Novo governo transformou a Áustria no “cinzeiro da Europa”

Muitos países ocidentais – entre os quais Portugal – já baniram o tabaco dos bares e restaurantes. Mas a Áustria nega-se a seguir essa tendência.

De acordo com uma lei aprovada em 2015, a Áustria deveria proibir completamente o fumo dos estabelecimentos até maio deste ano. No entanto, o novo governo formado pelos conservadores e pelo Partido da Liberdade, de extrema-direita, cancelou esses planos.

O movimento contra a proibição foi liderado por Heinz-Christian Strache, líder do Partido da Liberdade e actual vice-chanceler da Áustria. Strache, que é fumador, declarou ao parlamento do país que o objetivo era garantir a liberdade de escolha.

Segundo o vice-chanceler, os restaurantes devem ter a liberdade de decidir se querem ou não manter zonas para fumadores, nas quais “um cidadão tenha a possibilidade de fumar um cigarro ou cachimbo enquanto toma o seu café”.

A medida horrorizou a comunidade médica austríaca. Para Manfred Neuberger, professor emérito da Universidade de Medicina de Viena, trata-se de “um desastre de saúde pública”. “A decisão é irresponsável. Foi uma vitória da indústria do tabaco“.

O novo governo transformou a Áustria no cinzeiro da Europa“, diz Neuberger. O professor afirma que a Áustria já tem taxas “vergonhosamente altas” de tabagismo entre os jovens, “principalmente em comparação com outros países desenvolvidos”.

Um levantamento da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico – OCDE de 2013 constatou que a Áustria tinha a maior taxa de tabagismo entre os adolescentes de 15 anos de idade, dentre os 26 lugares pesquisados. O país lidera este ranking desde 1994.

A Ordem dos Médicos de Viena e outras entidades médicas lançaram uma petição para que o governo reconsidere a decisão. Segundo o presidente da Câmara local, o médico Thomas Szekeres, a comunidade “não entende porquê o governo voltou atrás e permite de novo que se fume nos restaurantes”.

“Sabemos que o tabagismo está por trás de casos graves de ataque cardíaco e de cancro. Nos países em que o fumo é proibido em bares e restaurantes, os funcionários ficaram mais protegidos e houve uma melhoria na saúde da população“, diz.

(CC0/PD) Isabella Mendes / pexels

A Áustria tem a maior taxa de tabagismo na OCDE entre adolescentes de 15 anos de idade. O país lidera esse ranking desde 1994.

Muitos dos famosos cafés do centro de Viena já baniram o tabaco. Em parte, estavam a antecipar-se à proibição, que deveria entrar em vigor em maio. Mas havia também a intenção de atrair turistas. Outros estabelecimentos, porém, continuam a permitir o fumo no seu interior.

Os restaurantes maiores são obrigados a criar áreas separadas para fumadores e não fumadores – mas a obrigação de deixar a porta fechada entre uma zona e outra é habitualmente ignorada. Estabelecimentos menores podem optar por permitir ou não que os seus cleintes fumem.

No Kleines Café, por exemplo, o tampo de mármore de cada mesa tem um cinzeiro embutido, e o ar fica azulado com o fumo do tabaco. Um cliente, Peter Noever, diz que a cidade é um pouco retrógrada. “Os vienenses acham-se muito especiais. Acreditam que fumar faz parte da sua cultura”, diz.

“Eu mesmo fumava muito, mas há mais de 15 anos que parei. Fumei tanto que não consigo mais. Mas gosto de fumadores, acho que eles são mais humanos.”

Divididos pelo fumo

O presidente da Câmara de Comércio de Viena, Peter Dobcak, diz-se pessoalmente favorável à decisão do governo, que cancelou a proibição, mas admite que há uma divisão entre os donos de restaurantes. Alguns são contra o fumo.

“Temos vários restaurantes que preferem deixar os clientes fumar“, diz. “Os restaurantes mais caros geralmente são favoráveis à proibição. Já os bares, discotecas e boates são favoráveis ao fumo. A proibição forçaria as pessoas a fumar do lado de fora… o que poderia gerar barulho nas ruas durante a noite“, diz.

cafehummel1080 / Facebook

Christina Hummel diz estar a tentar mudar a clientela do seu café ao banir os cigarros

O Café Hummel, numa zona nobre da cidade, baniu o fumo há cerca de um ano. A dona, Christina Hummel, diz ter perdido cerca de 5% das receitas após a proibição. Mas diz ter feito este movimento para tentar atrair uma nova clientela, mais jovem. “Pelo lado positivo, vemos que há mais famílias a vir aqui para tomar o café da manhã com os filhos. O desafio é mudar o conceito da empresa”, diz Hummel.

