, ao forçarem a venda da aplicação de vídeos detida pela empresa …

"Poder militar supremo". Duas semanas de estado de emergência em Beirute

O Governo libanês decretou, esta quarta-feira, o estado de emergência por duas semanas em Beirute, na sequência das explosões no porto da capital. O último balanço feito pelo Governo aponta para 135 mortos. Pelo menos 135 …

43% dos restaurantes pondera avançar para insolvência

Cerca de 43% das empresas de restauração e bebidas e de 17% do alojamento turístico ponderam avançar para insolvência, informa o mais recente inquérito mensal da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP). "No …

António Mexia investe 25 mil euros no aumento de capital da EDP

O presidente do Conselho de Administração Executivo da EDP, que se encontra com funções suspensas, subscreveu 7738 ações, num investimento de 24.535 euros, no aumento de capital de mais de mil milhões de euros do …

Liga quer adeptos nas bancadas em setembro. Governo não se compromete

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) disse, esta quarta-feira, que o organismo está a trabalhar para que a época 2020/21 comece com público nas bancadas. Na conferência "Futebol Profissional e Economia Pós COVID-19", …