Naufrágio do século XVI encontrado na Florida (mas o tesouro pertence à França)

(dr) Global Marine Exploration, Inc.

A flor-de-lis francesa gravada no canhão do século XVI descoberto em naufrágio em Cape Canaveral, Florida.

Um naufrágio do século XVI, sobrevivente de uma das primeiras viagens europeias à América, foi descoberto na costa da Florida.

O achado guarda tesouros que valem milhões de dólares, mas um tribunal norte-americano determinou que a empresa que o descobriu não tem o direito de manter os valiosos artefactos.

A decisão judicial é justificada com a probabilidade de o naufrágio ser o de uma pequena frota de navios franceses liderados pelo explorador Jean Ribault, que navegou para estabelecer uma colónia na Florida entre 1562 e 1565.

Em maio e junho de 2016, a empresa de recuperação marinha Global Marine Enterprises localizou três canhões de bronze ornamentados de um naufrágio, cada um n o valor de mais de um milhão de dólares, além de um monumento de mármore com o brasão de armas do rei da França – actualmente considerado “inestimável”.

A empresa de exploração marinha tinha autorização do Estado da Florida para explorar sete áreas do fundo do mar perto de Cabo Canaveral.

Durante a disputa legal, a GME argumentou que invasores espanhóis saquearam os canhões e artefactos da antiga colónia francesa em Fort Caroline, na Florida, em 1565. Logo, tais objectos estariam a bordo de um navio espanhol, provavelmente com destino a Cuba, quando o navio afundou na costa da Florida.

A juíza Karla Spaulding, no entanto, atribuiu à França a propriedade do naufrágio e dos seus valiosos artefactos. O tribunal determinou que estavam provavelmente a ser levados na nau de Jean Ribault, La Trinité, que se afundou durante uma tempestade em 1565.

Internet Archive / Flickr

O pilar de mármore com o brasão de armas do rei da França era transportado na nau de Jean Ribault

Além dos três canhões de bronze e do monumento com o brasão, os mergulhadores da GME encontraram também 19 canhões de ferro, 12 âncoras e outros objetos enterrados sob cerca de um metro de areia.

Poucos meses depois da descoberta, a França reivindicou os restos do naufrágio, numa acção interposta num tribunal norte-americano, alegando que os artefactos eram provenientes da nau de Ribault.

A França, que foi apoiada em seu processo pelo Estado da Florida, alega que o naufrágio do La Trinité está protegido por um direito soberano, reconhecido na lei dos EUA, que impede o resgate não autorizado de navios, e o tribunal aceitou este argumento. Não se sabe se a GME apresentará recurso contra a decisão do tribunal.

A decisão judicial foi bem recebida pelo St. Augustine Lighthouse & Maritime Museum, organização que administra um programa de arqueologia marítima. No passado, o museu já tinha procurado os destroços da “frota perdida” de Ribault.

De acordo com comunicado do museu, “essencialmente, esta decisão permite que a escavação do naufrágio seja organizada pelo Estado da Florida, em cooperação com a França”. Os cientistas esperam fazer parte do projecto para preservar os tesouros descobertos.

Este naufrágio é o mais significativo encontrado nas águas da Florida”, disse a diretora executiva do museu, Kathy Fleming.

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

    • para que nos vamos chatear com uns trocos se somos um pais muito rico? rssssss
      aqui se vê a mentalidade dos politicos. uns abrem uma “guerra” outros oferecem milhoes

  1. O Governo Espanhol e o Governo francês estão òbviamente interessados em defender o seu património histórico submarino. E fazem-no com empenho. Apenas os sucessivos Governos Portugueses têm demonstrado um total e absoluto desinteresse e desprezo pelos achados de naufrágios Portugueses um pouco por todo o Mundo ( por onde andávamos no único período histórico em que éramos respeitados, admirados e temidos. Caprichos de países ricos… ( e burgessos ). Em Portugal, a Cultura, o Património são uma chatice porque obrigam, a gastar uns dinheiritos que eram mais bem empregues numas estradas, numas PPPs, numas negociatas para os amigos do partido . Os Portugueses de hoje gastam dezenas de anos a discutir O NOME DE UM MUSEU! Se o ridículo das notícias chegasse ao outro mundo o D.João II estava aos altos na sepultura! É que no tempo em que hoje se discute o nome do Museu, o D.João II teria explorado toda a costa africana, descoberto novamente o Brasil, o caminho da Índia, etc, etc, etc. ( Quem ficou com os créditos foi o D. Manuel, mas quem lançou e defendeu a empreitada foi “el Hombre”)

RESPONDER

Paulo Macedo diz que a CGD não vai ser "uma nêspera"

O presidente da CGD considera que há a expectativa de o banco público ficar "sossegado", mas que a sua equipa não é paga para "ficar a ver navios" e quer pagar o capital injetado pelo …

Foo Fighters são a primeira confirmação do Rock in Rio Lisboa

Os norte-americanos Foo Fighters vão atuar, a 21 de junho, no festival Rock in Rio Lisboa, no Parque da Bela Vista. A banda de Dave Grohl é a primeira confirmação do cartaz do Rock in Rio …

PS, Bloco e Livre recusam solidarizar-se com Bernardo Silva

PS, Bloco e Livre votaram, esta sexta-feira, contra a solidariedade do Parlamento para com o internacional português, condenado recentemente por um ato considerado racista pela Federação Inglesa de Futebol (FA). Socialistas, bloquistas e a deputada única …

Descoberta nova lesão pulmonar que poderá estar ligada a cigarros eletrónicos com líquido

Um grupo de investigadores do Canadá anunciou esta quinta-feira a descoberta do que considera ser um novo tipo de lesão pulmonar causado pela vaporização com cigarros eletrónicos com líquido e que é semelhante à bronquiolite …

Professor acusado de agredir aluno surdo em Penafiel

Um estudante surdo foi agredido, na terça-feira, por um professor dentro de uma das salas de aula da escola secundária Joaquim de Araújo, em Penafiel. Um estudante de 16 anos, da escola secundária Joaquim de Araújo, …

Presidente da Colômbia disse que o Governo ouviu protestos em massa

O Presidente da Colômbia, Iván Duque, garantiu que ouviu as exigências dos manifestantes que saíram há rua na quinta-feira para um protesto maciço contra a política económica e social do atual governo. "Hoje [quinta-feira], os colombianos …

Detido mais um suspeito do caso do camião do Reino Unido

Foi detida mais uma pessoa por suspeitas de ligação ao caso do camião encontrado em Essex, Inglaterra, com 39 cadáveres no seu interior. A polícia britânica prendeu, hoje de manhã, um homem de 23 anos, …

Antigo primeiro-ministro da Escócia enfrenta 14 acusações de abuso sexual

Alex Salmond, o antigo primeiro-ministro da Escócia que desencadeou uma tentativa de independência do Reino Unido, compareceu em tribunal para enfrentar 14 crimes de abuso sexual alegadamente cometidos enquanto liderava o país. Entre os crimes está …

César, Louçã, Domingos Abrantes, Rio e Balsemão eleitos para Conselho de Estado

O Conselho de Estado é um órgão de consulta do Presidente da República composto por 19 membros, cinco dos quais eleitos pela Assembleia da República. Carlos César (PS), Francisco Louçã (BE), Domingos Abrantes (PCP), Rui Rio …

China já está a trabalhar no desenvolvimento de redes 6G

As autoridades chinesas divulgaram esta sexta-feira que já iniciaram pesquisas para o desenvolvimento de redes sem fio de sexta geração, apenas algumas semanas depois de as três principais operadoras de telecomunicações do país terem lançado …