O maior ser vivo do planeta tem quase 4 km e é quase invisível

Armand Robichaud / Flickr

Armillaria solidipes, também conhecido como o "cogumelo do mel"

Armillaria solidipes, também conhecido como o “cogumelo do mel”

O chef italiano Antonio Carluccio diz que é delicioso com espaguete e pimenta vermelha. Mas, para os jardineiros, ele é uma ameaça a cercas vivas, rosas e outras flores.

O fungo parasita em causa, Armillaria solidipes, é aparentemente saboroso, mas não ficou famoso apenas por dividir opiniões. É também considerado por muitos o maior organismo vivo da Terra.

Trata-se, mais concretamente, de um tipo específico do fungo Armillaria, da família Physalacriaceae, que cresce nas Blue Mountains, no Estado norte-americano do Oregon, e mede 3,8 km de comprimento – dimensões que lhe permitem ser considerado o maior ser vivo da Terra.

Há diversas espécies de fungos do género Armillaria, também conhecido como o “cogumelo do mel“. Colonizam e matam diversas árvores e plantas lenhosas, que produzem madeira.

Mas os grandes grupos de cogumelos castanho-amarelados que vemos à superficie na realidade são apenas uma parte de organismos muito maiores.

Estes organismos são compostos de rizomorfos, estruturas com aspecto semelhante ao de raízes das plantas, capazes de transportar nutrientes a grandes distâncias.

Estes organismos fúngicos espalham-se sob a superfície em busca de novos anfitriões e de redes subterrâneas de filamentos tubulares, conhecidas como micélios.

Mas só recentemente os cientistas descobriram o tamanho que estas estruturas atingem.

Assassinos de árvores

Em 1998, uma equipa do Serviço Florestal dos Estados Unidos decidiu investigar a causa da mortandade de árvores de grande porte na floresta nacional Malheur, no Oregon.

Os investigadores identificaram áreas afectadas em fotografias aéreas e recolheram amostras de raízes de 112 árvores mortas ou que estavam a morrer, a maior parte dos quais pinheiros.

Testes mostraram que todos, excepto quatro, tinham sido infectados pelo fungo Armillaria solidipes, antes conhecido como Armillaria ostoyae.

Quando os micélios de A. solidipes geneticamente idênticos se encontram, podem fundir-se e formar um novo indivíduo.

Os investigadores aproveitaram essa capacidade e cultivaram amostras de fungos, aos pares, em placas de Petri.

Ao observar quais as amostras que se fundiam e quais as que rejeitavam os outros, os cientistas descobriram que 61 das árvores moribundas árvores tinham sido atacadas pela mesma colónia clone – indivíduos com formação genética idêntica, originados a partir do mesmo organismo.

As mais espaçadas destas árvores encontravam-se a 3,8 km de distância uma da outra.

O grupo calculou que o A. solidipes assassino cobria uma área de 9,6 km² e tinha entre 1.900 e 8.650 anos de idade.

Na altura, o maior organismo vivo conhecido era um fungo da mesma espécie, descoberto em 1992 no sudoeste de Washington, que se estendia por 6,5 km².

Há um velho debate entre os biólogos sobre o que constitui ou não um organismo individual.

Mas a colónia-clone recordista de A. Solidipes passa perfeitamente no teste, com base na definição do que é um indivíduo único.

Efectivamente, é um ser constituído por células geneticamente idênticas, que conseguem comunicar entre si, e que têm um objectivo comum – ou conseguem, pelo menos, coordenar-se.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Reino Unido e Espanha aumentam restrições. Itália e Alemanha com quase dois mil casos

Madrid restringe movimentos de 850 mil pessoas, Itália regista um aumento dos casos de infeção nas últimas 24 horas, britânicos enfrentam novas restrições no país e Alemanha com dois mil novos casos de covid-19. A região …

Trump novamente acusado de assédio sexual. "Enfiou a língua na minha garganta", disse Amy Doris

O Presidente dos EUA, Donald Trump, foi acusado esta quinta-feira de agressão sexual por uma ex-modelo, num episódio que alegadamente terá ocorrido num torneio de ténis, em 1997. A ex-modelo Amy Dorris relatou ao jornal britânico …

Ventura pondera suspender mandato para se dedicar à campanha presidencial

O presidente do Chega afirmou hoje que o seu partido "está a analisar" no plano jurídico a questão da suspensão temporária do seu mandato de deputado para se dedicar às campanhas dos Açores e presidenciais. Em …

Schumacher está em estado vegetativo e dificilmente recupera, avisa neurologista

Um neurologista ouvido num documentário da RMC Sport diz que o ex-piloto de Fórmula 1 Michael Schumacher está em estado vegetativo e dificilmente recuperará. Já passaram quase sete anos desde que Michael Schumacher sofreu um acidente …

Processos com acórdãos a meias entre Rangel e Galante estão em risco

Durante dez anos, centenas de acórdãos do Tribunal da Relação de Lisboa foram feitos a meias entre Rui Rangel e Fátima Galante. Agora, esses processos estão em risco. A Procuradoria-Geral da República anunciou esta sexta-feira a …

Espanha. Jovem é esfaqueado após alertar para o uso de máscara

Três homens foram detidos em Madrid sob suspeita de terem esfaqueado um jovem que chamou a atenção de um deles por não usar máscara no interior de uma mercearia. Espanha é dos países do mundo mais …

Dez apostas que podem despontar o seu talento na Liga NOS

Nos últimos anos, dificilmente se encontra um mercado de Verão tão interessante como este. Contra todas as expectativas, dado que a pandemia trouxe alguma incerteza, os clubes portugueses têm investido mais e melhor, desde o …

Mulher morre devido a um ataque de ransomware a um hospital na Alemanha

Uma mulher morreu esta semana devido a um ataque de ransomware direcionado ao sistema operativo de um hospital em Duesseldorf, na Alemanha. Segundo as autoridades alemãs, a mulher precisava de cuidados médicos urgentes e foi encaminhada …

Portugal está "numa terceira fase de crescimento" da pandemia, avisa epidemiologista

"Estamos numa terceira fase de crescimento" de novos casos de covid-19, garante Baltazar Nunes, epidemiologista do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge. O número de novos casos voltou a aumentar esta sexta-feira, batendo o recorde …

Áustria corrige Trump. Os seus cidadãos não vivem em florestas

O Governo austríaco decidiu corrigir a afirmação do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que afirmou que as pessoas naquele país europeu vivem em "cidades da floresta". Trump referiu recentemente a Áustria e outros países europeu …