Novo curador do primeiro planetário da América é português

Chris Smith/Out of Chicago

Planetário Adler, em Chicago, o mais antigo da América

Planetário Adler, em Chicago, o mais antigo da América

O próximo curador do Planetário Adler, em Chicago, o primeiro a surgir na América, é português e chama-se Pedro Raposo.

O novo curador identifica uma dupla motivação neste desafio: “promover mais investigação em torno da colecção e contribuir para que um público cada vez mais alargado possa usufruir deste magnífico património”.

Pedro Raposo é mestre em História e Filosofia das Ciências pela Faculdade de Ciências da U.Lisboa, doutor em História da Ciência pela Universidade de Oxford, e investigador de pós-doutoramento do Centro Interuniversitário de História das Ciências e Tecnologia.

O Planetário Adler, tido como referência ao nível do ensino das ciências, tem a seu cargo uma das maiores e mais representativas colecções de instrumentos científicos históricos do mundo e que inclui livros raros, mapas, imagens, modelos e material de arquivo de importância capital para a história da Astronomia.

Actualmente, o edifício tem três salas para sessões de planetário equipadas com tecnologia audiovisual avançada, um centro de imagem e visualização do espaço e um observatório.

O planetário acolhe ainda um grupo de investigação em Astrofísica e um instituto dedicado à história da astronomia, o Webster Institute for the History of Astronomy.

SAHFC / fc.ul.pt

Pedro raposo, o novo curador do Planetário Adler

Pedro raposo, o novo curador do Planetário Adler

No cargo que Pedro Raposo vai assumir, a missão passa por “promover o estudo desta colecção e o seu enriquecimento com novos itens, facilitar o seu uso para fins educativos e de investigação, e trabalhar na sua interpretação perante o grande público, através da organização de exposições e do desenvolvimento de plataformas multimédia”.

De acordo com a Secção Autónoma de História e Filosofia das Ciências, Pedro Raposo foi o primeiro estudante de pós-graduação a obter o grau de mestre em História e Filosofia das Ciências nesta faculdade, em 2006.

A tese do historiador das ciências foi dedicada ao percurso do astrónomo Campos Rodrigues (1836-1919), segundo director do Observatório Astronómico de Lisboa e figura de proa da Astronomia portuguesa de finais do século XIX e princípios do século XX, e foi orientada por Henrique Leitão, recentemente distinguido com o Prémio Pessoa.

Em 2011, Pedro Raposo obteve o grau de doutor em História da Ciência pela Universidade de Oxford. A sua tese de doutoramento teve como tema as origens do Observatório Astronómico de Lisboa e foi orientada por Jim Bennett, um dos maiores especialistas mundiais na história dos instrumentos científicos e sua musealização.

Ciência Hoje

PARTILHAR

RESPONDER

Estudo da Universidade do Minho defende legalização da prostituição em Portugal

Um estudo de um investigador da Universidade do Minho (UMinho) defende a legalização da prostituição em Portugal e denuncia a “ineficácia do modelo abolicionista” em vigor desde 1983, anunciou esta quinta-feira aquela academia. Em comunicado, a …

Dispositivo vestível impresso a 3D não precisa de ser carregado

Um grupo de especialistas desenvolveu um dispositivo vestível a que chamaram “dispositivo biossimbiótico”, que conta com vários benefícios. O novo dispositivo é impresso em 3D, personalizado e baseado em análises corporais dos utilizadores e ainda pode …

Microsoft encerra o LinkedIn na China devido às restrições locais

A Microsoft informou esta quinta-feira que irá encerrar a rede profissional LinkedIn na China até ao final do ano, justificando a decisão com a existência de um "ambiente operacional difícil", segundo a agência France-Presse (AFP). O …

Ceni anunciado mas adeptos avisam: "Só será treinador se falar connosco antes"

Mudança de treinador no São Paulo: saiu Crespo e regressou a "lenda" do clube, Ceni. Mas há palavras que não se esquecem... Mais uma mudança de equipa técnica no Brasileirão. Desta vez no São Paulo, que …

No Japão, milhares de idosos morrem sozinhos. Agora, um sistema ajuda na deteção de cadáveres nas casas

Monitorização dos edifícios permite perceber se há movimento dos ocupantes dentro das casas. Desta forma, é mais fácil evitar que corpos em decomposição permanecem no local ao longo de muito tempo. O Japão é um dos …

"Nunca tive tanto medo na minha vida". Ruth estava a dormir quando meteorito lhe caiu na cama

A mulher ficou assustada com o incidente, mas acabou por sair ilesa. Agora, pretende recuperar dos danos causados e admite que quer conservar a pedra. Parece ficção, mas a história aconteceu na cidade de Golden, no …

Corrida ao peru de Natal. Britânicos temem não ter a iguaria na mesa - e a culpa é do Brexit

No Reino Unido, há falta de mão de obra na agricultura e a criação de perus está a ser uma das áreas mais afetadas. Procura da iguaria natalícia já aumentou. Na quinta "Flower Farm", no coração …

Paulo Rangel vai candidatar-se à liderança do PSD "independentemente de qualquer calendário"

O eurodeputado Paulo Rangel vai anunciar que se candidata à liderança do PSD numa intervenção no perante os conselheiros esta noite. Paulo Rangel quer candidatar-se à liderança do PSD, segundo avançaram o Observador e a TVI. …

México venceu, apesar de não deixarem os jogadores dormir

Adeptos de El Salvador acrescentaram um episódio à rivalidade com o México. Corona começou no banco mas entrou logo aos 20 minutos. O México continua o seu percurso vitorioso rumo à fase final do Mundial 2022. …

“Esqueceram-se de nós". Bombeiros fazem greve de dois dias em novembro devido ao OE

Os bombeiros profissionais marcaram greve para os dias 11 e 12 novembro para contestarem a proposta de Orçamento do Estado para 2022, que "se esqueceu completamente" da classe, anunciaram hoje a associação e o sindicato …