Não há crescimento económico sem “maior coesão social”

Octávio Passos / Lusa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

Segundo Marcelo Rebelo de Sousa, “há uma Lei de Bases da Economia Social” que tem alguns aspetos que precisam de ser desenvolvidos, regulamentados e aprofundados.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, considerou que não é possível haver crescimento económico sem “maior coesão social”, salientando que “quem cria riqueza são as pessoas”.

Marcelo participou esta sexta-feira no encerramento da jornada nacional de reflexão sobre o tema “A economia social no Portugal 2030”, que decorreu na Azambuja, distrito de Lisboa, promovida pela Confederação Portuguesa de Economia Social (CPES).

Na sua intervenção, o chefe de Estado vincou que “não há desenvolvimento económico, como se lembra agora, sustentável, sem haver maior coesão social”, assinalando que é necessário haver “cada vez menos diferenças entre territórios, entre pessoas, entre atividades profissionais, entre setores da vida económica e social”.

Apontando que é preciso ultrapassar estas diferenças, Marcelo Rebelo de Sousa advogou que “não serve de muito haver um grupo que vai mais à frente, que cresce mais, vai mais longe, se para trás forem ficando muitos outros que não acompanhem o ritmo do crescimento”.

“Precisamos de crescer, e cada vez mais, e crescer de cada vez mais de forma sustentada, isto é um ano, e depois dois anos, e depois três anos, cinco anos, e depois dez anos. E precisamos de crescer, garantindo o máximo de homogeneidade social”, referiu, salientando que esta é uma “questão de justiça” e também uma “questão do próprio crescimento”.

“Se for apenas um setor do nosso país, uma área do nosso país, um território dos que formam Portugal, ou alguns territórios a crescerem muito mais que os outros e os outros ficarem para trás, isso significa que o todo não está a ir tão longe quanto podia e devia”, explicou.

Referindo que “há uma Lei de Bases da Economia Social”, Marcelo considerou que existem aspetos desta lei que “têm de ser desenvolvidos, regulamentados e aprofundados”. “Ficaram pelo caminho ou então aquilo que foi aprovado para cada uma das categorias de entidades foi ultrapassado pelo tempo”, notou.

O chefe de Estado assinalou também que “não se resolvem os problemas do país só com leis” e frisou ser uma “ilusão que aprovando uma lei o problema está resolvido”.

“Não está resolvido, falta fazer o resto e o resto é mais importante do que votar a lei. A lei é importantíssima, mas depois levar a lei à prática, confrontá-la com a realidade, garantir que é executada e concluir que era ajustada, isso ainda é mais importante”, vincou. E essa tarefa “constante” e “trabalhosa” cabe a instituições como a CPES, afirmou, acrescentando que elas terão um papel importante também na descentralização.

O Presidente da República defendeu ainda que “quem cria a riqueza são as pessoas, são as organizações das pessoas”, pelo que o Estado “define linhas, aponta quadros, suscita condições favoráveis, pode condicionar melhor ou pior”.

“Mas quem cria a riqueza, quem distribui a riqueza, quem proporciona a educação e a saúde e a solidariedade social não é só o Estado. Se fosse só o Estado não tinha havido o que houve das IPSS [instituições particulares de solidariedade social] e das misericórdias a aguentar a resolução de tantos problemas em tantos períodos de crise”, apontou.

// Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Não há crescimento económico sem “maior coesão social”… mais uma estirada do cata-vento.
    A sua costela socialista a falar…
    —————————-
    Não é o crescimento económico que está dependente da “coesão social”, mas é o crescimento económico que cria as condições para a “coesão social”.
    Na verdade, aqui se resume as duas filosofias de direita/esquerda.
    A direita coloca o enfoque no crescimento económico, que propicia o bem estar geral; a esquerda escolhe a coesão social, que não havendo riqueza, mais não é que o nivelamento por baixo do nível de vida populacional,( com excepção das elites intocáveis ), e que tornará o país mais pobre e dependente.

