Ordem recebeu 20 pedidos de ajuda de pais acompanhados na clínica Ecosado

Cerca de duas dezenas de pais acompanhados na clínica Ecosado estão preocupados com as ecografias lá realizadas, tendo pedido ajuda e aconselhamento à Ordem dos Médicos (OM).

O bastonário da Ordem dos Médicos (OM), Miguel Guimarães, adiantou que os pedidos de ajuda foram dirigidos ao bastonário e foram feitos principalmente pelos pais.

“Também há casos de grávidas, mas foram basicamente os maridos que tomaram a dianteira. Ficaram preocupados, e bem”, disse o bastonário dos médicos.

Segundo Miguel Guimarães, as preocupações dos pais prendiam-se com o facto de as grávidas estarem a realizar as ecografias naquela clínica em Setúbal, onde um médico realizou ecografias à mãe de um bebé que nasceu com malformações graves.

“Uma das questões que se colocou e foi a mais frequente (…) era a dizer que estavam a fazer as ecografias na Ecosado e que agora não sabiam como haviam de fazer”, porque tinham dúvidas se o médico tinha feito corretamente o exame.

Perante esta preocupação, os pais pediram aconselhamento à OM no sentido de indicar, por um lado, onde deviam fazer a ecografia e, por outro lado, se deviam repetir as ecografias já realizadas, disse Miguel Guimarães, referindo ainda casos de pais preocupados com o destino a dar às credenciais para ecografias que têm em mãos, uma vez que foi denunciado que a Ecosado não tem convenção com o SNS.

A agência Lusa contactou especialistas no sentido de perceber o impacto que casos como o deste bebé que nasceu sem parte rosto pode ter em grávidas e se tem havido manifestações de preocupação por parte de famílias.

“Em Portugal, a distribuição dos nossos recursos humanos e a sua qualificação é muito elevada e não podemos confundir um caso que ocorre marginal numa pequena situação com todo o universo da vigilância da gravidez em Portugal, que tem dos melhores indicadores quer obstétricos quer neonatais da OCDE”, disse à agência Lusa o presidente do Conselho Regional do Sul da OM, Alexandre Valentim Lourenço.

Também médico obstetra no Hospital Santa Maria, Alexandre Valentim Lourenço afirmou que não tem havido “um afluxo anormal de grávidas ou de pais a pedirem informação suplementar, embora haja alguma preocupação”.

“Muitas destas pessoas que estão a seguir uma gravidez têm uma boa relação com o seu médico assistente, o qual lhes dá muito tempo de atenção e têm resolvido com o seu médico assistente as dúvidas que, entretanto, possam ter surgido”, sublinhou.

O presidente da Sociedade Portuguesa de Obstetrícia, Luís Graça, afirmou por seu turno que as “grávidas podem ficar tranquilas”, mas disse compreender uma eventual preocupação.

“Eu entendo que as grávidas, que mesmo sem haver este tipo de acontecimentos têm sempre alguma ansiedade relativamente ao seu bebé, agora fiquem bastante mais preocupadas”, afirmou o especialista, que exerce há mais de 40 anos.

No entanto, deve dar-se “uma palavra de tranquilidade, porque a maior parte dos locais onde se faz ecografia obstétrica é de qualidade média ou superior”.

“A maior parte dos médicos que fazem ecografia obstétrica são pessoas com qualidade ou pelo menos são pessoas que têm a consciência das suas limitações e, portanto, se tiverem alguma dúvida mandam a outro lado”, salientou.

Portanto, vincou Luís Graça, “as grávidas não têm que ficar completamente desaustinadas com o que sucedeu. Agora que é compreensível estarem preocupadas, sim”.

Alexandre Valentim Lourenço acrescentou que a OM pode assegurar que Portugal tem especialistas na área de obstetrícia de “elevada qualidade e que a vigilância da gravidez em Portugal é, por exemplo, de melhor qualidade do que no Reino Unido“, onde a maior parte das grávidas não têm acesso aos mesmos métodos complementares nem às ecografias que existem em Portugal.