A decisão de Christina Hummel divide as opiniões dos consumidores. Gerhard Lammerer é um cliente frequente e, mesmo não sendo fumador, é contrário à proibição.  “As pessoas vão sempre fumar. Por que não deixar as coisas como elas são? Para que tornar a situação mais restritiva? No passado, as pessoas fumavam cigarros bem mais pesados, e viviam até aos 90 anos de idade”, diz Lammerer.

Mas outros discordam.

“Acho que a proibição é correta”, diz outro cliente, Christoph Riemekasten. “A qualidade do ar fica melhor. Em nenhum outro país houve problemas com a proibição do fumo, só na Áustria”, diz.

O artista de cabaré Leo Lukas concorda com a proibição, e conta que agora consegue respirar melhor. “Eu mesmo fumei durante mais de 30 anos, e continuo a fumar em algumas ocasiões. Mas sou totalmente favorável à proibição, porque a qualidade de vida aumenta muito – mesmo numa cafetaria tradicional, como esta.”

ZAP // BBC

PARTILHAR

21 COMENTÁRIOS

  1. Pois, no passado não colocavam cola de carpetes nem retardantes de fogo nos cigarros. Com tanto químico adicional, o tabaco comercial torna-se mesmo muito nocivo.

    • E qual é problema? Então queremos aprovar a eutanásia, mas não queremos deixar as pessoas fumar… O problema começa na ideologia socialista e a porcaria dos estados sociais… Acabe-se de vez com essa porcaria toda e que cada um seja livre de fazer o que lhe apetecer e aguentar-se com as consequências. Reduza-se o Estado ao mínimo e retire-lhe poder sobre a maneira de viver das pessoas… Os restaurantes são empresas privadas e o seus proprietários de vem ser livres de permitir o fumo ou nã. Devem apenas ter isso assinalado. Quem não gostar de fumo, vá comer a outro lado. Se não houver restaurantes sem fumo, como em casa, na rua, abra um restaurante sem fumo… Ir a um restaurante não é um direito fundamental.

      • Eh lá!…
        Quem é que não deixa fumar?
        Pode fumar à vontade (principalmente em sua casa!), mas, tal como para tudo o resto, tem que haver regras!!
        Ou também quer andar em contra-mão na autoestrada só porque quer ser “livre de fazer o que lhe apetecer e aguentar-se com as consequências”?!
        E, realmente a eutanásia e fumar tem mesmo muito em comum…
        O “estado social” é uma coisa mesmo má e só serve para “limitar a liberdade das pessoas” – por isso é que os países com mais estado social (nórdicos) são os mais desenvolvidos do mundo!!
        Enfim…
        Mas existem esses “paraísos na terra” – só tem que se mudar para lá; por exemplo: a Somália!!
        Lá pode fumar à vontade e fazer o que lhe apetece pois o Estado é mesmo mínimo e não “castra a liberdade” das pessoas como faz o Estado norueguês ou sueco!…

        • Com tantas regras (mais que muitas) qualquer dia tenho de andar com uma bíblia indexada para saber o que posso ou não posso fazer. Mas os governos podem fazer tudo…
          “Somália!!”… Pois, é uma forma de dizer se não estás bem muda-te. O mesmo se poderá aplicar aos -não fumadores-.
          Com um meio ambiente tão degradável, veja-se o caso das celuloses, onde quase nada se faz, onde se aplica uma multazita para inglês ver e até se atribui descargas autorizadas de poluentes nos rios, e agora esta de não poder fumar um cigarrito porque intoxica o planeta… TRETAS!
          O que faltam são princípios e o que sobra são intenções.
          – ISTO É APENAS A MINHA OPINIÃO. MAS GANHE A MAIORIAS POR RAZÃO-

      • Perfeito!
        Porque carga de água é que um governo me tem de indicar o que devo ou não comer, beber, fumar, etc…?
        Acho que quem circular na rua do Ouro (Rossio), do rossio à Praça do Comércio, à hora de ponta já fumou mais de 1 maço de cigarros (20 cigarros) e que fazem os governos para atenuar ou acabar com isso? NADA!
        Os fumadores e os automobilistas são os bodes expiatórios que servem para o governo encher a -pança- e nada mais…

