Nove Estados da União Europeia querem aumentar os impostos sobre as companhias aéreas

Nove países da União Europeia juntaram-se esta quinta-feira para exigir uma aviação mais limpa na Europa, um dos meios de transporte mais poluentes que consideram que está a ser taxado abaixo do que devia.

Alemanha, Bulgária, Dinamarca, França, Itália, Suécia e os três Estados do Benelux (Luxemburgo, Bélgica e Países Baixos) exortaram a Comissão Europeia a propor novas medidas dirigidas ao setor, sem contudo reclamarem uma taxa específica sobre a poluição.

Esta declaração, iniciada pelos Países Baixos e assinada pelos ministros das Finanças destes nove Estados, foi publicada a menos de um mês da data prevista da entrada em funções da nova Comissão Europeia, liderada pela alemã Ursula von der Leyen.

“Apelamos à nova Comissão Europeia para que faça avançar o debate sobre a tarificação da aviação civil, por exemplo através de medidas fiscais específicas ou políticas similares”, escreveram. “Em relação aos outros modos de transporte, a aviação civil não está a contribuir o suficiente”, consideraram os nove subscritores.

As companhias aéreas do mundo inteiro são poupadas às taxas elevadas sobre o combustível. O preço dos bilhetes de aviação para os voos internacionais não reflete suficientemente o custo médio das emissões de dióxido de carbono e das consequências negativas do transporte aéreo, constataram os ministros na sua declaração.

Os Países Baixos estão a pressionar para a adoção desta medida e declararam que avançarão sozinhos com a sua própria taxa em 2021, se o executivo europeu não conseguir propor legislação. A adoção de uma taxa à escala da União Europeia pode revelar-se de concretização difícil, uma vez que as decisões de cariz fiscal exigem a unanimidade.

Os países que são destino turístico, como Grécia ou Espanha, receiam um aumento dos voos de preços baixos, que lhes reduziria as receitas.

A organização não-governamental Transportes e Ambiente, cuja sede é em Bruxelas, felicitou-se por esta iniciativa: “É profundamente injusto que todos devam pagar taxas para abastecerem (combustível), mas as companhias aéreas não pagam um cêntimo de imposto sobre o carburante”, escreveu.

A União Europeia prevê que as emissões mundiais da aviação no próximo ano excedam em cerca de 70% as de 2005.

// Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. seria prudente e sensato aumentar os impostos sobre o combustível da aviação que até agora tem o seu combstível muito poluente isento de impostos.

  2. como hoje se sabe a aviação e os navios de grande porte poluem muito mais que todos os automóveis no mundo, além de que os aviões espalham rastos químicos por todo o lado onde passam.

RESPONDER

Acesso à Internet deve ser considerado direito humano básico

Uma nova investigação, levada a cabo pela Universidade de Birmingham, no Reino Unido, concluiu que acesso à Internet deve ser um direito humano básico, pois significa a capacidade participar na vida pública. Merten Reglitz, professor de …

Fórmula 1 quer atingir emissões zero de CO2 até 2030

A Fórmula 1 pretende reduzir a zero as emissões de CO2 até 2030, com base num plano que pretende “pôr em marcha de imediato”, anunciou esta terça-feira a Federação Internacional do Automóvel (FIA). O plano divulgado …

A Tesla vai lançar a sua misteriosa pickup “cyberpunk” elétrica ainda este mês

A nova Tesla Cybetruck já tem data de lançamento após um longo tempo de espera. O fundador da empresa, Elon Musk, anunciou que a carrinha "pickup" será revelada no dia 21 de novembro. O anúncio foi …

Asteróide "potencialmente perigoso" aproxima-se da Terra esta quarta-feira

Um asteróide com 147 metros de diâmetro, caracterizado pela NASA como "potencialmente perigoso" vai aproximar-se da Terra esta quarta-feira. Em causa está o corpo rochoso UN12 2019, explica a agência espacial norte-americana, dando conta que o …

Encontrado submarino da II Guerra Mundial que esteve perdido durante 75 anos (devido a um erro de tradução)

Uma equipa de exploradores oceânicos privada encontrou na costa do Japão um submarino do exército norte-americano do tempo da II Guerra Mundial, que estava desaparecido há 75 anos por causa de um erro num dígito …

Uma casa esteve a afundar-se no Tamisa para alertar para a subida do nível dos oceanos

No passado domingo, quem passou junto ao rio Tamisa, em Londres, não deverá ter ficado indiferente à típica casa dos subúrbios ingleses que se afundava perto da Tower Bridge. Felizmente, de acordo com a agência Reuters, …

A defesa de Lage é a melhor do Benfica em quase 30 anos

A defesa de Bruno Lage leva apenas quatro golos sofridos em 11 jornadas, o que faz dela a melhor defesa do campeonato e a melhor do Benfica desde a temporada de 1990/1991, escreve o jornal …

OE2020. “Não vamos para negociar”, esclarece Jerónimo de Sousa

O PCP vai reunir esta quarta-feira com o Governo com vista ao Orçamento de Estado para 2020. Jerónimo de Sousa esclareceu esta terça-feira que os comunistas não vão para negociar, sendo "manifestamente exagerado dizer que …

Benjamin "morreu" enquanto cumpria pena de prisão perpétua. Agora está vivo e quer a liberdade

Um norte-americano, de 66 anos, que cumpre pena de prisão perpétua por ter espancado um homem até à morte em 1996, pretendia ser libertado, uma vez que o seu coração parou por breves instantes. Em 1996, …

“Máfia do Sangue”. Ministério Público deixa Octapharma fora da acusação

O Ministério Público (MP) deixou a farmacêutica Octapharma fora da acusação da operação "O Negativo" por considerar que o ex-administrador Lalanda e Castro montou um esquema de corrupção para a venda de plasma ao Serviço …