O Hubble acabou de descobrir uma lua no fundo do nosso Sistema Solar

Alex Parker / NASA / ESA

-

Uma equipa de astrónomos acaba de descobrir uma nova lua a esconder-se no nosso próprio Sistema Solar, a orbitar o planeta Makemake, o terceiro maior planeta anão do Sistema Solar. 

A nova lua, chamada temporariamente de S/2015 (136472) e apelidada de MK2 (em homenagem ao planeta), conseguiu permanecer escondida até agora por ser incrivelmente escura.

A MK2, 1.300 vezes menos brilhante que Makemake, reflete tão pouca luz que ficou praticamente invisível quando comparada à luz refletida pelo planeta que orbita.

A lua foi identificada quando, em abril de 2015, os astrónomos decidiram apontar as lentes do Hubble para a região do Makemake por mais de duas horas seguidas. O astrónomo Alex Parker, do Southwest Research Institute no Texas, estava a verificar informações captadas e avistou uma luz fraca a mover-se ao redor do Makemake.

-

“Pensei que alguém já a teria visto”, contou Parker à National Geographic. O cientista perguntou ao colega Marc Buie, que respondeu, surpreso: “Existe uma lua nos dados do Makemake?” “Foi nessa altura que tudo se tornou emocionante e começamos a trabalhar”, relembra.

Agora, os investigadores querem usar o Hubble para estudar mais profundamente a órbita do MK2 para saber mais sobre a composição e a densidade do planeta anão.

“Makemake está na classe dos raros planetas semelhantes ao Plutão, por isso encontrar um ‘acompanhante’ é importante. A descoberta dessa lua nos deu a oportunidade de estudar Makemake com mais detalhe do que se não a tivéssemos encontrado”, explica Parker.

O Cinturão de Kuiper é um enorme reservatório de materiais congelados da época da formação do nosso Sistema Solar, há 4,5 mil milhões de anos, onde vários planetas anões estão localizados. Os cientistas querem conhecer melhor essa região, já que ainda há muito a ser aprendido sobre esses planetas congelados.

Misterioso brilho de Makemake

Um dos mistérios de Makemake é a sua aparência: o planeta anão tem áreas de material escuro e de material brilhante. O planeta completa a sua rotação em apenas 7,7 horas, mas o seu brilho não se altera conforme gira.

Com a descoberta da nova lua, os astrónomos consideram agora pela primeira vez que esses pontos escuros não estão na superfície do planeta anão, mas sim na sua órbita.

Outra informação que a descoberta traz é que agora pode ser possível calcular a massa do Makemake, assim como aconteceu com Plutão. Até 1978, quando a lua Caronte foi descoberta, ainda não se sabia a massa do planeta.

Parker também espera que a missão não-tripulada da NASA, a New Horizons, possa passar pela região quando estiver a sair do Sistema Solar.

HypeScience

PARTILHAR

RESPONDER

Proteção Civil quer que bombeiros voltem a ser obrigados a usar cinto de segurança

A estrada mata mais bombeiros do que os incêndios. Por isso, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil criou um grupo específico para analisar o problema. Rui Ângelo, chefe da Divisão de Segurança, Saúde e …

Estratégia prevê rede de bancos de leite materno e revisão das licenças para amamentar

A ENALCP apresentada esta quarta-feira prevê a criação de uma rede nacional de bancos de leite materno e a revisão dos diretos de parentalidade. Ambientes favoráveis deverão ser também revistos. A Estratégia Nacional para a Alimentação …

DGS aconselha grávidas e bebés vegetarianos a tomarem suplementos

A Direção-geral da Saúde recomenda suplementos de vitaminas e minerais para bebés e grávidas com alimentação vegetariana e lembra que a dieta não omnívora no primeiro ano de vida deve estar sempre sob supervisão médica. "A …

Entre os boletins de voto dos emigrantes, também há cheques e contas da luz

Para exercer o seu direito de voto, os eleitores portugueses residentes no estrangeiro deveriam enviar de volta para Portugal a documentação que receberam em casa – um envelope verde com o boletim de voto, dentro …

Ryanair despede 432 trabalhadores em Espanha

A companhia aérea irlandesa Ryanair confirmou esta quarta-feira a sua intenção de despedir em Espanha 432 trabalhadores das suas bases de Girona e Canárias, 327 tripulantes de cabine e 105 pilotos, informou o sindicato USO. Num …

Eleições em Moçambique. Dados preliminares dão vitória a Nyusi

Segundo as projeções de resultados da Sala da Paz, de acordo com valores “preliminares” baseados na leitura dos editais pelos seus observadores, o atual Presidente moçambicano e candidato da Frelimo, Filipe Nyusi, terá sido reeleito …

"Quem acusou Sócrates tem de provar. Se não provar tem de ser punido"

O ex-Presidente brasileiro, Lula da Silva, defende punição de procuradores da Operação Marquês, caso a acusação contra José Sócrates seja arquivada. Esta terça-feira, em entrevista à RTP, Lula da Silva defendeu a punição dos procuradores que …

Na Saúde, Warren torna-se alvo de ataques. Mas o foco é "derrotar Trump"

O maior debate televisivo para umas eleições primárias na história dos EUA juntou 12 candidatos num só palco. Foi o primeiro debate para o qual o ex-vice-Presidente Joe Biden não partiu com vantagem, tendo a …

Trump sugere que os mexicanos são uma ameaça terrorista maior do que o Daesh

O Presidente Donald Trump sugeriu que os mexicanos são uma ameaça muito maior do que o Daesh. Respondendo uma vez mais às críticas sobre ter retirado as tropas dos Estados Unidos (EUA) junto à fronteira …

Grécia. Incêndio em campo de refugiados deixa 600 pessoas sem alojamento

Um incêndio no campo de identificação e registo de migrantes de Vathy, na ilha grega de Samos, deixou 600 refugiados sem alojamento, alertou na terça-feira a organização não-governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF). "Em Vathy, seis …