Nova teoria explica origem de meteoritos potencialmente perigosos

P.Carril / ESA

O asteróide 2011 UW-158, a maior pedra preciosa do Mundo

O asteróide 2011 UW-158

Uma equipa científica internacional liderada por Philipp Heck, da Universidade de Chicago, chegou à conclusão de que a causa principal dos choques entre meteoritos e a Terra são as colisões de asteróides que ocorreram há centenas de milhões de anos.

Os investigadores acreditam que as colisões de asteróides nos recantos mais remotos do universo produzem “destroços” que se foram dispersando e caindo no nosso planeta ao longo das últimas centenas de milhões de anos.

A maioria destes asteróides são os chamados “objetos próximos da Terra“, mais conhecidos por seu acrónimo em inglês NEO, Near Earth Objects, que são feitos de pedra com incrustações de minerais e com pouca quantidade de ferro e de metais.

Entretanto, os meteoritos encontrados na nossa Terra pertencem a outro tipo, caracterizado pela abundância em ferro em detrimento dos outros metais. Mas por que são tão diferentes uns dos outros?

De acordo com os investigadores, na sua maioria, os meteoritos que caíram no nosso planeta não têm origem em locais “próximos”, mas são produto de choques que ocorreram há milhões de anos.

Estas colisões produzem fragmentos de pedra que navegam pela nossa galáxia desde então. O principal problema é que só somos capazes de ver os restos destes corpos celestes quando eles já estão numa proximidade perigosa da Terra, diz o artigo publicado na revista científica Nature Astronomy.

De acordo com o autor principal do estudo, Philipp Heck, estes meteoritos seriam provenientes de uma “sequência de colisões que começa com a ruptura de um asteróide ou um impacto que gera fragmentos e novos asteróides menores, que chocam de novo entre si e geram mais fragmentos”, criando um efeito em cadeia.

Os cientistas determinaram também que o fluxo de meteoritos muda com o tempo. Assim, quando se produz um grande número de pequenas colisões num espaço relativamente pequeno, há um aumento destes pequenos fragmentos, ou seja, a “densidade” de corpos celestes numa determinada região do espaço pode aumentar.

Os investigadores pretender agora dar mais atenção aos grandes choques de asteróides para saber de onde podem provir os meteoritos potencialmente perigosos, em vez de monitorizar os objectos já conhecidos – que têm trajectórias mais ou menos previsíveis.

PARTILHAR

RESPONDER

Consumo excessivo de álcool afeta o sistema nervoso (e aumenta a ansiedade)

Investigadores do Instituto de Investigação e Inovação em Saúde concluíram que o consumo repetitivo de álcool afeta diretamente células imunes do sistema nervoso central, que eliminam parte da comunicação entre os neurónios, e provoca o …

Afinal, os tubarões-baleia macho não são os maiores peixes dos oceanos

Um novo estudo revela que, afinal, os tubarões-baleia machos não são os maiores peixes do oceano. As fêmeas crescem continuamente muito depois de os machos pararem, atingindo tamanhos maiores - ainda que demorem mais tempo …

Exército norte-americano usou fundos de emergência covid-19 para comprar armas

O exército dos Estados Unidos utilizou fundos de emergência aprovados pelo Congresso especificamente para combater a covid-19 para comprar armas, denuncia esta semana o jornal norte-americano The Washington Post. O caso remonta a março passado, …

Carpinteiros usam técnica medieval na reconstrução de Notre Dame

A reconstrução de Notre Dame - que se prevê estar concluída no prazo de cinco anos - continua a avançar e os carpinteiros usaram técnicas medievais para erguer uma estrutura na fachada do monumento. A Catedral …

Durante um ano e meio, uma aldeia inteira perdeu a Internet todos os dias à mesma hora (e já se sabe porquê)

Durante 18 meses, os residentes de uma vila no País de Gales perderam a Internet todos os dias à mesma hora. Agora, engenheiros identificaram o motivo: uma televisão em segunda mão que emitia um sinal …

Gado na UE produz 704 milhões de toneladas de CO2 (mais do que todos os transportes juntos)

De acordo com uma nova análise da Greenpeace, animais de criação como vacas, porcos e outros, estão a emitir mais gases com efeito de estufa na Europa do que todos os transportes juntos. Na última década, …

É distraído e está sempre a perder a carteira? A Cashew Smart Wallet é para si

Uma simples carteira pode vir a melhorar os seus dias. A Cashew Smart Wallet é dotada de uma tecnologia de bluetooth que permite proteger os seus bens e ainda o ajuda caso a perca por …

Desportivo das Aves SAD desiste do Campeonato de Portugal

O Desportivo das Aves SAD vai abdicar da participação no Campeonato de Portugal (CdP), após ter falhado as negociações com o Perafita para utilizar as instalações do clube de Matosinhos. "As inscrições fechavam ontem [terça-feira] e …

Celebridades doam dinheiro para pagar dívidas a ex-presos impedidos de votar nos EUA

O bilionário Michael Bloomberg, o cantor John Legend e o basquetebolista LeBron James são algumas das celebridades que estão a doar dinheiro para pagar dívidas de ex-presidiários da Florida, impedidos de votar nas próximas eleições …

No debate sobre o Plano de Recuperação, evocou-se Sócrates e Passos

O líder do PSD questionou o primeiro-ministro se pretende "fomentar o desemprego" com o aumento do salário mínimo. O chefe do Governo manifestou-se "completamente perplexo". Na abertura do debate sobre o Plano de Recuperação e Resiliência, …