O segredo dos camaleões está escondido nos seus cristais

Investigadores suíços descobriram como é que os camaleões conseguem mudar de cor: os cristais existentes dentro das suas células cutâneas reorganizam-se em diferentes formas.

Acreditava-se, até agora, que a habilidade do camaleão para mudar de cor provinha do facto de recolher ou dispersar pigmentos coloridos dentro das diferentes células.

No entanto, este novo estudo descreve que a coloração mutante vem de uma seleção de cristais.

Além disso, o animal tem uma segunda camada de células que refletem a luz e parecem ajudar o animal a arrefecer o corpo.

Os répteis produzem as suas cores de duas formas: por um lado, têm as células cheias de pigmentos de cores quentes ou escuras; por outro lado, os azuis mais claros e brancos vêm da luz refletida nos elementos físicos, como esses cristais – as chamadas “cores estruturais”.

As cores também podem ser misturadas: um verde vibrante pode surgir de um azul coberto por um pigmento amarelo.

Os camaleões macho podem mudar completamente de cor quando veem um potencial parceiro ou um adversário.

Cristais, pigmentos e luz

Publicado na Nature Communications, este estudo é uma colaboração ente físicos quânticos e biólogos da evolução da Universidade de Genebra.

Primeiro, os investigadores perceberam que não havia células de pigmento amarelo ou vermelho que pudessem explicar as mudanças de cor no animal. Os cientistas acabaram por perceber que os cristais dentro de células específicas formavam padrões bastante regulares – criando cores.

“Quando observamos com olhos de físico, sabemos que os cristais terão um efeito na luz”, afirma um dos autores, Michel Milinkovitch.

O investigador e os seus colegas passaram a investigar, então, se esses cristais poderiam explicar não apenas as cores fortes do camaleão, mas as mudanças dessas cores.

Milinkovitch explica que as formas geométricas adotadas pelos cristais mudavam quando o camaleão queria, por exemplo, exibir-se diante de outro macho. O efeito final é o de um “espelho seletivo“.

A luz passa pelos cristais e reflete cores de acordo com a distância entre as camadas de cristais. “Se a distância entre as camadas é pequena, reflete pequenos comprimentos de onda como azul; se a distância é maior, reflete comprimentos de onda maior, como vermelho”, diz Milinkovitch.

Foi então que, ao recolher uma amostra da pele do animal, os cientistas conseguiram alterar os formatos dos cristais: colocando-os em água salgada e tirando os seus fluidos, reproduziram uma mudança de cor semelhante à ocorrida nos camaleões.

Sob a camada de células com cristais geometricamente organizados, os cientistas descobriram uma camada adicional, onde as células são muito maiores e desorganizadas, capazes de refletir melhor a luz. Acredita-se que essa camada possa ter a função de refletir a luz do sol e manter baixas as temperaturas do corpo do camaleão.

Além disso, essas diferentes camadas parecem ser uma particularidade dos camaleões, não observadas em outros répteis.

Milinkovitch diz que “os camaleões inventaram algo completamente novo na evolução” com essa divisão de camadas, sendo uma delas especializada em mudar de cor e a outra em reduzir a quantidade de energia absorvida pelo animal.

Devi Stuart-Fox, especialista em coloração animal e docente na Universidade de Melbourne, na Austrália, afirma estar impressionada com o estudo suíço. “Sabemos que outros lagartos mudam de cor ao mudar o tamanho e espaço entre os cristais, mas esse estudo é a primeira demonstração disso em camaleões, e o faz de forma muito convincente”, explicou à BBC.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

A Evolução mostra que podemos ser a única forma de vida inteligente no Universo

As reduzidas probabilidades que acompanham a nossa evolução ao longo da história podem ser uma pista que talvez sejamos a única forma de vida inteligente no Universo. Será que estamos sozinhos no Universo? Tudo se resume …

A China está a usar a educação como arma para controlar o Tibete

A China quer obrigar crianças tibetanas a abandonarem as escolas da região e mudarem-se para escolas chinesas. O objetivo, segundo uma especialista, é "tirar o tibetano da criança". A batalha geopolítica entre a China e o …

Revelada explosão violenta no coração de um sistema que alberga um buraco negro

Uma equipa de astrónomos, liderada pela Universidade de Southampton, usou câmaras de última geração para criar um filme com alta taxa de quadros de um sistema com um buraco negro em crescimento e a um …

"É altura de dizer basta". Sporting corta com as claques

O Sporting rescindiu “com efeitos imediatos” os protocolos que celebrou em 31 de julho com a Associação Juventude Leonina e com o Diretivo Ultras XXI – Associação, anunciou hoje o clube, devido à “escalada de …

Poluição atmosférica associada a abortos espontâneos

Elevados níveis de poluição atmosférica foram associados a abortos espontâneos num estudo feito com mulheres grávidas a viver e trabalhar em Beijing, na China. A China é um dos países que mais sofre com a poluição …

Empresas espanholas dominam obras públicas na ferrovia

As empresas espanholas dominam as obras públicas na ferrovia em Portugal, ascendendo a sua quota a 70%, avança o Expresso na sua edição deste sábado. Para presidente da Associação de Empresas de Construção e Obras …

Cada vez mais mulheres denunciam abusos médicos durante o parto

Um número crescente de mulheres tem vindo a denunciar casos de abuso durante o trabalho de parto. No entanto, pouco está a ser feito para mudar isto. Durante o parto, as mulheres ficam numa posição vulnerável …

Já podemos explorar "Melckmeyd", naufrágio holandês do século XVII

Nas profundezas do Oceano Atlântico, perto da costa da Islândia, encontram-se os destroços de um navio holandês que afundou há 360 anos, no qual agora podemos "mergulhar" graças a uma experiência de realidade virtual. Quando a …

Os furacões podem provocar atividade sísmica tal como um terramoto

Uma equipa de cientistas descobriu um novo fenómeno geofísico no qual furacões ou fortes tempestades podem produzir vibrações no fundo do oceano tão fortes quanto um terramoto de magnitude 3.5. "As tempestades, furacões ou ciclones extratropicais …

Quem anda mais devagar pode envelhecer mais rapidamente

A velocidade a que caminham as pessoas aos 45 anos pode ser um indicador de como é que o cérebro e o corpo envelhecem, revela um novo estudo levado a cabo por uma equipa de …