G7 pede envolvimento dos países regionais nas crises de Líbia e Síria

Ian Langsdon / EPA

Os países do G7 acordaram esta segunda-feira pedir à ONU e aos países da região para participarem em reuniões internacionais que conduzam a solução para as crises na Líbia e na Síria, disse o Presidente Emmanuel Macron.

O Presidente francês disse, em conferência de imprensa em Biarritz, que os líderes do G7 tinham acordado por unanimidade pedir o envolvimento da União Africana e de vários países africanos (África do Sul, Senegal, Burkina Faso e Egito), bem como do secretário-geral da ONU, António Guterres, para uma discussão sobre o futuro da Líbia.

Também para a crise na Síria, os países do G7 propõem uma reunião internacional, envolvendo os países vizinhos e as Nações Unidas para se encontrar um patamar de discussão de propostas de solução no combate aos rebeldes terroristas.

Para a Líbia, os sete países reunidos em cimeira em Biarritz, concordaram em que qualquer solução para a crise deve ser política, que é essencial um cessar-fogo imediato e que se torna necessária uma reunião internacional envolvendo vários países e com o comprometimento direto das Nações Unidas.

“Apenas assim será possível nos aproximarmos de um clima de estabilidade que leve a uma paz duradoura”, afirmou Emmanuel Macron, citando as conclusões da cimeira de Biarritz, para esta crise africana.

“Todos os envolvidos decidiram aceitar a proposta de uma conferência internacional, proposta pelo secretário-geral da ONU”, disse o Presidente francês, anunciando que a União Africana está apostada nesta solução.

Relativamente à Síria, Macron disse que o secretário-geral da ONU, que tinha estado presente na cimeira do G7, apresentou o ponto de situação da crise, alertando para o facto de a “situação humanitária se estar a agravar de forma preocupante”.

Macron disse que tem pessoalmente acompanhado a crise na Síria, nomeadamente em conversas com o Presidente russo, Vladimir Putin, e com dirigentes turcos, que têm um papel importante na região.

O Presidente francês anunciou que está prestes a ser criada uma comissão constitucional, envolvendo as Nações Unidas, elogiando o trabalho de António Guterres para esta solução, que “poderá levar a uma Síria pacificada e pluralista”.

“É fundamental a estabilidade política, para se atacar o problema dos refugiados da Síria”, concluiu Emmanuel Macron, depositando confiança na solução que está a ser desenhada pela ONU, para esta crise.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Houve buzinão na Luz (mas sem "carinho"). Jesus culpa covid-19 pela crise do Benfica

Algumas dezenas de adeptos protestaram junto ao Estádio da Luz com um buzinão, entre gritos de "Rua Vieira" devido aos maus resultados do Benfica. Antes disso, Jorge Jesus tinha apelado a um "buzinão de carinho" …

Marcelo remete diretamente para o Governo limites ao ruído nos prédios

O chefe de Estado incluiu o detalhe "decreto-lei do Governo", no novo decreto para a renovação do estado de emergência, para permitir que o Executivo limite o ruído nos prédios. No último decreto que executou o …

Clubes ingleses decidiram: não há público, acabou a época

Decisão não afeta a Premier League mas antecipa o final de quatro divisões do futebol inglês. Na época passada os campeonatos também não chegaram ao fim. Muitos dos campeonatos não-profissionais (em várias modalidades) estão parados, não …

Cães podem ter consciência corporal tal como os humanos

Os cães podem não ser capazes de se reconhecer em frente a um espelho, mas isso não significa que não tenham um certo nível de autoconsciência. De acordo com o site Science Alert, um novo estudo …

Moratórias de crédito à habitação terminam a 31 em Março. Famílias terão de procurar opções

Todas as moratória públicas para o crédito à habitação terminam a 30 de Setembro, mas a dos bancos expira já no próximo mês. Uma das soluções para quem não consegue cumprir os pagamentos é a …

Finanças: Mais dinheiro para a TAP só com novo acordo com Bruxelas

O Ministério das Finanças refere que, enquanto não houver a luz verde de Bruxelas ao plano de reestruturação, não há mais apoio público à companhia aérea.  A TAP só garante a liquidez até final de março, …

Primeiros fundos chegam até junho. Costa pede “consenso” no Plano de Recuperação

O ministro do Planeamento, Nelson de Souza, anunciou esta quarta-feira no Parlamento, que os novos subsídios europeus do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) para 2021-2026 chegarão até ao mês de junho. De acordo com o …

Descobertos "ingredientes para a vida" em rochas com 3,5 mil milhões de anos

Investigadores descobriram moléculas orgânicas em formações rochosas super antigas na Austrália, revelando o que dizem ser a primeira evidência detalhada dos primeiros ingredientes químicos que poderiam ter sustentado as formas de vida microbianas primitivas da …

Juventus: FC Porto deverá ter Dybala pela frente (durante 30 minutos)

Uma das figuras do campeão italiano pode reduzir a lista longa de lesionados no plantel. E o regresso deverá acontecer contra o campeão português. Paulo Dybala continua fora dos jogos da Juventus mas há uma data …

A Via Láctea pode estar cheia de "Terras" (com oceanos e continentes)

Uma equipa de investigadores da Universidade da Dinamarca acredita que a Via Láctea pode estar cheia de planetas semelhantes à Terra, com oceanos e continentes. Há muito tempo que os astrónomos vasculham o vasto Universo na …