Para o responsável, “é importante” preservar o que foi construído ao longo de 20 anos na área materno-infantil e “evitar que haja desregulação, falta de controlo e que se retorne a um passado, já um pouco antigo, de uma situação em que os indicadores e a assistência não eram tão bons”.

Contactado pela Lusa para saber se o SNS 24 registou um acréscimo de contactos para o SNS 24 por parte de grávidas, os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) afirmaram que não.

“Não se registaram alterações no SNS 24, quer através do canal telefónico, quer digital, no que diz respeito à procura de temas como Gravidez/Gravidez e puerpério, saúde da mulher, guia da grávida ou interrupção Voluntária da Gravidez”.

  // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O chef sírio Imad Alarnab

Imad fugiu da Síria há seis anos. Agora, tem um restaurante de sucesso em Londres

O chef sírio Imad Alarnab deixou a Síria há seis anos, onde tinha vários restaurantes, rumo a Inglaterra. Não desistiu dos seus sonhos e agora tem um novo projeto no agitado Soho, no centro de …

Máquina de venda automática de brindes

Máquina das bolas japonesa. As pequenas esferas de plástico guardam os detalhes de uma viagem surpresa

As máquinas de venda automática de brindes, conhecidas como gachapon no Japão, têm inovado nos últimos anos. Agora, são os detalhes de uma viagem que estão guardados nas pequenas bolas de plástico. O valor das bolas …

O Supremo dos EUA mudou as suas regras para que as juízas não fossem constantemente interrompidas

Revelação foi feita por Sonia Sotomayor, uma das três mulheres que compõe o coletivo de nove juízes e a primeira latina a chegar ao cargo. O facto de serem constantemente interrompidas em reuniões ou outros …

A candidata a primeira-ministra da Hungria, Klára Dobrev.

Num futuro sem Orbán, a oposição escolhe entre um novo conservador ou uma liberal divisiva

Os opositores de Viktor Orbán estão na dúvida quanto ao candidato para enfrentar o atual primeiro-ministro nas próxima eleições. Esta indecisão pode custar-lhes o assalto ao cargo. Viktor Orbán é um nome recorrente na política húngara. …

Nuno Melo, do CDS/PP

Nuno Melo ataca líder do CDS por anunciar sentido de voto sem consultar deputados

O candidato à liderança do CDS-PP criticou, este sábado, o atual líder do partido por ter comunicado publicamente a intenção de votar contra a proposta de Orçamento do Estado sem se ter reunido com os …

Vaticano tem três celas e um só prisioneiro. Uma onda de julgamentos pode mudar isso

Dez pessoas vão ser julgadas no Vaticano por crimes relacionados com a venda de um edifício em Londres. Visto como limitado e sombrio, o sistema judicial da cidade-estado está a mudar. Carlo Capella é o único prisioneiro …

Alexandra Leitão diz que "não há trabalhadores a mais na Administração Pública"

A ministra da Modernização do Estado assegura que não há trabalhadores a mais na Administração Pública e assume toda a abertura do Governo para negociar, "com humildade e responsabilidade", medidas adicionais às inscritas no OE2022. Em …

Start-up israelita quer fazer roupa a partir de algas

A Algaeing, criada em 2016, é uma empresa que converte as algas numa fórmula líquida, que depois pode ser usada como corante ou transformada num tecido. A indústria da moda é uma das responsáveis pelas emissões …

O antigo Presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton

Bill Clinton já teve alta hospitalar e deve regressar a Nova Iorque

O ex-Presidente dos Estados Unidos deixou, neste domingo de manhã, o hospital da Califórnia onde foi internado com uma infeção, informou o chefe da equipa de médicos que o tratou. "O Presidente Clinton teve alta do …

Acordo escrito. Bloco diz que Governo "conhece bem" os pontos negociais

O Bloco de Esquerda anunciou, este domingo, que vai enviar ao Governo propostas de articulado de nove pontos negociais colocados em cima da mesa no início de setembro, aos quais declara não ter obtido resposta …