Novos escalões de IRS só serão criados “a meio da legislatura”

Manuel de Almeida / Lusa

O secretário-geral da UGT, Carlos Silva

Esta segunda-feira, o Governo disse aos parceiros sociais que só deverão acontecer “mexidas no IRS”, nomeadamente a criação de novos escalões, a meio desta legislatura.

O Governo de António Costa confirmou aos parceiros sociais que a criação dos novos escalões de IRS e a “melhoria das taxas intermédias” só deverá acontecer a meio desta legislatura, revelou Carlos Silva, da UGT, em declarações aos jornalistas, à saída da reunião sobre o acordo sobre competitividade e rendimentos, avança o ECO.

Ana Mendes Godinho, ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, esteve reunida com os parceiros sociais para continuar a discussão sobre o acordo sobre competitividade e rendimentos. Tanto patrões como sindicatos apresentaram ao Governo as medidas que gostariam de ver incluídas já no Orçamento do Estado para o próximo ano.

Entre elas contam-se as compensações fiscais para concretizar as subidas dos salários no privado acima da produtividade e da inflação defendidas pelo Executivo. Ana Mendes Godinho confirmou que no Orçamento do Estado para 2020 “serão tidas em conta algumas propostas”.

De acordo com o diário, Carlos Silva adiantou que o Governo apresentou “um conjunto de medidas para aumentar a robustez das empresas para que Portugal possa cavalgar nos indicadores de competitividade”, mas as medidas para aumentar os rendimentos das famílias em sede de IRS (escalões e taxas) ficam para “2022”. A medida é assim empurrada para o meio da legislatura.

“Se as medidas só incidem sobre a competitividade e não sobre os salários não há acordo”, disse à saída o dirigente sindical, citado pelo ECO.

Já o dirigente da CIP, António Saraiva, saiu satisfeito do encontro, adiantando que “não vamos obter tudo em 2020, mas é um caminho“. “Vamos obter já algumas das matérias que visam melhorar a competitividade”, disse, referindo-se a medidas na área dos “lucros reinvestidos, alguma coisa nas tributações autónomas” e medidas para as pequenas e médias empresas.

“Houve uma sinalização da resposta às nossas propostas. Gradualmente, Orçamento após Orçamento, vamos obter ganhos.”

Arménio Carlos, dirigente da CGTP, foi o terceiro a falar aos jornalistas e começou por dizer que houve “uma subversão do discurso” e que o acordo “devia estar a tratar sobre o aumento dos salários”.

No fundo, tanto a UGT como a CGTP e a CIP saíram da reunião desta segunda-feira com o mesmo entendimento: as medidas para as empresas vão aparecer ainda antes dos aumentos salariais para os trabalhadores. No entanto, a CCP revelou-se mais desconfiada.

“O Governo assumiu algumas posições, mas já tivemos grandes desilusões em anos anteriores”, disse João Vieira Lopes, o presidente da confederação do comércio, citado pelo mesmo diário. Os avanços do Governo foram “tímidos”, disse, embora admita que o Executivo mostrou “intenções” de mexer no teto do IRC para as PME no que respeita à matéria coletável.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Engenheiros construiram um ventilador caseiro. Pode servir como "último recurso"

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Vanderbilt, nos Estados Unidos, construiu um ventilador caseiro que pode ser usado como último recurso. A pandemia de covid-19 continua a desafiar as comunidades médicas e uma das ameaças …

Sepultura de genocídio encontrada no Ruanda pode conter 30 mil corpos

No Ruanda, foi encontrada uma sepultura que pode conter 30 mil vítimas do genocídio no país em 1994. Cerca de 800 mil tutsis e hutus moderados foram assassinados. Mais de 25 anos depois de um genocídio …

Belenenses SAD entra parcialmente em lay-off

"A indústria do futebol está entre as mais atingidas pelos efeitos da pandemia", que provocou a suspensão de praticamente todas as provas futebolísticas, destaca o Belenenses SAD. O Belenenses SAD, da I Liga de futebol, entrou …

Dois milhões de máscaras furtadas em Espanha podem ter sido vendidas em Portugal

O equipamento médico e sanitário furtado está avaliado em cinco milhões de euros e terá sido adquirido por uma empresa portuguesa que conhecia a proveniência do material. Um empresário de Santiago de Compostela foi detido por, …

Facebook terá tentado comprar um software de espionagem em 2017

O Facebook tem estado envolvido em vários escândalos e o mais recente está relacionado com a alegada compra da ferramenta Pegasus, usada para hackear iPhones. A empresa de segurança informática NSO Group, responsável pela Pegasus, alega …

Primeiro-ministro espanhol diz que coronavírus desafia o futuro da UE. E fá-lo em sete idiomas

O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez publicou no domingo um artigo em sete idiomas europeus, argumentando que o coronavírus pode ser a ruína da União europeia (UE) caso não sejam tomadas medidas mais drásticas para lidar …

Viseiras de Leiria despertam cobiça. Bélgica e EUA queriam comprar toda a produção

Várias empresas de moldes e plásticos da região de Leiria estão a fabricar viseiras de protecção contra a Covid-19. Uma adaptação em tempos de pandemia que está a levantar atenção no estrangeiro, com EUA e …

Apple vai começar a produzir um milhão de máscaras por semana

O presidente da Apple, Tim Cook, anunciou que a empresa poderá produzir um milhão de máscaras por semana a partir do próximo fim de semana. Tim Cook explicou, na sua conta da rede social Twitter, que …

Robert Weighton é o homem mais velho do mundo. Tem 112 anos

Com 112 anos completados no dia 29 de março, o britânico Robert Weighton tornou-se o homem mais velho do mundo. Robert Weighton nasceu no dia 29 de março de 1908, em Kingston-Upon-Hull, no Yorkshire. Ao longo …

ISEG prevê queda do PIB entre 4% e 8% em 2020

O Grupo de Análise Económica do instituto da Universidade de Lisboa revelou o intervalo indicativo de variação do PIB usando duas evoluções diferenciadas da crise, com duração mínima de dois meses. A economia portuguesa deverá ter …