O maior ser vivo do planeta tem quase 4 km e é quase invisível

Armand Robichaud / Flickr

Armillaria solidipes, também conhecido como o "cogumelo do mel"

Armillaria solidipes, também conhecido como o “cogumelo do mel”

O chef italiano Antonio Carluccio diz que é delicioso com espaguete e pimenta vermelha. Mas, para os jardineiros, ele é uma ameaça a cercas vivas, rosas e outras flores.

O fungo parasita em causa, Armillaria solidipes, é aparentemente saboroso, mas não ficou famoso apenas por dividir opiniões. É também considerado por muitos o maior organismo vivo da Terra.

Trata-se, mais concretamente, de um tipo específico do fungo Armillaria, da família Physalacriaceae, que cresce nas Blue Mountains, no Estado norte-americano do Oregon, e mede 3,8 km de comprimento – dimensões que lhe permitem ser considerado o maior ser vivo da Terra.

Há diversas espécies de fungos do género Armillaria, também conhecido como o “cogumelo do mel“. Colonizam e matam diversas árvores e plantas lenhosas, que produzem madeira.

Mas os grandes grupos de cogumelos castanho-amarelados que vemos à superficie na realidade são apenas uma parte de organismos muito maiores.

Estes organismos são compostos de rizomorfos, estruturas com aspecto semelhante ao de raízes das plantas, capazes de transportar nutrientes a grandes distâncias.

Estes organismos fúngicos espalham-se sob a superfície em busca de novos anfitriões e de redes subterrâneas de filamentos tubulares, conhecidas como micélios.

Mas só recentemente os cientistas descobriram o tamanho que estas estruturas atingem.

Assassinos de árvores

Em 1998, uma equipa do Serviço Florestal dos Estados Unidos decidiu investigar a causa da mortandade de árvores de grande porte na floresta nacional Malheur, no Oregon.

Os investigadores identificaram áreas afectadas em fotografias aéreas e recolheram amostras de raízes de 112 árvores mortas ou que estavam a morrer, a maior parte dos quais pinheiros.

Testes mostraram que todos, excepto quatro, tinham sido infectados pelo fungo Armillaria solidipes, antes conhecido como Armillaria ostoyae.

Quando os micélios de A. solidipes geneticamente idênticos se encontram, podem fundir-se e formar um novo indivíduo.

Os investigadores aproveitaram essa capacidade e cultivaram amostras de fungos, aos pares, em placas de Petri.

Ao observar quais as amostras que se fundiam e quais as que rejeitavam os outros, os cientistas descobriram que 61 das árvores moribundas árvores tinham sido atacadas pela mesma colónia clone – indivíduos com formação genética idêntica, originados a partir do mesmo organismo.

As mais espaçadas destas árvores encontravam-se a 3,8 km de distância uma da outra.

O grupo calculou que o A. solidipes assassino cobria uma área de 9,6 km² e tinha entre 1.900 e 8.650 anos de idade.

Na altura, o maior organismo vivo conhecido era um fungo da mesma espécie, descoberto em 1992 no sudoeste de Washington, que se estendia por 6,5 km².

Há um velho debate entre os biólogos sobre o que constitui ou não um organismo individual.

Mas a colónia-clone recordista de A. Solidipes passa perfeitamente no teste, com base na definição do que é um indivíduo único.

Efectivamente, é um ser constituído por células geneticamente idênticas, que conseguem comunicar entre si, e que têm um objectivo comum – ou conseguem, pelo menos, coordenar-se.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Matosinhos é a primeira cidade 5G em Portugal

A NOS cobriu totalmente Matosinhos com 5G, em parceria com a Huawei, tornando-a na primeira cidade de quinta geração móvel em Portugal, anunciou, esta quarta-feira, a operadora de telecomunicações. De acordo com a operadora, "a rede …

O Super Mundial de Clubes vem aí e o Barcelona pode ficar de fora

O Barcelona poderá ficar fora da próxima grande competição da FIFA: o Super Mundial de Clubes. Para inverter esta situação, os catalães terão de ganhar uma das próximas duas edições da Champions. O Conselho da FIFA …

Falência da Thomas Cook leva ao encerramento de empresas no Algarve

De acordo com a TSF, há empresas que não vão conseguir resistir ao colapso do grupo britânico Thomas Cook, que anunciou falência há cerca de um mês. Um mês depois de ter sido anunciada a falência …

Ex-ministro da Saúde questiona regulador no caso do bebé sem rosto em Setúbal

Adalberto Campos Fernandes diz que o caso do bebé com malformações graves dá motivos para questionar a utilidade da Entidade Reguladora da Saúde. Ordem dos Médicos está a agir "adequadamente". O antigo ministro da Saúde Adalberto …

Nuno Artur Silva vendeu participação nas Produções Fictícias ao sobrinho

Nuno Artur Silva, futuro secretário de Estado do Cinema, Audiovisual e Media vendeu a sua participação na produtora de conteúdos Produções Fictícias. Desta forma, o indigitado secretário de Estado já não tem participações em empresas …

Encerrados na Índia dois call-centers que enganavam e roubavam pessoas em todo o mundo

Dois call-centers que praticavam um tipo de fraude que fez milhares de vítimas em todo o mundo, entre as quais muitas pessoas de idade, foram encerrados em Calcutá. A operação, que envolveu as polícias indiana e …

José Neves da Farfetch nomeado pela terceira vez para prémios da moda britânicos

O fundador e presidente executivo da empresa tecnológica portuguesa Farfetch, José Neves, está nomeado pelo terceiro ano consecutivo para os prémios de moda britânicos, anunciou hoje a organização. José Neves, empresário fundador da plataforma ‘online’ de …

Televisão estatal chinesa não difunde início da temporada da NBA

A televisão estatal chinesa CCTV não difundiu os jogos inaugurais da 74ª temporada da NBA, após o atrito entre o Governo chinês e a liga norte-americana de basquetebol, suscitado por um comentário de apoio aos …

Curdos que entrem nas zonas controladas pela Turquia na Síria serão neutralizados

O chefe da diplomacia turco, Mevlut Cavusoglu, afirmou hoje que as forças de Ancara irão "neutralizar" os combatentes curdos da Síria que penetrem nas áreas controladas pela Turquia. “Se houver algum ‘terrorista’ (combatente curdo) que tenha …

Líder parlamentar do PP admite grande coligação com o PSOE

A líder parlamentar do Partido Popular, Cayetana Álvarez de Toledo, admite uma grande coligação com o PSOE se nenhum partido tiver maioria absoluta nas eleições que decorrem a 10 de novembro e se houver uma …