  2. tudo o que nao obedece a ditadura de bruxelas é diabolizado!!! claro que o fumo e nocivo a saude.. claro que o tabaco tem efeitos maleficos ate para os nao fumadores…. mas tambem os automoveis e as fabricas e as etares…. expelem toxicos nocivos e nem por isso a ditadura de bruxelas proibe.. e os governos submissos obedecem sem reagir!!!!
    atras de tempo tempo vem…. concerteza a nao proibiçao que o governo austriaco decidiu, tem a ver com o direito do cidadao â sua liberdade…..coisa que na europa submissa e entregue aos interesses obscuros dos seus ditadores ja nao tem!!!!
    nao sou fumador, o fumo me incomoda… mas acredito que a abstinencia do fumo nao deve passar pela proibiçao pura e simples… ou entao tambem se proibiam os carros a gasleo e a gasolina… os fumos da fabricas, os despejos das etares.

    • A liberdade de cada um termina quando começa a liberdade do próximo. E eu tenho mais que fazer do que estar a levar com o seu fumo. Se quer fumar, fume, mas não incomode os outros.

      • A notícia refere-se a restaurantes e bares. Se o dono, que arriscou as suas economias para o abrir, quiser permitir o fumo, deve deixar. E a casa dele e ali a liberdade dele tem de valer mais que a minha. Se não gosto, procuro outro lugar.

        • Concordo totalmente. E se ele ali quiser praticar prostituição, cultivo e consumo de droga ou eutanásia está perfeitamente à vontade. A casa é dele.
          Olhe que essa!

            • Sim. E isso permite-lhe servir refeições. Não necessariamente praticar outro tipo de atividades que possam ser contra a vontade coletiva. E se o quiser fazer pode sempre mudar de país. Que vá para a Áustria abrir o seu restaurante.

      • engraçado!!!!! nao leu todo o meu post de certeza….. mas adiante, o meu fumo nunca o incomodara.. mas se calhar os gazes do seu carro incomodam me a mim.. e os palhaços de bruxelas ainda nao proibiram a circulaçao desses veiculos e dos seus condutores!!!! esta provado que o fumo do cigarro em porporçao e menor que os produtos toxicos dos carros…. e dos produtos trangenicos que tambem nao estao proibidos… e que temos que ingerir….
        olhe va aprender a ser democratico!!!!

          • ja e costume tambem…. os ignorantes e os imprestaveis alem de nao lerem a materia ate ao fim, depois culpam a professora pela sua ignorancia culpando a ou que nao explicou bem. ou que nao se expressou bem… eheheheheh.
            gente de 0 a esquerda, e igual a voce!!!!

  3. chama-se democracia ! ASSIM existem estabelecimentos para todos,nao fumadores e fumadores,sao estas ditaduras de bruxelas,que puseram os ingleses a andar,alias este artigo ate faz parecer que quem fuma ,pertence a extrema direita ! qualquer dia impõem recolher obrigatório com a desculpa de estarem a zelar pela minha saúde e segurança,pois posso ser assaltado a noite ! costumo ir sítios noturnos aonde ainda se fuma,que ate tem área dividida,para fumadores e não fumadores e o curioso,a área dos não fumadores esta sempre vazia ! isto não e democracia ! ditadura de certas minorias

    • Você sabe perfeitamente que o tabaco não dá saúde a ninguém excepto aos acionistas das tabaqueiras, sabe que fumar é antinatural, sabe que reduz a expectativa de vida, que está relacionado com o aparecimento e desenvolvimento de muitos problemas de saúde, etc. Mas apesar disso prefere armar ao chico-esperto e vir argumentar com disparates. É típico dos fumadores arranjarem mil justificações para se auto convencerem que estão a proceder corretamente, eu sei porque estive agarrado mais de 30 anos. A verdade é que existem inúmeras mortes por causa do vício do fumo mas ninguém morreu por deixar de fumar. Ainda por cima arrisca disparates como “ditadura de certas minorias”. Poupe-nos à sua arrogância e hipocrisia já que não nos poupa ao seu vício.

  4. Áustria é notícia pelas piores razões…
    Portugal tem neste domínio uma boa legislação. No entanto a proibição deveria ser alargada a locais com crianças e a locais onde se come. Alguns países europeus estenderam, e bem, a proibição a locais cobertos (EX. paragens de autocarro com resguardo contra a chuva).
    A Rússia toma uma medida inteligente para nascidos após 2014
    http://observador.pt/2017/01/17/russia-todos-os-que-nasceram-depois-de-2014-nao-podem-fumar-nem-em-adultos/
    .

