“Estamos a ver a patologia da banca. Uma patologia triste”, diz CEO do Novo Banco

António Pedro Santos / Lusa

O presidente do Novo Banco, António Ramalho

O presidente executivo do Novo Banco, António Ramalho, tem visto, nos últimos tempos, grandes devedores da instituição financeira a explicarem-se na comissão de inquérito, classificando o que assiste como “triste”.

“Estamos a ver a patologia da banca. Infelizmente, é uma patologia triste, normalmente diferida no tempo porque só se descobre muitos anos depois”, declarou António Ramalho no CEO Banking Forum, iniciativa do Expresso e da Accenture transmitida na SIC Notícias na quarta-feira.

Segundo noticiou esta quinta-feira o Expresso, entre esses devedores estão Bernardo Moniz da Maia, Luís Filipe Vieira e João Gama Leão. Os devedores vêm do BES, com a Sogema e a Ongoing juntas a terem dívidas superiores a mil milhões de euros.

“Não contribuo para elevar esta patologia à escala da normalidade bancária. São casos excecionais que não são o paradigma do empresário português”, sublinhou o presidente executivo do Novo Banco.

Já o presidente da Caixa Geral de Depósitos, Paulo Macedo, afirmou: “Nós nas comissões de inquérito e nos casos da banca temos os exemplos enviesados. Temos o que correu mal ou o que correu pessimamente. Não temos a amostra de empresários e gestores que consideramos normais, muitos deles com um enorme mérito: ser empreendedor e empresário não é nada fácil neste país”. “Não são representativos”, sublinhou.

“Há comportamentos que são inqualificáveis”, completou o responsável, embora acredite que essa realidade já melhorou.

Moniz da Maia é um dos maiores devedores do Novo Banco. Na sua audição disse não ter património mas depois assumiu ter fundações ‘offshores’. Esta foi enviada para o Ministério Público para apuramento de matéria criminal. João Gama Leão, da Prebuild, e Luís Filipe Vieira, da Promovalor, foram outros dos devedores ouvidos.

“Feita a reestruturação”, há vocação “de querer crescer”

Ainda sem a transferência necessária para cobrir os prejuízos de 2020, o Novo Banco não retira a possibilidade de vir a participar em aquisições de outros bancos. “Olhamos naturalmente para todas as oportunidades que possam, do ponto de vista de trabalho, significar um maior envolvimento com a economia portuguesa”, disse António Ramalho.

Há compromissos que obrigavam ao banco a “manter-se um banco significativo para as empresas portuguesas” – como a proibição de fazer aquisições até ao final do plano de reestruturação, que termina no fim de 2021.

“Feita a reestruturação, feita a análise, temos esta vocação natural de querer crescer”, declarou em resposta sobre se a hipótese de aquisições. A pandemia, continuou, trouxe o foco para a “aposta no mercado português”.

“O Novo Banco deixou de ser um problema. Foi um problema enorme, foi resolvido durante o primeiro período de seis anos”, relembrou, acrescentando: “Não queremos ser um acréscimo de responsabilidades futuras para o sistema financeiro”.

  Taísa Pagno //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. “O Novo Banco deixou de ser um problema.”
    Errado!
    O NB deixará de ser um problema quando pagar os milhares de milhões que deve ao fundo de resolução.

  2. quando Chegar a altura de PAGAR ,como boa off-shore ,transfere os capitais,abre falencia e desaparece sem pagar ao fundo de Resoluçao ,afinal aguem sabe a quem verdadeiramente pertençe a Lone Star ? Isto ja esta tudo Planeado ,tem sido assim desde 1974 ,Poder Politico a Dar Golpadas e os portugueses a terem de emigrar ,para terem uma vida decente

RESPONDER

Gonçalo Esteves, Sporting

"Gonçalo Esteves é o futuro do Sporting". Adeptos rendidos ao ex-portista de 17 anos

O lateral-direito Gonçalo Esteves, de apenas 17 anos, estreou-se na equipa principal do Sporting, no jogo da Taça de Portugal contra o Belenenses, e o treinador Ruben Amorim diz que é "o futuro" do clube. …

Portugal regista mais 10 mortes e 612 novos casos de covid-19

Portugal registou, este sábado, mais 10 mortes e 612 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 612 novos …

Toda a herança de Rendeiro foi para o "rei dos táxis". MP investiga presidente da ANTRAL e o filho motorista

O Ministério Público está a investigar o ex-motorista de João Rendeiro e o seu pai, o presidente da ANTRAL, a maior associação de táxis portuguesa. Em causa estão suspeitas de lavagem de dinheiro quando se …

Depois do polémico golo de Mbappé, UEFA pondera mudar regra do fora de jogo

A UEFA defendeu uma reformulação da regra do fora de jogo, depois do polémico golo de Kylian Mbappé que, no último domingo, deu a vitória a França na final da Liga das Nações. Apesar da polémica, …

Nova deputada do PSD condenada por falsificação de documento

A nova deputada do PSD, que toma posse na Assembleia da República na próxima terça-feira, já foi condenada por falsificação de documento há dois anos. Segundo avança o Jornal de Notícias, Eugénia Duarte vai substituir Carla …

Presidente avisou partidos sobre cenário de eleições antecipadas: "Se tiver de ser, é"

Em caso de chumbo do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022), o Presidente da República prefere não perder tempo e "matar o mal pela raiz". Findas as audiências com os partidos no Palácio de Belém, a …

"A maior descida de sempre". Galamba sublinha redução dos preços da luz para empresas e famílias

As tarifas de electricidade propostas pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) para 2022 representam uma descida nos preços da ordem dos 3,4%. O Secretário de Estado Adjunto e da Energia, João Galamba, fala de …

Administração Biden vai reativar programa anti-imigração de Trump

A Administração Biden anunciou, esta sexta-feira, que vai reativar a política anti-imigração nas fronteiras da era Trump, que forçou milhares de requerentes de asilo a aguardarem a conclusão dos seus processos no México, muitas vezes …

José Sena Goulão / Lusa

"Rangel fez o roteiro da carne assada" (e Rio pode não sobreviver à "golpada")

Rui Rio ainda não desfez o tabu sobre a sua recandidatura, ou não, à presidência do PSD, mas está pressionado a tomar uma decisão. No seio do partido, e mesmo entre os seus apoiantes, só …

Bolsonaro será acusado de 11 crimes na gestão da pandemia, entre os quais homicídio

O senador Renan Calheiros, relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga a gestão da pandemia, anunciou que Jair Bolsonaro deverá ser indiciado de 11 crimes, entre os quais o de homicídio. O relator da …