Novo curador do primeiro planetário da América é português

Chris Smith/Out of Chicago

Planetário Adler, em Chicago, o mais antigo da América

Planetário Adler, em Chicago, o mais antigo da América

O próximo curador do Planetário Adler, em Chicago, o primeiro a surgir na América, é português e chama-se Pedro Raposo.

O novo curador identifica uma dupla motivação neste desafio: “promover mais investigação em torno da colecção e contribuir para que um público cada vez mais alargado possa usufruir deste magnífico património”.

Pedro Raposo é mestre em História e Filosofia das Ciências pela Faculdade de Ciências da U.Lisboa, doutor em História da Ciência pela Universidade de Oxford, e investigador de pós-doutoramento do Centro Interuniversitário de História das Ciências e Tecnologia.

O Planetário Adler, tido como referência ao nível do ensino das ciências, tem a seu cargo uma das maiores e mais representativas colecções de instrumentos científicos históricos do mundo e que inclui livros raros, mapas, imagens, modelos e material de arquivo de importância capital para a história da Astronomia.

Actualmente, o edifício tem três salas para sessões de planetário equipadas com tecnologia audiovisual avançada, um centro de imagem e visualização do espaço e um observatório.

O planetário acolhe ainda um grupo de investigação em Astrofísica e um instituto dedicado à história da astronomia, o Webster Institute for the History of Astronomy.

SAHFC / fc.ul.pt

Pedro raposo, o novo curador do Planetário Adler

Pedro raposo, o novo curador do Planetário Adler

No cargo que Pedro Raposo vai assumir, a missão passa por “promover o estudo desta colecção e o seu enriquecimento com novos itens, facilitar o seu uso para fins educativos e de investigação, e trabalhar na sua interpretação perante o grande público, através da organização de exposições e do desenvolvimento de plataformas multimédia”.

De acordo com a Secção Autónoma de História e Filosofia das Ciências, Pedro Raposo foi o primeiro estudante de pós-graduação a obter o grau de mestre em História e Filosofia das Ciências nesta faculdade, em 2006.

A tese do historiador das ciências foi dedicada ao percurso do astrónomo Campos Rodrigues (1836-1919), segundo director do Observatório Astronómico de Lisboa e figura de proa da Astronomia portuguesa de finais do século XIX e princípios do século XX, e foi orientada por Henrique Leitão, recentemente distinguido com o Prémio Pessoa.

Em 2011, Pedro Raposo obteve o grau de doutor em História da Ciência pela Universidade de Oxford. A sua tese de doutoramento teve como tema as origens do Observatório Astronómico de Lisboa e foi orientada por Jim Bennett, um dos maiores especialistas mundiais na história dos instrumentos científicos e sua musealização.

Ciência Hoje

PARTILHAR

RESPONDER

Ljubomir Stanisic rescindiu contrato “de forma unilateral” com a TVI

A caminho da SIC, o apresentador rescindiu o contrato com a estação de Queluz, avança a TVI. Ljubomir Stanisic tinha contrato até dezembro de 2020. “O Chef Ljubomir Stanisic rescindiu hoje [esta sexta-feira], unilateralmente, o contrato …

Netflix tem uma nova funcionalidade. Os cegos e os surdos agradecem

A nova funcionalidade da Netflix permite alterar a velocidade de reprodução dos seus filmes e séries. Esta é uma novidade bem recebida por espetadores cegos e surdos. A Netflix tem uma nova funcionalidade que permite que …

Cientistas transformam tijolos em dispositivos de armazenamento de eletricidade

Uma equipa de investigadores descobriu como converter o pigmento vermelho dos tijolos num plástico condutor de eletricidade. Esse processo permitiu transformar os tijolos em dispositivos de armazenamento de eletricidade. Esses supercapacitores de tijolo podem ser …

Primeiro Museu do Godzilla abre no Japão (e os visitantes podem entrar na boca do monstro)

O primeiro Museu do Godzilla do mundo está agora aberto no Japão e tem uma estátua enorme do icónico monstro, em cuja boca se pode entrar de slide. De acordo com a Newsweek, atualmente, os visitantes …

Hubble faz a primeira observação de um eclipse lunar total

Tirando vantagem de um eclipse lunar total, astrónomos usaram o Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA para detetar ozono na atmosfera da Terra. Este método serve como um substituto de como vão observar planetas semelhantes à Terra …

Biden tem 71% de probabilidade de vencer as eleições contra Trump

Joe Biden, candidato democrata à Casa Branca, tem 71% de probabilidade de vencer as eleições presidenciais norte-americanas frente a Donald Trump, o atual Presidente dos Estados Unidos, aponta uma nova sondagem. A pesquisa de opinião, levada …

Barcelona 2-8 Bayern | Atropelamento histórico na Champions

Noite histórica no Estádio da Luz. Em jogo dos quartos-de-final da Liga dos Campeões, o Bayern goleou o Barcelona por impensáveis 8-2 – com 4-1 em cada uma das metades. Um resultado que se tornou …

Depois das sementes, norte-americanos recebem máscaras, óculos de sol e até meias sujas da China

Vários residentes da Flórida, nos Estados Unidos, receberam pacotes misteriosos da China pelo correio que não tinham encomendado. Desta vez não eram sementes, mas sim máscaras cirúrgicas, óculos de sol e até meias sujas. Em declarações …

Imposto sobre refrigerantes reduziu o seu consumo

O imposto especial sobre as bebidas com maior teor de açúcar levou mais de 40% dos inquiridos num estudo da Universidade Católica esta sexta-feira divulgado a reduzir o seu consumo, comportamento que adotariam também com …

Uma só teoria da conspiração sobre a covid-19 matou 800 pessoas. 60 ficaram totalmente cegas

Pelo menos 800 pessoas morreram e 60 ficaram cegas na sequência de uma teoria da conspiração sobre a covid-19, concluiu um novo estudo. A investigação, cujos resultados foram esta semana publicados na revista científica American Journal …