/

Nenhum país cumpriu os padrões de qualidade do ar definidos pela OMS

1

Timothy Neesam / Flickr

Poluição atmosférica na cidade mexicana de Puebla

Nenhum país conseguiu cumprir os padrões de qualidade do ar em 2021, definidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Segundo um levantamento de dados de poluição em 6.475 cidades, nenhum país foi capaz de cumprir os requisitos da Organização Mundial de Saúde.

Segundo a Reuters, a OMS recomenda que as leituras médias anuais de partículas pequenas e perigosas transportadas pelo ar, conhecidas como PM2,5, não devem ser superiores a 5 microgramas por metro cúbico.

Estas após diretrizes foram alteradas no ano passado, afirmando que mesmo as concentrações baixas causavam riscos significativos para a saúde.

Apenas 3,4% das cidades inquiridas cumpriram a norma em 2021, de acordo com dados da IQAir, uma empresa suíça de tecnologia que estuda a poluição e monitoriza a qualidade do ar.

De acordo com esses mesmos dados, 93 cidades registaram 10 vezes mais o nível de PM2,5 recomendado.

“Há muitos países que estão a fazer grandes progressos na redução”, disse Christi Schroeder, gerente do departamento de qualidade do ar da IQAir.

“A China começou com alguns números muito grandes e têm vindo a diminuir com o tempo. Mas também há lugares no mundo onde está a ficar significativamente pior”, acrescenta ainda a especialista.

Os níveis globais de poluição da Índia pioraram em 2021, e Nova Deli continuou a ser o capital mais poluída do mundo.

Verificou-se também que o Bangladesh era o país mais poluído, também sem alterações em relação ao ano anterior, enquanto que o Chade ficou em segundo lugar após a inclusão, pela primeira vez, dos dados do país africano.

A China, que tem estado a lutar contra a poluição desde 2014, caiu para a 22ª posição no ranking das PM2,5 em 2021.

Desceu do 14º lugar, onde se encontrava um ano antes, com as leituras médias a melhorar ligeiramente ao longo do ano para 32,6 microgramas, disse o IQAir.

Hotan, na região noroeste de Xinjiang, foi a cidade com pior desempenho da China, com leituras médias de PM2,5 de mais de 100 microgramas, em grande parte causadas por tempestades de areia.

Hotan caiu para terceiro na lista das cidades mais poluídas do mundo, depois de ter sido ultrapassada por Bhiwadi e Ghaziabad, ambas na Índia.

  ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.