Obama saúda “acordo histórico” sobre nuclear iraniano

Scout Tufankjian for Obama for America / Barack Obama / Flickr

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama

O Presidente dos EUA, Barack Obama, saudou esta quinta-feira a conclusão de um acordo “histórico” sobre o programa nuclear do Irão que será objeto de “inspeções sem precedentes”, na sequência do acordo anunciado pelos negociadores.

“Hoje, os Estados Unidos, com os seus aliados e parceiros, concluíram um acordo histórico com o Irão que, se for plenamente aplicado, impedirá a obtenção da arma nuclear“, declarou o Presidente norte-americano durante uma declaração na Casa Branca.

O Irão deu o seu acordo para um regime de transparência e às mais intensas inspeções até hoje negociadas na história dos programas nucleares”, adiantou, numa referência à conclusão da maratona negocial que decorreu entre as seis potências e o Irão em Lausana, na Suíça.

Obama sublinhou ainda os esforços efetuados por Teerão no acordo de princípio assinado na cidade suíça. “O Irão preencheu todas as suas obrigações. Eliminou as suas reservas de material nuclear perigoso. E as inspeções do programa nuclear aumentaram. E prosseguimos as negociações para tentarmos alcançar um acordo mais completo”, disse.

O chefe da Casa Branca revelou ainda que iria telefonar ao primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, após o anúncio deste acordo.

Antes, e ao pronunciar-se sobre este acordo de princípio, Netanyahu voltou a exigir uma “redução considerável” das capacidades nucleares de Teerão, enquanto o ministro dos serviços de Informações israelita, Youval Steinitz, afirmava que a opção militar permanece em vigor para o seu país face à ameaça de um Irão na posse da arma nuclear.

Obama também informou que contactou com o rei Salmane Ben Abdel Aziz, da Arábia Saudita e anunciou uma cimeira com os países árabes do Golfo para Camp David, nos Estados Unidos, durante a primavera.

O grupo das grandes potências designado “5+1” – que inclui os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU (Estados Unidos, China, Rússia, Reino Unido e França) e a Alemanha – negociava com os iranianos em Lausanne desde 26 de março.

A chefe da diplomacia da União Europeia (UE), Federica Mogherini, presidiu às negociações em Lausana com o chefe da diplomacia de Teerão, Mohammad Javad Zarif.

Ao final da tarde de hoje foi anunciado um acordo de princípio para resolver o dossiê nuclear iraniano, etapa decisiva para um acordo final com os aspetos técnicos e legais até 30 de junho.

Segundo os primeiros elementos divulgados por este pré-acordo, a capacidade de enriquecimento do Irão deverá ser reduzida e o país deverá manter 6.000 centrifugadoras em atividade, contra as 19.000 atualmente.

O secretário de Estado norte-americano John Kerry, que participou nas negociações de Lausana, admitiu por sua vez que as reservas de urânio enriquecido do Irão serão reduzidas “em 98% durante 15 anos”.

Segundo referiu a UE, serão levantadas as sanções norte-americanas e europeias, que estrangulam a economia iraniana, em função dos respeitos dos compromissos pelo Irão.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

O sonho de Christo concretizou-se, 60 anos depois. O Arco do Triunfo foi embrulhado como um presente

Já desde o início dos anos 60 que Christo imaginava como seria cobrir o Arco do Triunfo em tecido. A sua visão foi finalmente concretizada e pode ser visitada entre 18 de Setembro e 3 …

Holanda. Ministra da Defesa renuncia devido à crise de evacuação do Afeganistão

Após a ministra das Relações Externas holandesa, Sigrid Kaag, renunciar devido ao desastre da evacuação do Afeganistão, esta sexta-feira foi a vez da ministra da Defesa, Ank Bijleveld. Segundo relatou o Guardian, acredita-se que os ministros …

Tribunal da África do Sul recusa anular pena de prisão do ex-Presidente Jacob Zuma

O mais alto tribunal da África do Sul rejeitou o pedido do ex-Presidente Jacob Zuma para anular a sua sentença de 15 meses de prisão por não comparecer a uma sessão de inquérito por corrupção. Em …

EUA. Advogado planeou o próprio assassinato para o filho receber seguro. Foi detido por fraude

Um influente advogado norte-americano, cuja esposa e um dos filhos foram assassinados, foi acusado de fraude contra uma empresa de seguros e falso testemunho por organizar o seu próprio assassinato. Segundo avançou a agência France-Presse, …

Norberto Mourão conquista bronze nos Mundiais de canoagem adaptada

Norberto Mourão já tinha conquistado o bronze nos Jogos Paralímpicos de Tóquio e junta agora mais uma medalha à colecção, desta vez nos Mundiais de canoagem adaptada. O atleta de canoagem adaptada Norberto Mourão conquistou hoje …

Caso George Floyd. Polícia condenado a 22 anos de prisão pode ver a sentença revertida

A intervenção do Supremo Tribunal do Minnesota num outro caso de violência policial para reduzir a pena de um agente pode abrir um precedente para que haja alterações na sentença de Derek Chauvin. Segundo avança a …

Futebol português contra Campeonato do Mundo de dois em dois anos

O futebol português está contra a intenção da FIFA de aumentar a periodicidade do Campeonato do Mundo, passando de quatro para de dois em dois anos, refere um comunicado conjunto divulgado hoje. O documento, assinado pela …

Governo quer proibir empresas de recorrer ao 'outsourcing' após despedimento coletivo

O Governo quer proibir as empresas que façam despedimentos coletivos de recorrerem ao 'outsourcing' (contratação externa) durante os 12 meses seguintes, disse hoje a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. No final …

Barcelona: Cruyff afasta-se e perder com o Benfica seria "um drama"

Ronald Koeman até poderá sair mas não será Jordi Cruyff a substituir o seu compatriota. O Barcelona atravessa uma fase perturbada, já há algum tempo, mas o panorama financeiro piorou o cenário fora de campo e …

Casa Branca oferece "telefonema educativo" a Nicki Minaj para acalmar apreensões sobre a vacina

Depois de um tweet de Nicki Minaj se ter tornado viral por associar a vacina contra a covid-19 à impotência, a Casa Branca convidou a rapper para um telefonema com especialistas para esclarecerem as suas …