Nas crianças, o peso não é o problema, mas sim o consumo de açúcar

A redução do consumo de açúcar, mesmo sem a redução de calorias ou perda de peso, tem o poder de reverter doenças metabólicas crónicas, incluindo níveis elevados de colesterol e pressão arterial.

Numa nova pesquisa da UC San Francisco e da Touro University California, nos EUA, crianças obesas que reduziram a ingestão de açúcar tiveram melhorias em diversos indicadores de saúde, ao fim de apenas 10 dias.

Os resultados parecem sugerir que é o próprio açúcar que prejudica a saúde, ao invés do aumento de peso associado ao consumo de alimentos açucarados.

A pesquisa foi financiada pelos Institutos Nacionais de Saúde dos EUA e publicada na revista Obesity.

Boas notícias

Os cientistas substituíram os alimentos com adição de açúcar da dieta das crianças por outros tipos de hidratos de carbono, de forma a que o peso e a ingestão total de calorias dos participantes permanecessem iguais.

Ao fim de 10 dias, as crianças mostraram melhorias dramáticas, apesar de terem perdido pouco ou nenhum peso.

De acordo com o Robert Lustig, endocrinologista pediátrico que participou do estudo, as evidências reforçam o argumento de que as calorias não são todas iguais, e as provenientes do açúcar são particularmente susceptíveis de contribuir para a diabetes tipo 2 e outras doenças metabólicas que estão em ascensão em crianças.

“Este estudo diz que podemos transformar a saúde metabólica de uma criança em cerca de 10 dias, sem alterar calorias e sem alterar o seu peso – apenas retirando açúcares adicionados da sua dieta”, explicou. “Do ponto de vista clínico, isto é muito importante”.

O método

Os cientistas recrutaram 43 crianças entre as idades de 9 e 18 anos que eram consideradas de risco particularmente elevado para diabetes e doenças relacionadas. Todas eram negras ou hispânicas e obesas, e tinham um ou mais sintomas da síndrome metabólica, um conjunto de fatores de risco que inclui hipertensão, açúcar elevado no sangue, colesterol anormal e excesso de gordura corporal à volta da cintura.

Em média, os participantes consumiam cerca de 27% das suas calorias diárias em açúcar. O estudo reduziu esse consumo para 10%.

Os açúcares adicionados – os que aparecem em alimentos industrializados, e não o açúcar que ocorre naturalmente em alimentos como frutas – é que são os mais problemáticos. Assim, as substituições feitas pelos investigadores foram, por exemplo, pãezinhos em vez de iogurte adoçado com açúcar, petiscos de batata cozida em vez de doces e daí em diante.

Devido ao orçamento apertado, a intervenção durou apenas nove dias. No entanto, nesse curto espaço de tempo, os investigadores observaram mudanças acentuadas.

As melhorias

Em média, o colesterol LDL das crianças, o “mau”, caiu dez pontos. A pressão arterial diastólica caiu cinco pontos. Os triglicéridos, um tipo de gordura que viaja no sangue e contribui para doenças cardíacas, caiu 33 pontos. E o nível de açúcar e insulina no sangue – indicadores do risco de diabetes – melhorou marcadamente.

“Nunca vi resultados tão significativos nos nossos estudos humanos; depois de apenas nove dias de restrição de açúcar, os resultados foram dramáticos e consistentes de participante para participante. Estas implicações suportam a ideia de que é essencial que os pais avaliem a ingestão de açúcar e estejam conscientes dos efeitos na saúde das coisas que os seus filhos estão a consumir”, conclui Jean-Marc Schwarz, autor sénior do estudo.

HypeScience

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Um estudo de nove dias tem significado igual a zero! Vergonha para os revisores da revista Obesity que deixam passar isto! Só o facto de fazerem duas análises de sangue em dez dias pode dar o resultado obtido!

RESPONDER

Trump apareceu de surpresa na cimeira da Nações Unidas (e gozou com Greta)

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fez uma aparição surpresa, de apenas uns minutos, para assistir à Cimeira da Ação Climática, nas Nações Unidas. A presença de Trump na cimeira, que decorre em Nova Iorque, …

Matos Fernandes diz que Portugal é um país que lidera no mundo na neutralidade carbónica

O ministro do Ambiente disse que a meta portuguesa está para além do pedido do secretário-geral da ONU para a redução de emissões em 45% até 2030, colocando Portugal numa posição de liderança. O ministro do …

Os ouriços-do-mar têm uma boca cheia de dentes (e são afiados)

https://vimeo.com/361814332 Um novo estudo mostra que os dentes do ouriço-do-mar se afiam através da abrasão, tal como uma lâmina pode ser afiada com um afiador de facas. Desengane-se quem pensa que o tubarão é a criatura com …

Regresso de Manuel Monteiro aceite no CDS por unanimidade

Está confirmado o regresso de Manuel Monteiro ao CDS, partido que chegou a liderar. Em reunião, na noite desta segunda-feira, a concelhia da Póvoa de Varzim aprovou a reinscrição por unanimidade. Monteiro acabou por decidir reinscrever-se …

Sismo de magnitude de 6,3 abala Porto Rico, que se prepara para uma tempestade tropical

Um sismo de 6,3 de magnitude na escala de Richter foi registado na segunda-feira à noite em Porto Rico, informou o Serviço Meteorológico Nacional de San Juan. Não existem, até ao momento, registo de vítimas …

Há um reservatório submerso de gás desconhecido na costa do Japão

Perto da costa de Okinawa, no sudoeste do Japão, há um grande reservatório e um gás desconhecido numa área onde a crosta terrestre está a ser separada. Uma nova investigação, cujos resultados foram publicados na revista …

Descoberto "portal" através do qual os cometas se aproximam do Sol

Uma equipa de cientistas norte-americanos descobriu uma espécie de portal orbital através do qual os cometas passam antes de se aproximam do Sol, revelou uma nova investigação, que pode alterar fundamentalmente a compreensão científica sobre …

Vénus terá sido habitável durante três mil milhões de anos

Vénus é conhecida hoje como "infernal" com temperaturas de 462ºC. Mas um novo estudo sugere que o clima era bem diferente no passado. Até há 700 milhões de anos, o planeta Vénus terá tido um clima …

Sporting 1-2 Famalicão | Líder “Fama” desespera Alvalade

O Famalicão segurou a liderança da Liga NOS, dando seguimento ao arranque de sonho neste regresso ao principal escalão do futebol português. Os famalicenses foram ao Estádio José Alvalade bater o Sporting pela primeira vez …

Nick Cave lança álbum duplo na próxima semana

O músico australiano anunciou, esta segunda-feira, que vai lançar um novo álbum já na próxima semana. Chama-se "Ghosteen" e é um álbum duplo. Segundo o Observador, a notícia foi avançada pelo próprio Nick Cave no seu …