A NASA está pronta para estudar o coração de Marte

Goddard Space Center / NASA

A NASA está prestes a embarcar numa jornada para estudar o interior de Marte. A agência espacial realizou uma conferência de imprensa no JPL (Jet Propulsion Laboratory) em Pasadena, no estado norte-americano da Califórnia, detalhando a próxima missão ao Planeta Vermelho.

Com lançamento previsto para 5 de maio, o “lander” estacionário InSight da NASA será a primeira missão dedicada a explorar o interior profundo de Marte. Também será a primeira missão da NASA, desde as aterragens lunares Apollo, a possuir um sismógrafo, um dispositivo que mede sismos, no solo de outro planeta.

Para Bruce Banerdt, do JPL e investigador principal da InSight, é também um trabalho de amor. Banerdt trabalhou mais de 25 anos para tornar a missão uma realidade.

“De certa forma, a InSight é como uma máquina do tempo que trará de volta informações sobre os primeiros estágios da formação de Marte há 4,5 mil milhões de anos”, comenta Banerdt. “Ajudar-nos-á a aprender como é que os corpos rochosos se formam, incluindo a Terra, a sua Lua e até mesmo planetas noutros sistemas solares”.

O veículo de aterragem InSight transporta um conjunto de instrumentos sensíveis para recolher dados e, ao contrário de uma missão móvel como as dos rovers, esses instrumentos requerem um módulo estacionário a partir do qual podem ser cuidadosamente colocados sobre e por baixo da superfície marciana.

De certo modo, Marte é o “exoplaneta mais próximo” – um exemplo vizinho de como o gás, a poeira e o calor se combinam e se organizam para formar um planeta. Ao observarem o interior profundo de Marte, os cientistas poderão compreender quão diferentes da Terra são a sua crosta, manto e núcleo.

A NASA não é a única agência animada com a missão InSight. Vários parceiros europeus contribuíram com instrumentos ou componentes de instrumentos. O Centro Nacional de Estudos Espaciais, em França, liderou uma equipa multinacional que construiu um sismómetro ultrassensível para detetar sismos marcianos. O Centro Aeroespacial Alemão desenvolveu uma sonda térmica que vai enterrar-se de forma autónoma até 5 metros no subsolo e medir o calor que flui de dentro do planeta.

“A InSight é uma verdadeira missão espacial internacional“, realça Tom Hoffman, gestor de projetos no JPL. “Os nossos parceiros forneceram-nos instrumentos incrivelmente capazes que tornarão possível a recolha de dados científicos únicos depois de pousarmos”.

Atualmente, o “lander” Insight está na Base Aérea de Vandenberg, na Califórnia, em fase de preparação final antes do lançamento. Na quarta-feira passada completou o que é conhecido como teste de rotação: toda a nave gira a alta velocidade para confirmar o seu centro de gravidade.

Isto é crucial para a sua entrada, descida e aterragem em Marte em novembro, explica Hoffman. Durante este mês, a plataforma científica será acoplada ao foguetão, as ligações entre os dois serão verificadas e a equipa de lançamento passará por um treino final.

“Este mês será emocionante”, disse Banerdt. “Temos ainda algum trabalho final por fazer, mas estamos quase prontos para ir a Marte”.

// CCVAlg

PARTILHAR

RESPONDER

Milhares de manifestantes voltam às ruas de Hong Kong

A polícia de Hong Kong deteve, este domingo, onze pessoas e apreendeu várias armas, incluindo uma pistola, pouco antes do início de uma manifestação convocada para a cidade, para a qual se espera uma forte …

Irão e Estados Unidos trocam prisioneiros

Irão e Estados Unidos realizaram, este sábado, uma troca de prisioneiros que envolveu a troca de um investigador sino-americano por um cientista iraniano detido pelos EUA, num avanço diplomático que surge após meses de tensão …

Coreia do Norte anuncia "teste muito importante" em local de lançamento de mísseis

A Coreia do Norte anunciou ter realizado um "teste muito importante" no local de lançamento de mísseis de longo alcance, defendendo que terá um efeito fundamental na futura posição estratégica do país. A Agência Central de …

Balas que assassinaram John F. Kennedy preservadas em modelo 3D

A partir do próximo ano, os Arquivos Nacionais dos Estados Unidos vão disponibilizar, no seu catálogo online, imagens 3D das balas que assassinaram o antigo presidente norte-americano John F. Kennedy. Para criar os modelos das …

Pela primeira vez, neurónios artificiais foram criados para curar doenças crónicas

Uma equipa de investigadores conseguiu recriar as propriedades biológicas dos neurónios em chips, que podem ser úteis ajudar na cura de doenças neurológicas crónicas. Naquele considerado um feito única na ciência, investigadores da Universidade de Bath …

Cientistas encontram uma relação negativa "muito forte" entre inteligência e religiosidade

Uma equipa de investigadores sugere que pessoas religiosas tendem a ser menos inteligentes do que pessoas sem crenças religiosas. O estudo tem gerado uma grande controvérsia. A religião é um tema forte, capaz de juntar ou …

Descoberta nova espécie de tubarão pré-histórico que podia chegar aos sete metros

Uma nova espécie de tubarão pré-histórico foi descoberta no Kansas, nos Estados Unidos. Este predador podia crescer até quase sete metros de comprimento. De acordo com a revista Newsweek, Kenshu Shimada, da Universidade DePaul, e Michael …

Conhecido medicamento para diabetes pode conter um carcinógeno

A Food and Drug Administration, agência federal e reguladora do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, está a testar amostras de metformina, um medicamento para diabetes que pode conter o carcinógeno N-Nitrosodimetilamina …

Nobel da Física diz que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra

Didier Queloz disse, este sábado, estar convencido de que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra, razão pela qual está "zangado" com alguns argumentos do cofundador da Tesla, Elon Musk. Os suíços …

Ford está a reciclar palha de café do McDonald's. Quer transformá-la em peças de carro

https://vimeo.com/377768195 A Ford está a fabricar peças de carro através de palha de café reciclada do McDonald's. A iniciativa contribui para a redução da pegada ecológica e do desperdício alimentar. O combate às alterações climáticas cabe um …