Múmia com dois mil anos era padre e oftalmologista do faraó

O Museu Arqueológico Nacional da Espanha publicou resultados da tomografia de uma antiga múmia egípcia enviada para ser examinada em 2016.

A meio da noite de 6 de junho de 2016, a múmia chegou à Unidade de Emergência do Hospital Universitário Quirónsalud, em Pozuelo, nos arredores de Madrid. Uma extensa equipa de médicos estava à espera lá para examinar os quatro corpos – três egípcios e um homem das Ilhas Canárias.

Os especialistas tinham apenas 15 horas para realizar um projeto apelidado de Operação Múmia: não era suposto os  visitantes do Museu Nacional de Arqueologia notarem que os quatro corpos tinham passado a noite noutro lugar, enquanto os pacientes do hospital não suspeitavam que estivessem a partilhar o espaço e os recursos médicos com humanos que viveram há mais de dois mil anos.

Dois anos depois, o museu divulgou os resultados do exame. Acontece que uma das múmias, que estava coberta de joias e amuletos debaixo das ligaduras, era o padre Nespamedu, o oftalmologista pessoal do faraó Ptolomeu II.

De acordo com o El País, a sua odisseia espanhola começou em 1925, quando um navio a vapor atracou no porto de Barcelona com uma carga incomum: uma múmia comprada no Cairo pelo estudioso Ignacio Bauer, com quase nenhuma documentação. De facto, de início, pensava-se que se tratava do corpo de uma mulher.

Graças à análise tomográfica, foi agora estabelecido que Nespamedu era um sacerdote que viveu entre 300 a.C e 200 a.C, além de ser médico para o rei, de acordo com os arqueólogos María del Carmen Pérez Die e Javier Carrascoso.

A informação recolhida do exame revela que Nespamedu era uma autoridade de alta patente com dinheiro suficiente para ter o seu corpo preparado para a jornada da vida após a morte.

Mas de acordo com especialistas, são os amuletos e placas guardados nas suas ligaduras que são os mais reveladores. Dois grupos de oito placas apareceram em diferentes partes da múmia em que os quatro filhos da divindade Hórus estão representados.

Outras duas placas apresentam as deusas Isis e Nephthys, enquanto que representações da mumificação do cadáver junto com o deus Anúbis foram encontradas no topo das pernas de Nespamedu.

Há também duas placas com o deus Thoth e o Olho de Horus, simbolizando magia, proteção e purificação, juntamente com um símbolo solar que representa a estabilidade cósmica. Thoth é o deus dos oftalmologistas.

Isto levou especialistas a concluir que Nespamedu escolheu este deus por causa da sua própria profissão. “Não há nada casual sobre a iconografia e é claro que queria registar as suas crenças e as responsabilidades que o elevaram aos altos escalões da sociedade“, afirma um relatório. “O facto de ser o médico do faraó faz-nos pensar que parte da sua vida foi vivida em Alexandria”.

Um terceiro relatório escrito por Andrés Carretero Pérez, diretor do Museu Nacional de Arqueologia, aponta que “múmias são bens culturais muito vulneráveis ​​a mudanças no meio ambiente e deve ser uma prioridade evitar manipulação e movimentação, tanto quanto possível”.

As múmias são monitorizadas de perto, conservadas atrás de vidros com sistemas de renovação de ar e níveis de temperatura, unidade e luz rigidamente controlados.

Depois de chegar ao hospital, Nespamedu e as outras múmias foram cuidadosamente introduzidas no tomógrafo. Nespamedu teve 2.739 imagens tiradas do seu corpo, que estava praticamente despido, permitindo que os amuletos e placas aparecessem. A faixa que usava era um amuleto de de escaravelho alado com um disco solar que também mostrava o deus Khepri, símbolo da ressurreição e renascimento.

 

ZAP ZAP // Sputnik

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Incrível como os pesquisadores inventam baboseiras de sua imaginação. Através de um cadáver com centenas de anos sao capazes de contar a vida do morto, suas atividades, seus gostos, detalhes de seus hábitos e sua vida, sem nenhuma prova científica. Chega de achismos.

RESPONDER

Afinal, os números imaginários são reais (pelo menos uma parte)

Um novo estudo da Universidade de Varsóvia e da Universidade de Ciência e Tecnologia da China revela que números imaginários comportam informações reais sobre estados quânticos. Números imaginários, que podem ser combinados com números reais para …

Misteriosa supernova sem hidrogénio revela a "agonia" das mortes estelares (e desafia a Astrofísica)

Uma curiosa estrela pré-supernova amarela está a fazer com que os astrofísicos reavaliem o que se sabe sobre a morte das estrelas mais massivas do Universo. No final das suas vidas, estrelas frias e amarelas estão …

Zidane, em momentos nunca vistos: "A justificação do árbitro não chega"

Uma jogada que envolveu Militão transformou o jogo entre Real Madrid e Sevilha - e pode ter transformado o desfecho do campeonato. Zidane estava claramente incomodado depois do encontro. Foi uma jornada "louca" em Espanha: Barcelona …

Pandora troca diamantes das minas por pedras criadas em laboratório

Alexander Lacik, CEO da Pandora, justificou esta mudança como parte de uma iniciativa mais ampla de sustentabilidade da empresa. O lançamento dos diamantes adquiridos de forma sustentável "marca um novo marco para a Pandora, uma vez …

FC Porto 5-1 Farense | “Dracarys” portista sobre algarvios

Esta segunda-feira, o FC Porto goleou o Farense por 5-1, na 32.ª jornada da Liga. Os dragões têm agora 74 pontos e estão a cinco do Sporting. Goleada das antigas no Dragão. O FC Porto incendiou …

Nova técnica permite observar o cérebro a mover-se (em tempo real e em 3D)

Uma equipa de cientistas da Nova Zelândia está a desenvolver uma nova técnica de imagem que ajudará a detetar distúrbios cerebrais e aneurismas antes que se tornem fatais. As imagens de ressonâncias magnéticas são estáticas. Recentemente, …

Aviso ao finalista da Liga Europa: "Se tiver de expulsar todos, expulso"

Real Madrid e Sevilha centraram as atenções, no que diz respeito à arbitragem, mas o ambiente tenso chegou igualmente ao Villarreal-Celta. O Celta de Vigo foi ao terreno do Villarreal vencer por 4-2, neste domingo, num …

Serviços Secretos ucranianos apreendem remessa de bebida alcoólica de Chernobyl

Os Serviços Secretos ucranianos apreenderam 1.500 garrafas de uma bebida alcoólica produzida com maçãs colhidas perto da central nuclear de Chernobyl. ATOMIK Chernobyl Spirits é uma bebida espirituosa feita com ingredientes de dentro da zona de …

Na Bielorrússia, calçar meias vermelhas e brancas é um risco (com um preço demasiado alto a pagar)

Uma jovem foi recentemente condenada por usar meias às riscas com as cores simbólicas da oposição ao Presidente Alexander Lukashenko. O vermelho e o branco, símbolos da oposição ao Presidente Alexander Lukashenko, podem causar sérios problemas …

O "lago rachado" de Taiwan é famoso nas redes sociais (mas esconde uma realidade sombria)

O Lago Sol Lua já foi um ponto turístico popular de Taiwan. Porém, agora o fundo do lago "rachado" é famoso por um motivo sombrio: uma das piores secas que atingiu a ilha em décadas. O …