OLX regista queda na procura de quartos para arrendar, mas oferta subiu 228% em relação a 2019

Simon Collison / Flickr

A pandemia afetou várias áreas da economia e o setor imobiliário não fugiu à regra. De acordo com o Público, a procura de quartos para arrendar na plataforma OLX teve uma queda abrupta entre os meses de maio e agosto. Em contrapartida, a oferta de imóveis na plataforma disparou 228% em relação ao mesmo período do ano passado.

O panorama imobiliário em Portugal resume-se assim: muitos quartos para arrendar, mas pouca procura por parte dos inquilinos.

Em relação ao ano passado, os últimos quatro meses de 2020 registaram uma diminuição da procura de quartos para arrendar no OLX que se traduz numa queda de 88%. Contudo, houve um aumento da procura de casas de férias no final do estado de emergência, sobretudo na região de Lisboa e vale do Tejo, avança o Público.

Andreia Pacheco, brand manager do grupo OLX, explica que esta queda abrupta deve-se a “uma realidade que tem sido muito falada desde o surgimento da pandemia, nomeadamente no que concerne à falta de turistas no território nacional e à consequente necessidade dos proprietários de alojamento local darem outro uso aos seus imóveis”, disse ao diário através de um comunicado escrito.

A brand manager da plataforma explica que a consequência é uma “subida brutal da oferta” de quartos para arrendar, com a descida dos preços a acompanhar o crescimento de novos anúncios, “sobretudo em regiões onde estes estavam inflacionados”. Segundo o OLX, em relação ao período entre maio e agosto de 2019, a oferta disparou em 222%.

Segundo o Público, na capital, o preço médio por mês de quartos para arrendar na plataforma de arrendamento caiu drasticamente de 633 euros para 368 euros. A segunda maior descida registou-se a norte, no distrito de Viana do Castelo, onde os preços caíram de uma média de 233 euros por mês por quarto para 196 euros.

Por outro lado, em muitas regiões os quartos para arrendar no OLX registaram uma ligeira subida. Nos distritos de Coimbra e Viseu, os quartos tornaram-se mais caros, registando um crescimento de 32% e 38% no preço médio por mês, respetivamente. Também no Porto, o preço médio de quartos subiu de 278 euros para 309 euros por mês.

Apenas a cidade de Aveiro não sofreu praticamente nenhuma alteração. Ainda assim, os quartos mais baratos anunciados na plataforma ficam na Guarda, onde o preço médio é apenas 136 euros por mês, revela o Público.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Teresa Leal Coelho admite processar ex-vereador Fernando Nunes da Silva

A vereadora da Câmara Municipal de Lisboa Teresa Leal Coelho admitiu que poderá vir a processar o antigo vereador Fernando Nunes da Silva, devido às declarações sobre a reposição dos sentidos de circulação na Avenida …

Linha de Fundo: Benfica reforça liderança, mais recados de Conceição, um jardim de infância especial e João “rosa” Almeida

Era uma vez um Clássico... Deu empate o primeiro clássico da época 2020/21. Em Alvalade, Sporting e FC Porto igualaram-se a duas bolas, num jogo que valeu pelas mudanças de resultado, mas que nem sempre foi …

CDS critica PS por obrigar portugueses a pagar "buraco" da TAP para servir apenas Lisboa

O CDS está "chocado" por a TAP ir abandonar as quatro rotas que opera no Aeroporto Francisco Sá Carneiro e critica o PS por obrigar portugueses a pagar "buraco" da TAP para servir apenas Lisboa. O …

Contratos de associação dos colégios privados. Ministério da Educação vence todos os 55 processos judiciais

Em todos os 55 processos judiciais que os colégios privados moveram contra o Ministério da Educação em 2016, na sequência da polémica dos contratos de associação, todas as 55 decisões foram favoráveis ao Governo. O jornal …

Famílias numerosas podem pedir desconto no IVA da luz a partir de março

As famílias com cinco ou mais elementos só poderão usufruir da redução do IVA da eletricidade a partir de 1 de março e terão de o requerer junto do seu fornecedor, segundo uma portaria esta …

Vacina da gripe disponível para mais grupos. Farmácias temem não ter stock suficiente

A vacina da gripe está, a partir desta segunda-feira, disponível para mais grupos populacionais com o início da segunda fase da campanha, que estende a vacinação a pessoas com 65 ou mais anos e pessoas …

Franceses em protesto para homenagear professor decapitado. Autoridades procuram radicais islâmicos

Milhares de pessoas reuniram-se no domingo no centro de Paris numa demonstração de repúdio pela decapitação do professor que mostrou aos seus alunos desenhos do Profeta Maomé. Os manifestantes da Praça da República ergueram cartazes onde …

Proud Boys acreditam na vitória de Trump: "Vamos Ganhar". Voto antecipado começa hoje na Florida

O líder do grupo Proud Boys disse à Lusa, durante uma manifestação em Miami, que Donald Trump vai vencer as eleições presidenciais norte-americanas, e rejeitou a acusação de que é dirigente de uma organização extremista. …

Projeto desenvolve testes rápidos de baixo custo para detetar imunidade

Um consórcio de universidades e uma empresa querem desenvolver "testes rápidos e de baixo custo" para detetar a resposta imunitária ao vírus SARS-CoV-2. O projecto TecniCov, que "obteve um financiamento de 450 mil euros da Agência …

"Medo constante". Human Rights Watch denuncia tortura na Coreia do Norte

Uma organização não-governamental denunciou esta segunda-feira que o sistema norte-coreano de detenção pré-julgamento e de investigação é cruel e arbitrário, com ex-detidos a descreverem tortura sistemática, corrupção e trabalhos forçados não-remunerado. No relatório de 88 páginas, …