Nico Rosberg vence no Mónaco e assume liderança do Mundial de F1

siraf72 / Flickr

Nico Rosberg

Nico Rosberg

O piloto alemão Nico Rosberg (Mercedes) venceu este domingo o Grande Prémio do Mónaco em Fórmula 1 e assumiu a liderança do Mundial, à frente do seu colega de equipa, o britânico Lewis Hamilton.

No circuito citadido de Monte Carlo, assistiu-se à quinta “dobradinha” seguida da Mercedes, já que Lewis Hamilton, vencedor das quatro corridas anteriores, trocou de posição com Rosberg e foi desta vez segundo classificado, à frente do australiano Daniel Ricciardo (Red Bull).

Vencedor da primeira corrida da época, na Austrália, Nico Rosberg alcançou o segundo triunfo da temporada e o quinto da sua carreira.

Rosberg, que largou da “pole position” cumpriu as 78 voltas em 1:49.27,661 horas, numa corrida marcada pela entrada do “safety car” três vezes e por diversos abandonos, nomeadamente o do alemão Sebastian Vettel (Red Bull), tetracampeão do Mundo.

Num circuito pouco rápido, estreito com as suas curvas, contracurvas e túneis, Rosberg segurou a “pole position” que tinha conquistado e Hamilton o segundo lugar, apesar de pressionado pelo piloto australiano Daniel Ricciardo (Red Bull), que foi terceiro.

Numa corrida que voltou a acentuar o domínio da Mercedes, Rosberg conseguiu ainda a sua segunda vitória da temporada, já que venceu na estreia, na Austrália, numa corrida em que Hamilton teve que abandonar.

Segundo nos quatro grandes prémios seguintes, atrás do britânico, o piloto alemão soma agora 122 pontos, enquanto Lewis Hamilton tem 118.

Na terceira posição do campeonato do Mundo segue o espanhol Fernando Alonso (Ferrari), com 61 pontos e que hoje foi quarto, e Daniel Ricciardo (Red Bull), 54 pontos, que fechou o pódio no circuito monegasco.

A corrida de hoje foi muito acidentada, com duas entradas do “safety car” e oito abandonos, entre eles o do tetracampeão mundial Sebastian Vettel (Red Bull), que no Mundial segue na sexta posição.

Os momentos de maior frenesim na corrida aconteceram já na reta final quando Hamilton — que até às últimas dez voltas esteve a menos de um segundo de Rosberg -, começou a perder tempo e se viu acossado por Ricciardo.

Já Fernando Alonso, que saiu do quinto lugar da grelha, acabou por tirar proveito dos problemas de Kimi Raikkonen (12.º) e de Vettel (abandono), para terminar na quarta posição.

Nico Rosberg alcançou no Mónaco, onde tinha ganhado em 2013, a quinta vitória da sua carreira e a segunda temporada, cumprindo também uma “tradição” do circuito nos últimos anos, a de que o detentor da “pole position” ganha a corrida.

Uma situação que aconteceu nos últimos seis anos devido às características do traçado urbano de Monte Carlo, pouco propício a uma corrida rápida e de risco para ultrapassagens.

Os oito abandonos aconteceram com os pilotos Sergio Perez (logo na primeira volta), Pastor Maldonado, Sebastian Vettel, Daniil Kvyat, Adrian Sutil, Jean-Eric Vergne, Valtteri Bottas e Esteban Gutiérrez.

ph-stop / Flickr

Nico Rosberg

Nico Rosberg

GP Mónaco:

1. Nico Rosberg (Alemanha), Mercedes, 1h49m27.661s

2. Lewis Hamilton (Grã-Bretanha), Mercedes, a 9.210s

3. Daniel Ricciardo (Austrália), Red Bull-Renault, a 9.614s

4. Fernando Alonso (Espanha), Ferrari, a 32.452s

5. Nico Hulkenberg (Alemanha), Force India-Mercedes, a 1 volta

6. Jenson Button (Grã-Bretanha), McLaren-Mercedes, a 1 volta

7. Felipe Massa (Brasil), Williams-Mercedes, a 1 volta

8. Romain Grosjean (França), Lotus-Renault, a 1 volta

9. Jules Bianchi (França), Marussia-Ferrari, a 1 volta

10. Kevin Magnussen (Dinamarca), McLaren-Mercedes, a 1 volta

11. Marcus Ericsson (Suécia), Caterham-Renault, a 1 volta

12. Kimi Räikkönen (Finlândia), Ferrari, a 1 volta

13. Kamui Kobayashi (Japão), Caterham-Renault, a 3 voltas

14. Max Chilton (Grã-Bretanha), Marussia-Ferrari, a 3 voltas

Mundial de Pilotos:

