O computador quântico da Google funciona (de acordo com a Google)

Depois de realizar uma série de testes, uma equipa de investigadores da Google afirma que o controverso computador quântico da empresa, o D-Wave, funciona de facto.

A gigante tecnológica comprou um dos computadores quânticos da D-Wave em 2013, anunciando que era o primeiro comercial do seu tipo no mundo. O dispositivo fica no Centro de Investigação Ames da NASA em Mountain View, Califórnia (EUA), onde é programado para resolver problemas de otimização.

Em teoria, o hardware do D-Wave deve ser potencialmente 3.600 vezes mais rápido do que um supercomputador convencional.

No entanto, na prática, vários estudiosos já disseram que a Google não foi capaz de provar que o seu computador utiliza, de facto, efeitos quânticos verdadeiros.

O diferencial

Os computadores quânticos podem, teoricamente, ser muito mais rápidos porque se aproveitam de uma peculiaridade na mecânica quântica.

Enquanto os computadores clássicos usam bits em 0 ou 1, os computadores quânticos usam “qubits”, que podem existir em 0, 1 ou uma sobreposição de ambos os estados, o que permite que a máquina chegue a possíveis soluções para problemas mais rapidamente.

Contudo, até agora ainda não ficou provado que o D-Wave é muito mais rápido e tem um processo de resolução de problemas diferente – e superior – a computadores convencionais.

É isso que a equipa da Google reclama ter feito recentemente. Os resultados foram publicados online na plataforma arXiv.

Os testes

A equipa pôs o seu computador quântico D-Wave contra um computador convencional com um único processador numa série problemas de otimização conhecidos como recozimento (annealing).

O computador regular usou uma técnica conhecida como recozimento simulado para resolver os problemas, enquanto o computador quântico utilizou recozimento quântico.

De acordo com a Google, em problemas envolvendo cerca de mil variáveis binárias, o recozimento quântico superou significativamente o clássico: foi mais do que 108 vezes mais rápido do que o recozimento simulado.

A equipa também comparou o hardware quântico com outro algoritmo chamado Quantum Monte Carlo, um método projetado para emular o comportamento de sistemas quânticos, mas executado em processadores convencionais. Novamente, o D-Wave superou seu oponente por 10^8.

As dúvidas continuam

Parece uma vitória convincente, mas ainda é preciso aguardar para comemorar o sucesso do D-Wave.

Primeiro, a pesquisa precisa ser revista por outros cientistas da área da física quântica. Em seguida, mesmo que os resultados sejam confirmados, é preciso ter em conta que a equipa da Google não escolheu o algoritmo mais eficiente que o computador convencional poderia utilizar.

O computador regular usou uma técnica algoritmicamente semelhante à executada no computador quântico, mas uma abordagem alternativa poderia tornar os seus cálculos mais rápidos – e a diferença menor.

A Google explicou-se destacando que o potencial do computador convencional para trabalhar mais rápido não se estenderia conforme os problemas escalassem no futuro, e por isso escolheu comparar os dois algoritmos que foram utilizados nos testes.

Para já, as novas reivindicações da empresa ainda podem ser questionadas por outros investigadores.

HypeScience

PARTILHAR

RESPONDER

Barry Jenkins vai realizar sequela de "O Rei Leão"

O realizador e argumentista de Moonlight foi escolhido pela Walt Disney Studios para realizar a sequência do blockbuster de 2019, O Rei Leão. Ainda não há uma data de lançamento prevista para o segundo filme, mas …

"Não me sinto seguro sem uma". Venda de armas aumentou drasticamente nos EUA

Os EUA continuam a ser um dos países onde os cidadãos comuns têm mais facilidade em comprar armas de fogo. Esta é uma prática recorrente, e mais de um terço das famílias norte-americanas têm uma …

Pássaros de São Francisco aprenderam uma nova (e mais complexa) melodia durante a pandemia

Uma nova investigação científica relata que os pardais-de-coroa-branca de São Francisco, ave que vive nas zonas urbanas e rurais da cidade norte-americana, aprenderam uma nova e mais complexa melodia durante a pandemia. De acordo com …

Enorme espinha dorsal de tubarão-branco dá à costa em Massachusetts depois de uma tempestade

A espinha dorsal que se acredita pertencer a um espécime de tubarão-branco (Carcharodon carcharias) deu à costa numa praia em Massachusetts, nos Estados Unidos, depois de uma tempestade ter atingido a região. A espinha foi encontrada …

A China está a tornar-se o país com maior influência na ONU

Há dez anos, a China começou uma operação que lhe tem vindo a garantir mais influência nas Nações Unidas. Agora, o poder que possui na organização mundial protege o país asiático do escrutínio internacional. De acordo …

Uma droga pode tratar o nanismo (mas há quem defenda o "orgulho anão")

Um estudo vem agora revelar que uma droga pode tratar o nanismo. Porém, a possibilidade de haver um tratamento para esta condição clínica não é consensual. Um novo estudo, financiado pela BioMarin Pharmaceutical e publicado no …

Meghan Markle perde batalha judicial. Em causa está carta que enviou ao pai (divulgada por jornal britânico)

Depois de no passado mês de agosto, Meghan Marke vencer uma batalha judicial contra o Mail on Sunday, desta vez a Duquesa de Sussex não pode festejar mais uma vitória. A norte-americana perdeu a última …

Após acidente, robô-piloto voltou a levantar voo (e pilotou avião durante 2 horas)

O ROBOpilot, um piloto robótico não tripulado, levantou voo pela primeira vez no ano passado, mas sofreu danos durante um dos seus voos. Agora, está apto para voar novamente. No ano passado, um acidente forçou o Laboratório …

David Attenborough bateu um recorde mundial no Instagram (e destronou Jennifer Aniston)

O naturalista britânico David Attenborough destronou a atriz norte-americana Jennifer Aniston e tornou-se a pessoa a alcançar mais rapidamente um milhão de seguidores no Instagram, segundo os números do Guinness. David Attenborough, de 94 anos, …

Indonésia planeia atração turística com dragões de Komodo ao estilo de Jurassic Park

A Indonésia planeia construir uma atração ao estilo da saga Jurassic Park para que os turistas possam ver os famosos dragões de Komodo. De acordo com a revista Vice, em causa está uma proposta de …