Nota artística: nova tragédia grega, agora na baliza

Alfama: um dos bairros mais conhecidos da capital de Portugal. Lisboa é, pelo menos duas vezes por ano, o palco do dérbi eterno. Depois da glória eterna de um Abel na América, a eternidade virou-se para a Segunda Circular – que também tem problemas eternos – e reuniu Sporting e Benfica em Alvalade. Um dos raros jogos que foram disputados em todas as edições do principal campeonato português de futebol. Um duelo que já criou inúmeras lembranças, ao longo do tempo.

Que recordações encontraríamos neste dérbi?

Desde logo, recordações começa por R. R de responsabilidade: para os lados do verde e branco, pouca gente, muito pouca gente, iria adivinhar que seriam líderes no primeiro dia de fevereiro de 2021.

A letra R de recuperação: para os lados do vermelho e branco, é altura de recuperar peças para os compromissos, após um surto evidente do coronavírus.

R também de renovação: Vertonghen, Otamendi e Jardel titulares, numa defesa renovada, com três defesas-centrais no onze inicial do filho de Deus.

Ah, o R de refúgio: esta seria a noite do regresso de Jorge Jesus a Alvalade, agora de novo com o perfil de rival, mas o treinador refugiou-se em casa. Podias voltar, estás perdoado. Esquece o passado.

E um último R, de receio: se o Benfica perder esta partida, ficará a nove pontos do adversário e líder. E ainda há o outro “grande” pelo meio. Fica difícil… Mas há gente que sonha. E é bom sonhar.

Jardel também sonha com a fase da sua carreira em que não se lesiona. Não é esta a fase. O jogo tinha começado há pouco tempo e o brasileiro saiu por causa de um problema muscular.

Problema estava a ser Tiago Tomás, para os visitantes. O jovenzinho, no meio dos experientes Otamendi e Vertonghen, não teve medo dos adversários. Sobretudo do argentino, que enfrentou bem de perto. E quase marcou, mais tarde.

Mais Sporting, mais sobressaltos numa defesa benfiquista inquieta (que novidade nesta temporada).

Foi assim a primeira parte. E, muito perto do descanso, Neto deveria ter feito mais e inaugurado o marcador.

Podia ser um alento para um encontro que ficou longe do grande espetáculo que se queria, ao longo dos primeiros 45 minutos.

Quando os jogadores regressaram ao relvado para a segunda parte, pensou-se (ou eu pensei, se calhar fui só eu) que Rafa não iria voltar. O avançado do Benfica já tinha estado mal, fisicamente, nos instantes finais do primeiro tempo. Mas lá estava ele, quase a coxear. Custava-lhe correr, doía alguma coisa, via-se. Mas um português arranja sempre força nas pernas!

Pareceu também que o Benfica tinha mais força nas pernas, no recomeço do dérbi. Mais vermelho, no início, mas boa reação verde logo a seguir. Nos primeiros minutos assistiram-se a situações de perigo mas, até ao final, remates à baliza…quantos? Quando os remates escasseiam, é provável que os golos não apareçam.

É provável. Mas não é certo: minuto 92′, Matheus Nunes colocou a bola lá dentro. Foi só a segunda vez que o jovem brasileiro marcou pela equipa principal do Sporting. Que bom momento para voltar a acertar. E que bela assistência de Vlachodimos. O grego que é alemão é um dos melhores elementos da sua equipa, mas nestas coisas de sair da baliza e agir nas alturas… É a segunda tragédia grega para o Benfica nos últimos tempos, depois da que foi protagonizada pelo tal Abel que agora é campeão na América.

Que festa no banco do Sporting. Ruben Amorim começou a correr, aos saltos! Quer lá saber do seu passado marcante no Benfica e da sua relação com o treinador que estava no outro lado… Ai não, não estava.

O Sporting ganhou ao Benfica em casa! Há quanto tempo isto não acontecia no campeonato? Há uma década, ou perto disso.

Bem, há outro registo que o Sporting não alcança há muito mais do que uma década. Há quase duas, na verdade. Mas se as coisas continuam assim nos próximos meses… A comitiva verde e branca começa a ficar convencida de há linda luz ali à espera.

No outro lado da Segunda Circular, estar a nove pontos da liderança…

Mas pronto, há muita gente que sonha.

Nuno Teixeira Nuno Teixeira, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Câmara de Lisboa oferece viagem de táxi a idosos que vão tomar a vacina

Os residentes em Lisboa com mais de 80 anos ou 50 anos e patologias associadas podem deslocar-se gratuitamente de táxi para tomar a vacina contra a covid-19. Os custos da viagem são assumidos pela autarquia …

Liquidez é "abundante" mas "é preciso fazê-la chegar" à economia, diz Centeno

O governador do Banco de Portugal, Mário Centeno, indicou que a crise de 2008 e de 2020 não são comparáveis devido à abundância de dinheiro disponível e que há liquidez para travar o impacto económico, mas …

Chega quer telefone e Internet pagos aos trabalhadores do Estado em teletrabalho

O Chega entregou no Parlamento, este domingo, um projeto de resolução no qual recomenda ao Governo que dê "o exemplo" e pague as despesas de telefone e Internet aos trabalhadores do Estado que estão em …

Governo quer que progressões na Função Pública passem a ser anuais

A ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, admitiu propor aos sindicatos um alongamento da tabela remuneratória da função pública e criar progressões anuais. Em entrevista ao Diário de Notícias e Dinheiro …

Há 100 dias, a direita tombou os 24 anos de poder socialista açoriano. OE2021 é a prova de fogo

Há 100 dias, deu-se uma das maiores reviravoltas da política açoriana: José Manuel Bolieiro foi empossado presidente, o PS superou o PSD no sufrágio mas a maioria de direita no Parlamento uniu forças para pôr …

Portugal vai comprar cerca de 38 milhões de vacinas, "muito mais" do que as necessárias

Em entrevista à agência Lusa, Marta Temido anunciou que Portugal vai comprar cerca de 38 milhões de vacinas contra a covid-19. Portugal vai comprar cerca de 38 milhões de vacinas contra a covid-19, “muito mais” do …

As mulheres na corrida a Marte (uma é portuguesa e sonha caminhar no Planeta Vermelho)

A chegada do veículo Perseverance da NASA a Marte teve dedo de várias mulheres, umas das quais a portuguesa Florbela Costa, Engenheira Aeronáutica do grupo suíço Maxon que falou com o ZAP sobre a sua …

"Truque" nas nomeações para altos cargos no Estado favorece PS

Em 165 concursos públicos para altos cargos, 129 deles são ocupados por dirigentes que tinham sido nomeados antes em regime de substituição. O Governo está a fazer nomeações para os cargos de topo no Estado …

Moratórias terminam no final do mês, mas banca afasta catástrofe

As moratórias privadas para crédito à habitação terminam já no próximo dia 31 de março e não está previsto o seu prolongamento. O ECO realça que as moratórias que vão terminar no final do mês representam …

Governo compra 139 mil computadores fornecidos pela empresa do Magalhães

Depois de ter lançado o Magalhães, que foi distribuído aos alunos do 1.º ciclo pelo Governo de José Sócrates, a JP Sá Couto vai voltar a fornecer computadores ao Estado. De acordo com o Correio da …