Mulheres que tiraram apêndice ou amígdalas podem ser mais férteis

Um recente estudo britânico indica que as mulheres que retiraram o apêndice ou as amígdalas podem ser mais férteis.

Os investigadores da Universidade de Dundee e do University College de Londres, no Reino Unido, analisaram os registos de centenas de mulheres britânicas durante os últimos quinze anos.

Para isso, a equipa consultou o UK Clinical Practice Research Databank, o maior banco de dados digital para registos médicos do mundo, escreve a BBC.

A análise incluiu dados de 54.675 pacientes que retiraram o apêndice, 112.607 pacientes que retiraram as amígdalas e 10.340 que passaram pelas duas cirurgias.

Os dados foram comparados com os registos de 355.244 mulheres do resto da população e foi possível apurar que essas cirurgias podem aumentar a fertilidade.

De acordo com o estudo, agora publicado na revista especializada Fertility and Sterility, as taxas de gravidez foram mais altas entre aquelas que retiraram o apêndice (54,4%), as amígdalas (53,4%) ou as que fizeram os dois procedimentos (59,7%) do que no resto da população (43,7%).

Os especialistas acreditam que este estudo pode ser uma grande ajuda para desmistificar estas cirurgias, sobretudo a da apêndice, que muitas vezes é associada à perda da fertilidade de uma mulher.

“Este estudo é muito importante porque assegura a todas as jovens que a apendicectomia não vai reduzir as chances de uma gravidez no futuro”, afirmou Sami Shimi, um dos cientistas envolvidos na investigação.

“As duas cirurgias juntas confirmam que retirar órgãos inflamados melhora até as possibilidades de engravidar”, declara.

De qualquer forma, a equipa alerta que essas intervenções não devem ser feitas apenas com o único propósito de tentar engravidar.

Até porque os investigadores não conseguiram ainda perceber a relação entre estas cirurgias e o aumento da fertilidade, explica a emissora britânica.

“A pesquisa desafia cientificamente o mito do efeito da apendicectomia na fertilidade. O que temos de estabelecer agora é exatamente como é que isso acontece”, explica Shimi.

A equipa reconhece, por isso, que são necessárias mais investigações mas acredita que pode ser uma boa ajuda para criar novos tratamentos.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Bloco apoia travão ao desconfinamento na região de Lisboa

O Bloco de Esquerda apoiou o adiamento do levantamento de restrições impostas pela pandemia na região de Lisboa e Vale do Tejo, destacando que é importante aumentar a vigilância nas empresas de construção e trabalho …

Descoberto "cemitério" de mamutes nos arredores da Cidade do México

Investigadores descobriram um "cemitério" com cerca de 60 mamutes nos arredores da Cidade do México, avança o Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH) do país. De acordo com o site Live Science, a descoberta aconteceu, …

David Luiz confirma rumores. Regresso "vai acontecer se o presidente permitir e os adeptos quiserem"

David Luiz confirmou este sábado os rumores que davam conta que o Benfica e o jogador estavam a negociar um eventual regresso do brasileiro à Luz. Em entrevista ao desportivo Record, David Luiz confirmou a …

Cães treinados para proteger animais selvagens salvam 45 rinocerontes

Há inúmeras razões que explicam o motivo pelo qual os cães são conhecidos como o melhor amigo do Homem. Além de leais e inteligentes, dão sempre o corpo às balas, mesmo nos piores momentos. Quarenta e …

Fez-se história. Foguetão da SpaceX lançado com sucesso rumo à EEI

O primeiro foguetão concebido e construído por uma empresa privada, a SpaceX, de Elon Musk, levando a bordo dois astronautas foi lançado este sábado na presença do Presidente do Estados Unidos, Donald Trump. O lançamento decorreu …

"A Rússia não permitirá a privatização da Lua", avisa Roscosmos

A Rússia não permitirá a privatização da Lua, independentemente de quem avance a iniciativa, avisou o chefe da agência espacial russa (Roscosmos), Dmitri Rogozin, em entrevista ao jornal Komsomólskaya Pravda. "Não permitiremos que ninguém privatize a …

Plataforma flutuante extrai energia das ondas, do vento e do Sol

A empresa alemã Sinn Power criou uma plataforma marítima flutuante capaz de gerar energia renovável a partir de ondas, vento e energia solar. A plataforma híbrida combina turbinas eólicas, painéis solares e coletores de energia das …

Balneários proibidos e 3 metros de distância. As regras da DGS para a prática de exercício físico

A Direção-Geral da Saúde (DGS) recomenda uma distância mínima de três metros entre pessoas que pratiquem exercício físico, no âmbito das medidas de prevenção da pandemia de covid-19. A orientação, intitulada “Procedimentos de Prevenção e Controlo …

Astronautas da NASA já se preparam para voo histórico a bordo do foguetão da Space X

Dois astronautas da NASA já estão a equipar-se para o lançamento histórico de um foguetão concebido e construído pela empresa SpaceX, de Elon Musk, apesar de as previsões meteorológicas indicarem mais tempestades. Com o voo já …

Há dez anos, Portugal adotou a lei que permitiu o casamento entre pessoas do mesmo sexo

Portugal adotou há 10 anos a lei que permitiu o casamento entre pessoas do mesmo sexo, após um debate fraturante que remeteu para mais tarde a adoção de crianças por estes casais, possível apenas desde …