1. Nico Rosberg (Alemanha), Mercedes, 122 pontos

2. Lewis Hamilton (Grã-Bretanha), Mercedes, 118

3. Fernando Alonso (Espanha), Ferrari, 61

4. Daniel Ricciardo (Austrália), Red Bull-Renault, 54

5. Nico Hulkenberg (Alemanha), Force India-Mercedes, 47

6. Sebastian Vettel (Alemanha), Red Bull-Renault, 45

7. Valtteri Bottas (Finlândia), Williams-Mercedes, 34

8. Jenson Button (Grã-Bretanha), McLaren-Mercedes, 31

9. Kevin Magnussen (Dinamarca), McLaren-Mercedes, 21

10. Sergio Pérez (México), Force India-Mercedes, 20

11. Felipe Massa (Brasil), Williams-Mercedes, 18

12 Kimi Räikkönen (Finlândia), Ferrari, 17

13. Romain Grosjean (França), Lotus-Renault, 6

14 Jean-Éric Vergne (França), Toro Rosso-Renault, 4

15. Jules Bianchi (França), Marussia-Ferrari, 4

16. Daniil Kvyat (Rússia), Toro Rosso-Renault, 4

Mundial de Construtores:

1. Mercedes, 240 pontos

2. Red Bull-Renault, 99

3. Ferrari, 78

4. Force India-Mercedes, 67

5. McLaren-Mercedes, 52

6. Williams-Mercedes, 52

7. Toro Rosso-Renault, 8

8. Lotus-Renault, 6

9. Marussia-Ferrari, 4

10. Sauber-Ferrari, 0

11. Caterham-Renault, 0

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Montenegro "hipotecou-se" à China (e agora quer a ajuda da Europa para se libertar)

Montenegro aceitou um empréstimo gigante da China para construir uma rodovia. Agora, o minúsculo país montanhoso quer ajuda da União Europeia (UE) para pagar a dívida. A situação em Montenegro é o mais recente conflito numa …

Punir os 12 clubes da Superliga Europeia? O tiro pode sair pela culatra

A UEFA ameaça punir os clubes que participem na Superliga Europeia. No entanto, tomar medidas precipitadas pode fazer com que o tiro saia pela culatra. O mundo do futebol foi abalado pelo anúncio de uma Superliga …

Criados 280 postos para vacinar 100 mil pessoas por dia

Duzentos e oitenta postos de vacinação rápida e de resposta reforçada estão a ser criados em todo o país para se conseguir vacinar 100 mil pessoas por dia, disse esta terça-feira à agência Lusa o …

Portugal e França promovem intercâmbio de árbitros nas ligas profissionais

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, esta segunda-feira, que vai promover, juntamente com a Federação Francesa de Futebol (FFF), um intercâmbio de árbitros. "Portugal e França vão promover um intercâmbio de árbitros no seguimento do …

Novo Banco vendeu carteira de malparado por valor inferior às próprias garantias

O deputado do PSD Alberto Fonseca apontou esta terça-feira que o Novo Banco vendeu a carteira de crédito malparado Nata II por um valor inferior às suas próprias garantias, baseando-se no relatório da Deloitte à …

ANA "não tem interesse económico". Montijo é a "solução mais rápida"

O presidente da comissão executiva da ANA - Aeroportos de Portugal disse, esta terça-feira, que a empresa "não tem interesse económico" numa das soluções para a expansão aeroportuária em Lisboa em vez de outra, mas …

Taiwan vende vacinas da AstraZeneca a 17 euros para evitar que expirem

Com lotes da vacina da AstraZeneca em risco de expirarem, devido a resistência à sua toma entre grupos prioritários, Taiwan começou esta segunda-feira a administrá-las a qualquer pessoa, por 17 euros. Horas depois de o sistema …

Mourinho: "Não preciso de fazer uma pausa, estou sempre no futebol"

O treinador português disse, esta segunda-feira, que "não necessita de fazer uma pausa", após deixar o comando técnico do Tottenham, e frisou estar "sempre no futebol". Embora não se tenha alongado muito, José Mourinho falou pela …

Regime sírio acusado de crimes contra a humanidade na Suécia

Quatro organizações não-governamentais apresentaram uma queixa junto da polícia da Suécia contra altos responsáveis do regime sírio por crimes contra a humanidade pelos ataques com armas químicas na Síria, em 2013 e 2017. A queixa foi …

Portugal, Lituânia e Malta são os únicos países da UE sem 5G

Portugal, Lituânia e Malta são os únicos países na União Europeia (UE) que ainda não têm qualquer oferta comercial de 5G, revelou o último relatório trimestral do Observatório Europeu do 5G, um organismo da Comissão …