NASA quer enviar submarino autónomo para explorar Titã, a maior lua de Saturno

A NASA está a planear construir e enviar um submarino exploratório autónomo para navegar nos mares de Titã, o maior de mais de 60 satélites naturais que orbitam Saturno, e descobrir definitivamente o que existe por lá.

Titã é o segundo maior satélite de todo o Sistema Solar e o único conhecido por ter uma densa atmosfera, semelhante a um planeta. Além disso, é o único objeto espacial, além da Terra, a ter evidência nítida de existência de líquidos na sua superfície.

Acredita-se que Titã possua lagos de hidrocarbonetos, vulcões congelados e rios de metano líquido que se comportam quase como a água na Terra, evaporando e condensando, causando chuvas num ciclo eterno.

Estas informações foram reveladas em 2005, quando a NASA enviou para lá a sonda Huygens, que tirou as primeiras fotografias da superfície do planeta. Apesar da baixa definição das imagens capturadas, muitos astrónomos acreditam que Titã seja um possível hospedeiro de vida microbiana extraterrestre.

A agência revelou os seus planos de explorar Titã durante o simpósio NASA Innovative Advanced Concepts (NIAC), organizado na semana passada nos EUA. No evento, a agência explicou que o envio de um submarino inteligente e autónomo para o satélite natural de Saturno deverá provar (ou desmentir) que os oceanos que cobrem a superfície da lua são compostos de metano e etano.

O submarino estudado pela equipa do NASA Glenn Research Center contaria com uma enorme cauda que permitiria o veículo a se comunicar diretamente com receptores instalados na Terra, enviando sinais a uma distância de mais ou menos 1,42 mil milhões de quilómetros.

O submarino robótico teria seis metros de comprimento e conseguiria afundar ou emergir ao absorver ou expulsar o líquido do oceano de Titã, o que o ajudaria a economizar combustível, já que seria equipado com uma quantidade limitada de combustível a partir do momento em que saísse da Terra.

Todos os tipos de equipamentos meteorológicos disponíveis (como sensores, radares e sonares, além de câmeras fotográficas) seriam usados para equipar o veículo a fim de que consiga recolher e enviar a maior quantidade possível de dados sobre o maior satélite natural de Saturno.

Uma das vantagens de usar um submarino para explorar Titã é a versatilidade do aparelho. Quando estivesse à superfície, o submarino conseguiria medir ondas, analisar a atmosfera e os ventos da lua. Submerso, ele seria capaz de testar a composição e recolheria diversas amostras do fundo do mar titânico.

“Se conseguirmos mergulhar até o fundo do mar titânico nalgumas áreas e trazer amostras para descobrir as suas características, isso pode-nos dizer muito sobre o ambiente em que nos encontramos”, explica o investigador Michael Paul, diretor de Sistemas Espaciais da Penn State University.

Para começar a viabilizar o projeto, a NASA precisa receber da sonda Cassini informações mais detalhadas sobre o satélite. A expectativa é que em março de 2017 o projeto seja avaliado pelos gestores da NASA.

No entanto, ainda deverá levar bastante tempo até que a agência espacial norte-americana veja o projeto em ação: a primeira missão exploratória a Titã está programada para acontecer somente em 2038.

Canal Tech

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Carlos, isso não é da responsabilidade da Nasa. Há outros organismos para isso.
    E os oceanos por cá são bem mais conhecidos do que imaginamos.
    Cumprimentos.

RESPONDER

Contas do PSD congeladas por não ter pago a serralheiro em campanha de 2017

As contas do Partido Social Democrata (PSD) estão congeladas por falta de pagamento de serviços a um serralheiro que prestou serviços ao partido numa campanha eleitoral de 2017, avança o Jornal de Notícias. Em causa está, …

Conseguimos "ouvir" ao ler os lábios de alguém (e já sabemos como)

Um estudo recente sugere que, quando vemos uma pessoa a falar, a nossa atividade cerebral é sincronizada com a voz do locutor através da leitura dos lábios. Este fenómeno acontece mesmo quando não conseguimos interpretar …

"Classe pura". Ingleses rendidos a Bruno Fernandes

O Manchester United goleou esta quinta-feira o Club Brugge (5-0), conseguindo o apuramento para os "oitavos" da Liga Europa, numa partida em que o recém-chegado Bruno Fernandes esteve em destaque. O médio português ex-Sporting conseguiu …

Governador do Rio de Janeiro defende destituição de Bolsonaro

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, defendeu na quinta-feira a destituição do Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, após este ter partilhado vídeos, na plataforma de mensagens WhatsApp, com a convocação de uma manifestação contra …

Pelo menos 33 soldados turcos mortos em bombardeamento na Síria

Um ataque do exército sírio na província de Idlib, na Síria, causou esta quinta-feira a morte de pelo menos 33 militares turcos. Os números, inicialmente avançados pelo Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), dava conta de …

Razia na Liga Europa com direito a lenços brancos. Todas as equipas portuguesas foram eliminadas

Benfica, FC Porto, SC Braga e Sporting foram eliminados nos 16 avos de final da Liga Europa. Portugal passou assim de ser o clube com mais representantes nesta prova europeia a um dos poucos sem …

Este animal marinho produz óvulos e espermatozóides ilimitados ao longo da sua vida

Um minúsculo animal marinho, chamado Hydractinia, foi analisado ao pormenor por uma equipa de investigadores que descobriu aquela que pode ser considerada uma habilidade muito rara desta criatura. Hydractynia consegue produzir ilimitadamente células germinativas, que são …

Há um segundo português internado no Japão por suspeitas de coronavírus

Um segundo português está hospitalizado no Japão “por indícios relacionados” com o Covid-19, também tripulante do navio de cruzeiros Diamond Princess,. “Dois dos tripulantes portugueses do Diamond Princess tiveram de ser hospitalizados, no Japão, por indícios …

Há um planeta gigante incrivelmente perto da Terra

Há um planeta gigante, com dimensões próximas das de Neptuno, a 90 anos-luz da Terra. É dos exoplanetas mais próximos do nosso planeta. Detetado pela primeira vez pelo "caçador" de planetas Kepler (NASA), a existência deste …

A primeira forma vida alienígena que encontrarmos será (muito provavelmente) inteligente

A primeira forma de vida alienígena que vier a ser encontrada pelo Homem será, muito provavelmente, inteligente, de acordo com um especialista do Search for Extraterrestrial Intelligence (SETI). A procura de vida para lá da …