  5. É fantástico observar o quanto as pessoas estão prontas a atacarem-se gratuitamente… Há aqui muita gente que não distingue a diferença entre ser ou não fumador e a liberdade para quem é ou não fumador. Quem não é fumador tem direito a espaços sem fumo, e quem é também deveria ter direito a espaços onde possa fumar! Não está aqui em causa se o tabaco faz ou não mal à saúde, mas sim a liberdade de escolha de cada um! Como é que se pode legislar contra a liberdade de uns quantos em prol dos direitos de outros quantos? A igualdade de direitos tem de existir num estado democrático!

  6. ola, o senhor elisio caiu-lhe mal o meu comentario,nao percebeu que nao estou a defender o tabaco,que faz mal a saude,mas sim os direitos dos cidadaos numa dita democracia,afinal,somos todos adultos informados ! em que alguns nao gostam de ser tratados como crianças no jardim infantil,por alguns politicos com a mania de professor que puxa as orelhas ! deve-me assistir o direito de poder fazer mal ,fumar ,beber,comer,fritos,doçes,salgados,carnes vermelhas,e nao fazer exercicio porque nao quero !senao estamos a caminhar para fundamentalsmos e ditadura dos bons costumes,que começa a cheirar mal,afinal por onde anda a nossa LIBERDADE !! fiouem bem aqui do chic expert 😉

RESPONDER

Boris Johnson comparou o Reino Unido ao Hulk (e ele não gostou)

Há 12 anos que o ator Mark Ruffalo encarna Hulk, uma das mais célebres personagens da Marvel, no cinema. Agora, decidiu pronunciar-se sobre o Brexit, depois de Boris Johnson ter evocado Hulk. Para o primeiro-ministro, o …

Família encontrou mais de 2.200 fetos preservados em casa de médico norte-americano

Uma família encontrou mais de 2.200 fetos preservados na casa de um médico norte-americano que morreu no início deste mês. O The Guardian avançou este domingo que uma família encontrou 2.246 fetos preservados em casa de …

Mais plástico e menos peixe. Explorador britânico teme pelo mar português

Farto de ver cada vez mais plástico e menos peixe no oceano, o veterano explorador e documentarista britânico Paul Rose defende que Portugal deve criar mais áreas marinhas protegidas. Paul Rose, que mergulha desde os anos …

Há 10 anos, Banksy pintou chimpanzés no Parlamento inglês. Agora, o quadro vai a leilão

Em 2009, o artista de rua conhecido como Banksy pintou uma enorme tela a óleo do parlamento inglês, mas em vez de deputados os tribunos eram chimpanzés. Banksy pintou o quadro, com quatro metros de comprimento, …

Tempestade em Espanha derrubou palmeira que era Património da Humanidade

A queda de "La Centinela", a árvore mais alta do conjunto que a Unesco classificou como Património da Humanidade desde 2000, está entre os danos materiais causados pela passagem da "gota fria" - um fenómeno …

Dador de esperma teve 12 filhos com autismo (e foi processado)

Danielle Rizzo tem dois filhos autistas, um com seis anos e outro com sete. Ambos foram concebidos com recurso a um dador anónimo. Há três anos, Rizzo descobriu que estes fazem parte de uma "família" …

Em Hollywood, os homens ganham mais 1 milhão de dólares do que as mulheres

Uma equipa de economistas analisou o salário de 246 atores e atrizes e concluiu que as mulheres ganham em média menos 56% do que os homens na indústria cinematográfica, pelos mesmos papéis. A diferença média entre …

"O primeiro passo para salvar o planeta é eleger outro presidente dos EUA"

John Kerry esteve em Lisboa para o encerramento da conferência "O Futuro do Planeta". O ex-secretário de Estado de Barack Obama lembrou que na luta para salvar a Terra, "não estamos a ganhar". John Kerry começou …

Gibraltar dissolve o parlamento e convoca eleições antes da data do Brexit

O chefe do governo de Gibraltar dissolveu esta segunda-feira o parlamento e convocou eleições para 17 de outubro, com o objetivo de preparar este território britânico situado no extremo sul de Espanha para o Brexit, …

Aumento do turismo nos Açores provoca mais acidentes de viação (mas menos graves)

O aumento de viaturas de aluguer que circulam nas estradas açorianas tem levado a um aumento da sinistralidade, ainda que muitos deles não sejam registados. Ainda assim, os acidentes são, no geral, menos graves. Quem o …