Afinal, Neto de Lula da Silva não morreu de meningite

Antonio Lacerda / EPA

Arthur Araújo Lula da Silva, neto do ex-presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva, morreu no passado mês de março, com apenas sete anos. Agora, de acordo com a prefeitura de Santo André, a criança não morreu de meningite menigogócica como havia informado o Hospital Bartira, em Santo André.

Segundo um comunicado da Secretaria de Saúde do município, citado pela revista brasileira Exame, os exames realizados à criança descartaram a presença de meningite, sendo que ainda não foi revelada a verdadeira causa de morte da criança, avançou o semanário Sol na terça-feira.

A mesma revista escreveu ainda que até ao momento o hospital onde o neto do antigo presidente do Brasil morreu não se pronunciou sobre o assunto.

Porém, de acordo com o G1, o Instituto Lula revelou que a criança morreu de infeção generalizada provocada pela bactéria Staphylococcus aureus. A notícia, também divulgada na terça-feira, revela que a mesma costuma ser encontrada em infeções de pele.

Segundo jornal Folha de S. Paulo, o risco de uma infeção por essa bactéria pode levar à morte pessoas saudáveis, como aconteceu com Arthur, é muito baixo mas pode ocorrer. Depende de uma série de fatores, tanto da caraterísticas da bactéria quanto do paciente e da sua suscetibilidade imunológica.

Para os médicos, primeiro é preciso investigar qual foi a porta de entrada da bactéria na corrente sanguínea e entender a razão pela qual se disseminou tão rapidamente.

Situações como estas ocorrem mais frequentemente com pessoas internadas, que usam sondas e cateteres ou com indivíduos que têm problemas de imunidade, levando o organismo a não reagir ou combater adequadamente os microrganismos.

Não existe vacina que previna a infeção por esta bactéria. Geralmente, é possível prevenir a contaminação com simples cuidados básicos de higiene, principalmente se houver ferimentos na pele: lavar as mãos e o local da ferida, acrescenta o Folha de S. Paulo.

Na segunda-feira, o deputado federal Alexandre Padilha, que percebeu as dúvidas da família em relação ao diagnóstico feito pelo hospital e pediu uma série de novos exames, utilizou o Twitter para pedir esclarecimentos ao Hospital Bartira.

“[Espero que o hospital] esclareça quais procedimentos de apuração já realizou para o vazamento de diagnóstico que se revelou anti-ético para com a família e irresponsável com a saúde pública da região”, escreveu.

No último sábado, o deputado já havia feito declarações à Revista Fórum a informar que a criança não morreu de meningite, mas que não revelaria o motivo por respeito à família.

“O Arthur não morreu de meningite meningocócica. Não posso dizer do que ele morreu, porque a divulgação disso é uma decisão da família. Mas posso afirmar do que não foi. O agente etiológico não é o meningococo”, explicou.

Lula da Silva obteve autorização judicial para deixar a prisão em Curitiba (PR) acompanhar o velório e a cerimónia de cremação do corpo do neto no dia 02 de março, realizados no Cemitério Jardim das Colinas, em São Bernardo do Campo.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Época balnear arranca no sábado, mas começa mais tarde no Norte

A época balnear arranca no próximo sábado, 6 de junho, mas não em todo o país. No Norte de Portugal só começa a 27 de junho. Segundo o despacho publicado esta quinta-feira em Diário da República, …

Um terço das empresas de restauração não reabriu

Cerca de um terço das empresas de restauração não retomou a atividade e quase metade tem registado uma faturação média inferior a 10%, revelou a associação representativa do setor. A Associação de Hotelaria, Restauração e Similares …

Ministério Público alemão assume que Maddie McCann está morta

O procuradores do Ministério Público alemão acreditam que Madeleine McCann foi assassinada. O investigador Christian Hoppe, do Bundeskriminalamt, revelou que a criança pode ter sido alvejada quando o suspeito assaltava o apartamento da família. O procuradores do …

Nadadores-salvadores devem privilegiar salvamento "sem entrar na água"

A Federação Portuguesa de Nadadores-Salvadores divulgou hoje alguns dos procedimentos que os vigilantes devem adotar na época balnear face à pandemia, como privilegiar o salvamento “sem entrar na água” ou abordar o náufrago pelas costas. “Ainda …

Confederação do Turismo propõe Lay-off simplificado, banco de horas e horário concentrado

A Confederação do Turismo de Portugal (CTP) propôs ao Governo 99 medidas para mitigar as consequências "gigantescas" que a pandemia está a ter no sector, apontando um cenário de "eclipse total e asfixia". Segundo noticiou esta …

Coreia do Norte ameaça romper acordo militar com Seul

A Coreia do Norte ameaçou hoje romper o acordo militar com a Coreia do Sul e fechar o gabinete de ligação transfronteiriça, se Seul não impedir que ativistas continuem a enviar panfletos através da fronteira. A …

Moratórias no crédito prolongadas até 31 de março de 2021

O Governo decidiu estender a moratória nos empréstimos dos bancos às famílias e empresas afetadas pela crise. As prestações e juros só voltarão a ser pagos depois de 31 de março de 2021, apurou o …

Santana Lopes deixou funções executivas no Aliança. Mas não "deserta"

O fundador do partido Aliança deixou, recentemente, as suas funções executivas por "motivos profissionais", mas promete "não desertar", "muito menos em alturas difíceis". No passado dia 15 de maio, Pedro Santana Lopes pediu a suspensão das …

Pela primeira vez em 30 anos, Hong Kong proíbe vigília em memória de Tiannamen

Pela primeira vez em 30 anos, tanto Hong Kong como Macau não vão ter vigílias em homenagem às vítimas do massacre de Tiananmen. A Polícia de Hong Kong proibiu a vigília em memória do massacre de …

Portugal com mais 8 mortos e 331 casos positivos em 24 horas

Portugal registou mais oito mortes e 331 casos positivos de infeção pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde. Esta quinta-feira, Portugal registou 1.455 mortes por …