Novos “earphones” da Google traduzem diálogos em tempo real

(dr) Google

Os novos “earphones” Google Pixel Buds

O Google anunciou recentemente os “Pixel Buds”, os novos auscultadores de ouvido sem fio capazes de traduzir línguas em tempo real.

Os novos “earphones” da Google são especificamente projetados para ser a primeira e a melhor opção para pessoas que já usam telefones desta empresa, ou seja, com sistema Android, assim como acontece com os AirPods projetados para iPhones.

Podemos mesmo dizer que os novos Pixel Buds foram buscar inspiração aos auscultadores da marca concorrente mas com outras melhorias: têm uma maneira nova e mais fácil de emparelhar com o telefone, vêm numa pequena caixa de bateria, usam controles de toque e têm uma integração boa com um assistente “inteligente”.

Além disso, têm também preços exatamente iguais: 159 dólares, cerca de 135 euros, com lançamento previsto para novembro nos Estados Unidos.

A grande diferença

O que torna os Pixel Buds tão especiais é que estão um passo mais perto do Santo Graal dos dispositivos de ficção científica: o tradutor universal em tempo real.

A Google demonstrou a nova tecnologia através de uma conversação, realizada ao vivo, entre uma pessoa que fala sueco e outra que fala inglês. Este recurso é oferecido em 40 idiomas.

Como é que funciona? O utilizador segura o dedo no auscultador e diz, por exemplo, “ajuda-me a falar inglês”, seguido da frase que pretende. Quando retira o dedo, a aplicação processa o pedido e mostra a tradução. Por sua vez, a outra pessoa segura um botão no seu próprio telefone e responde, resposta essa que é traduzida à outra pessoa.

A demonstração funcionou muito bem: a tradução de inglês para sueco ajudou os dois ‘cobaias’ a conversar, desde a introdução “Olá, tudo bem?” até à questão: “Que cor de ‘earphones’ eu deveria comprar?”, com a resposta “Acho que azul combina com você”.

Outras características

Além disso, os Pixel Buds são “earphones de pescoço”, ou seja, têm um cabo de tecido que liga os lados esquerdo e direito, e não verdadeiros auscultadores de ouvido sem fios.

O cabo que os conecta é mais curto e mais flexível do que outros cabos de pescoço, e o facto de ser feito de tecido torna-os um pouco mais confortáveis. Este cabo também é a chave para a forma relativamente única como os Pixel Buds são usados.

Estes “earphones” não são intra-auriculares e não se encaixam no canal auditivo. Em vez disso, aninham-se na orelha externa e permanecem ancorados no lugar pelo cordão. O som é bastante claro e melhor do que auscultares de ouvido tradicionais intra-auriculares.

Tal como outros “earphones”, os Pixel Buds podem ser usados para fazer e receber chamadas. A bateria dura até cinco horas.

Os novos auscultadores vão ser vendidos em três cores – branco, cinza e preto.

PARTILHAR

RESPONDER

Tondela vs Benfica | Pizzão em goleada na Beira Alta

O Benfica conseguiu a maior goleada da sua temporada fora de casa. Na deslocação a Tondela, os “encarnados” venceram por claros 5-1, numa noite de grande inspiração de Pizzi – estreou-se a marcar esta época …

Turquia quer abrir embaixada na parte oriental de Jerusalém como capital palestiniana

O presidente da Turquia disse, este domingo, que o país planeia abrir uma embaixada em Jerusalém Oriental como capital de um futuro Estado palestiniano, depois dos EUA terem reconhecido Jerusalém como capital de Israel. “Já declarámos …

Sporting vs Portimonense | Leão sereno soma e segue

O Sporting subiu ao primeiro lugar da tabela na Liga NOS, de forma provisória, ao vencer, por 2-0, o Portimonense, em Alvalade. A equipa liderada por Jorge Jesus soube contrariar as adversidades impostas por um Portimonense …

Isabel dos Santos usou dinheiro da Unitel para controlar a Zon e criar a NOS

A empresária angolana utilizou dinheiro da maior operadora móvel do país para comprar ações da Zon e realizar a fusão entre a Zon e a Optimus, criando a NOS.  Segundo o Público, entre maio de 2012 …

Empresas de autocarro e comboio de acidente em França com versões contraditórias

A condutora do autocarro que, na quinta-feira, colidiu com um comboio, no sudoeste de França, diz que as cancelas da passagem de nível estavam levantadas quando atravessou a linha, mas a companhia ferroviária afirma o …

Santana Lopes "está a fazer as mesmas trapalhadas que fazia em 2004"

O antigo presidente da Câmara do Porto diz que, relativamente à questão dos debates na televisão, o rival à liderança do PSD só está a mostrar que continua "a fazer exatamente as mesmas trapalhadas que …

Equipa de Trump acusa Mueller de ter obtido milhares de emails ilegalmente

O Procurador Especial que investiga a interferência russa nas eleições presidenciais dos EUA em 2016 obteve de forma ilegal "dezenas de milhares de emails", segundo um advogado da equipa de transição de Donald Trump. Numa carta …

6 meses depois, ainda há quem pergunte pela "estrada da morte"

O chamado "turismo da desgraça" ainda persiste pela zona de Pedrógão Grande, mas com muito menos frequência do que nas primeiras semanas e meses após o incêndio de 17 de junho. Na estrada 236-1, seis meses …

Atentado contra igreja no Paquistão faz pelo menos 8 mortos e 30 feridos

Pelo menos oito pessoas morreram e 30 ficaram feridas, este domingo, durante um ataque suicida contra uma igreja no sudoeste do Paquistão a poucos dias do Natal, anunciou a polícia. O ataque foi perpetrado por dois …

Gravuras rupestres mostram que os cães ajudaram o Homem a sobreviver

Foram descobertas na Arábia Saudita gravuras rupestres que mostram que o Homem já caçava com cães há oito mil anos. Os cientistas continuam a tentar perceber quando e como é que começou a relação entre humanos …