O buraco gigantesco de Fukuoka foi reparado em apenas dois dias

Um gigantesco buraco no meio de uma avenida, na cidade japonesa de Fukuoka, impressionou a Internet, com vários vídeos a mostrarem o aluimento de terra. Agora, o mundo espanta-se com a rapidez com que a mega-cratera foi reparada – em apenas dois dias.

O incidente ocorreu no dia 8 de Novembro, numa estrada com cinco vias, numa zona comercial da cidade de Fukuoka, localizada no sudeste do Japão.

Um aluimento de terra criou uma cratera de 30 metros de largura e de 15 metros de profundidade, e praticamente engoliu uma parte da avenida.

Uma semana depois, a avenida já foi aberta ao público, mas os “trabalhos de reparação duraram apenas 48 horas” – mesmo tendo exigido a substituição de semáforos e postes eléctricos e de uma parafernália de tubos de esgotos e cabos eléctricos, como refere a BBC.

A abertura ao trânsito foi mais demorada, para dar tempo de fazer “testes para garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores”.

A levar mais tempo está a investigação às causas do acidente. As autoridades continuam a tentar apurar o que o motivou, mas ainda não retiraram quaisquer conclusões. Especula-se que pode ter sido causado por obras no metro, numa zona próxima do local onde a terra aluiu.

As imagens do aluimento da terra mostram de forma impressionante a dimensão da cratera.

ZAP

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Se fosse cá, uma reparação destas em 8 dias levantava logo duvidas se foi alguém subornado, se envolvia corrupção, se tinha sido submetido a concurso publico internacional, se o valor pago era mesmo o mais baixo, etc.
    Por estas e por outras, o Bulhão está como está, alguns edificios publicos a escorrer humidade, esquadras e quartéis que nem para demolir servem, etc.

  2. Cá demorava era 2 anos e no final tinha havido desvios de dinheiro,acorde amigo ou ainda acredita no Pai Natal? Em Portugal continua os interesses e desvios em todas as áreas, tornou se um vício desviar dinheiro a descarada

  3. Basta ver certas situações por exemplo ao pé de mim a Junta Freguesia está arranjar um campo futebol que inclui rede a volta e certos toques no pavimento, conclusao obra 5 meses custo 80 mil euros,hehe para rir só visto pois mesmo eu sozinho fazia num mês pagavam a conta com 5000 euros, é o Pais que temos

  4. O Japão é um exemplo de país a ter em linha de conta: Em Portugal e mais concretamente em Lisboa, existem pequenos buracos abertos há dois meses, tornando o transito num caos. Parque das Nações, Avenidas e beira rio são o espelho do país que somos, e dos governantes que escolhemos para “gerir os nossos destinos”; não se queixem; porque as coisas bem vistas, ainda temos mais do que merecemos!…

  5. Estes niponicos são muito estupidos. Porque razão fazer esta obra numa semana quando a podiam fazer em tres anos ou mais. Deveriam ter contactado aquele Sr.Medina que por acaso é presidente da Câmara de Lisboa, sim, aquele que subiu de divisão sem ser eleito. Ou então aquele pseudo consultor, construtor, amigo de…………… e de……………. e de outros quejandos,( como aquele que faz a quadratura do ciclo) e ligado à Mota Soares que decerto os aconselhariam.

RESPONDER

Tribunal Europeu dos Direitos Humanos culpa Rússia pelo assassinato de Alexander Litvinenko

Decisão remonta ao incidente de novembro de 2006, que ocorreu num hotel londrino, seis anos após o dissidente político se ter mudado para o Reino Unido, precisamente para fugir às ameaças do regime de Vladimir …

"Tratam-nos assim por causa da cor da nossa pele". Polícias nos EUA filmados a chicotear migrantes

Fotos e vídeos mostram polícias na fronteira a carregar contra migrantes e a usar objectos semelhantes a chicotes. A Casa Branca já condenou a situação e promete que vai investigar o sucedido. Pareciam imagens do tempo …

Benfica: a principal ameaça na Liga dos Campeões será Darwin

Pelo menos é a visão catalã. Benfica é o próximo adversário do Barcelona. Mais um jogo, mais uma vitória. O Benfica só sabe ganhar no campeonato português, para já, e na noite passada venceu em casa …

Estado vai financiar formação de funcionários públicos em universidades e politécnicos

Verbas destinadas ao projeto provêm do Orçamento do Estado e do Plano de Recuperação e Resiliência — cerca de 600 milhões. O Estado vai financiar, inteira ou parcialmente, as formações profissionais dos profissionais públicos, através do …

Sevilha rescinde com jogador por má forma física

O Sevilha anunciou a rescisão de contrato com o defesa-central Joris Gnagnon por falta de profissionalismo relativamente à sua forma física. De acordo com o jornal A Bola, o Sevilha rescindiu contrato com o defesa-central francês …

"O nosso Governo está pronto". Trudeau volta a ganhar as eleições - mas sem maioria absoluta

O líder do Partido Liberal do Canadá (LP) Justin Trudeau disse hoje, depois de ganhar as eleições gerais do país, que os eleitores canadianos escolheram "um plano progressivo" e que está pronto para formar um …

Travar margens nos combustíveis pode acabar por prejudicar os consumidores (e até fechar bombas)

A proposta de lei do Governo aprovada, na semana passada, para a limitação das margens das petrolíferas nos preços dos combustíveis pode acabar por travar a concorrência e até levar ao encerramento de bombas de …

"Nunca se pode tirar Messi" (mas há um gesto que pode explicar a sua substituição)

A substituição de Messi, e a forma como reagiu, no jogo entre o Paris Saint-Germain e o Lyon da Liga francesa, continua a dar que falar. E agora avança-se a possibilidade de o craque argentino …

Médicos querem que norma de isolamento tenha em conta a atual taxa de vacinação

Com o regresso às aulas, médicos de saúde pública defendem a revisão da norma referente ao isolamento de contactos de risco, para que esta tenha em consideração a elevada taxa de vacinação. O ano letivo arrancou …

Com Moedas como alvo e Temido como "guardiã", Medina prometeu um novo futuro para Lisboa

O candidato da coligação PS/Livre à presidência da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, acusou a direita de ambicionar nas autárquicas de domingo “a segunda volta do jogo que perdeu na disputa do poder legislativo”. Fernando Medina …