  2. Meu caro Carlos exactamente. Faço das suas palavras, as minhas.
    Resumindo, “Não pode, nem existe em lado nenhum Coesão Social, sem Crescimento Económico”.
    O resto é conversa para o papel higiénico.
    Aristóteles um dia afirmou isto; …”O homem é um animal político”…
    Venha o diabo e que escolha.

    • E falando de filósofos gregos… estaria ele a falar no animal político Sócrates… que não o seu compatriota?!

      • {O socialismo é uma praga}: Hó meu caro sr., na altura que estudei Filosofia, se calhar o tal que o sr. anda para aí a propagar ainda não existia…

RESPONDER

Professor detido depois de ser acusado de agredir aluno “com enorme violência”

Um aluno do 8.º ano da Escola Secundária Rainha Dona Leonor, em Alvalade, em Lisboa, terá sido esta segunda-feira agredido por um professor durante uma aula. Segundo o relato da Associação de Encarregados de Educação dos …

Gabinetes dos novos membros do Governo custam 71 milhões de euros

O novo Governo terá 70 gabinetes no total, que representarão uma despesa anual de, pelo menos, 71 milhões de euros aos cofres públicos, mais sete milhões de euros do que o último. O primeiro-ministro, António Costa, …

Fim do cessar fogo na Síria. Turquia ameaça que milicianos curdos no terreno serão abatidos

O período de cessar-fogo de 120 horas acordado entre a Turquia e os Estados Unidos (EUA) para permitir que as milícias curdas saiam do nordeste da Síria termina esta terça-feira, pelas 19:00 (20:00 em Lisboa), …

Ministro adjunto cabo-verdiano encontrado morto no gabinete

O ministro adjunto do primeiro-ministro de Cabo Verde para a Integração Regional, Júlio Herbert, foi encontrado morto, esta segunda-feira, no seu gabinete, no Palácio do Governo, na Praia, confirmou fonte governamental. Elementos da Polícia Nacional cabo-verdiana …

"Risco de desvio significativo" nas contas do Governo. Bruxelas com reservas sobre esboço do OE2020

A Comissão Europeia (CE) pediu esta terça-feira ao Governo português que apresente uma versão atualizada do projeto orçamental para 2020 “tão cedo quanto possível”, observando que o ‘esboço’ recebido aponta para o risco de um …

Goldman Sachs. Funcionário acusado de divulgar informação em troca de dinheiro

Bryan Cohen, vice-presidente de um dos departamentos do Goldman Sachs, foi acusado de tirar proveito de um esquema que gerou alegadamente cerca de 2,3 milhões de euros em lucros ilegais. Nos últimos 18 meses, dois funcionários …

Encontrada carruagem romana milenar com restos fósseis dos cavalos

Uma equipa de arqueólogos do Museu da Cidade de Vinkovci e do Instituto da Arqueologia de Zagreb, na Croácia, encontrou uma carruagem romanda de duas rodas com os corpos fossilizados de dois cavalos. Os especialistas consideram …

Caos no Chile. Governo anula aumento do preço do metro que iniciou protestos

O Governo do Chile anulou esta segunda-feira o aumento do preço dos bilhetes do metropolitano, depois de a medida ter provocado violentos protestos que se generalizaram no país. Esta terça-feira, com apenas uma linha do metro …

Deputado do PSD apela a Marcelo a que não dê posse a Cabrita até bombeiros receberem pagamentos em atraso

O deputado do PSD Duarte Marques, que costuma tratar dos assuntos da Proteção Civil, apelou esta segunda-feira ao Presidente da República par não dê posse ao ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, enquanto o Estado …

Cientistas "ressuscitaram" o gene que fez nascer a malária

O gene ancestral que fez nascer a doença mais mortal da História foi "ressuscitado" por cientistas, para que lhes fosse possível perceber a série de eventos que levou o parasita da malária a infetar humanos. A …