Um vídeo sexual, um suicídio, 200 culpados. Colegas de Verónica arriscam prisão

Uma trabalhadora da Iveco, fábrica de camiões em Madrid, suicidou-se depois de um vídeo sexual seu ter sido partilhado num grupo do WhatsApp por colegas de trabalho. Agora, os funcionários da empresa podem vir a ser acusados pela divulgação não autorizada das imagens.

Verónica, de 32 anos, pôs termo à vida no passado sábado, não resistindo à pressão de ter visto a sua intimidade exposta na fábrica onde trabalhava. Há mais de um mês que um vídeo sexual que ela tinha gravado para o ex-namorado circulava entre alguns colegas de trabalho, partilhado num grupo do WhatsApp.

Neste sábado, a mulher, mãe de dois filhos, de 9 meses e 4 anos, enforcou-se em Alcalá de Henares, nos arredores de Madrid, depois de a cunhada, que também trabalhava na fábrica, ter mostrado o vídeo ao seu marido.

A gravação feita pela própria Verónica terá sido enviada por esta ao ex-namorado, há cinco anos, e só ela é que surgia nas imagens.

As primeiras teorias apontam que o ex-namorado, também funcionário da Iveco, pode ter divulgado o vídeo depois de eventualmente ter sido rejeitado por Verónica, aquando de uma possível tentativa de reatar a relação.

O ex-namorado já se entregou às autoridades para ser ouvido e identificado. O homem alega que não foi ele a divulgar o vídeo, como constata o El País, e depois de ter prestado declarações, saiu em liberdade sem qualquer acusação. As autoridades não encontraram “no seu testemunho elementos suficientes” para o acusar, como frisa o jornal espanhol.

O vídeo terá sido visto por, pelo menos, 200 trabalhadores dos 2500 da Iveco, segundo apurou o El Mundo. Mas terá também saído dos horizontes da própria fábrica, tendo sido partilhado com pessoas externas à Iveco.

O El País acrescenta que Verónica sofreu, ao longo de “muitas” semanas, uma situação de “pressão” e de “angústia” motivada pelo assédio e pela humilhação dos colegas. Havia “comentários, piadas, olhares, risadas, cochichos e silêncios”, frisa o El País. Ela acabou por não aguentar a pressão e suicidou-se.

Colegas arriscam pena de prisão

A investigação policial passa agora por perceber quem divulgou o vídeo e quem é que ajudou a espalhá-lo pelo WhatsApp, bem como analisar como é que a empresa agiu para proteger a trabalhadora.

O Tribunal de Instrução número 5 de Alcalá de Henares já abriu um inquérito por um eventual crime de revelação de segredos.

A este caso pode-se aplicar também a alteração legislativa que foi promovida pela divulgação de um vídeo íntimo da ex-conselheira do PSOE, Olvido Hormigos – trata-se de um vídeo que ela enviou ao então amante que o terá disseminado na Internet sem a sua autorização. A justiça decidiu que não havia lugar a crime.

Foi então introduzida uma nova cláusula na legislação que pune a “divulgação não autorizada de imagens ou gravações íntimas, inclusive se foram obtidas com o consentimento da vítima”, que prevê uma pena de prisão de 3 meses a 1 ano.

Poderão também estar em causa eventuais crimes contra a integridade moral da vítima ou assédio e extorsão com a ameaça de difusão das imagens.

Empresa acusada de negligência

A central sindical que representa os trabalhadores da Iveco já anunciou que vai apresentar uma queixa contra a Iveco junto da Inspecção do Trabalho, alegando que a empresa não accionou os mecanismos legais para proteger a trabalhadora e considerando, desta forma, que está em causa um acidente em contexto laboral.

Uma representante sindical citada pela imprensa espanhola refere que chegou a acompanhar Verónica a uma reunião com a direcção da Iveco, garantindo que esta alegou que estava em causa “uma questão pessoal e não laboral” e que, portanto, nada fez para proteger a funcionária.

A Iveco assegura, contudo, que agiu e que até propôs a Verónica uma mudança de posto e de horário que ela terá recusado, como sublinha o El Mundo.

SV, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Manchas gigantes de Betelgeuse podem explicar o seu estranho escurecimento

As manchas gigantes da estrela Betelgeuse podem estar por detrás do estranho escurecimento que esta estrela tem vindo a experimentar, segundo uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Instituto Max Planck, na Alemanha. …

Pela primeira vez, os norte-americanos querem mais imigração - e não menos

Pela primeira vez, os norte-americanos querem ver aumentar a imigração no seu país, escreve o Business Insider citando uma sondagem da Gallup. De acordo com os números apresentados pelo jornal norte-americano, 34% dos cidadãos dos …

Porto 5-0 Belenenses | Segunda parte demolidora no Dragão

O FC Porto respondeu de forma categórica à vitória do Benfica sobre o Boavista por 3-1 na noite de sábado. Na recepção ao Belenenses, os “azuis-e-brancos” golearam por expressivos 5-0, com quatro golos a serem apontados …

Foi exposto o primeiro núcleo exoplanetário. Pode pertencer a gigante gasoso "planeta falhado"

Astrónomos da Universidade de Warwick descobriram o núcleo sobrevivente de um gigante gasoso em órbita de uma estrela distante, oferecendo uma visão sem precedentes do interior de um planeta. O núcleo, que é do mesmo tamanho …

As águas profundas provocam terramotos e tsunamis (e já se sabe como)

Uma nova investigação vincula diretamente o ciclo da água na Terra com a produtividade magmática e a atividade sísmica. A água (H2O) e outros elementos voláteis (como o CO2 e o enxofre) que circulam nas profundezas …

Cidade japonesa acaba de proibir a utilização de telemóveis enquanto se caminha

A cidade japonesa de Yamato acaba de aprovar uma proposta de lei que proíbe as pessoas de utilizarem telemóveis enquanto caminham. A cidade, localizada num subúrbio de Tóquio, entende que os telemóveis são um risco …

MIT apagou base de dados popular que ensinou IA a ser racista e sexista

O Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, viu-se obrigado apagar uma base de dados de treinamento de Inteligência Artifical (IA) depois de esta ensinar vários algoritmos a usar insultos racistas e sexistas. …

Escola Básica e fábrica de Paços de Ferreira encerradas, com nove casos positivos

A Escola Básica n.º 2 e a Fábrica de Lacados Abrelac, em Paços de Ferreira, Porto, foram encerradas após diagnosticados nove casos de covid-19 para “prevenção” e para “interromper as cadeias de transmissão”, disseram hoje …

Mais nove mortes e 328 casos confirmados em Portugal

Portugal regista hoje mais nove óbitos por covid-19, em relação a sábado, e mais 328 casos de infeção confirmados, dos quais 254 na região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo os dados da Direção-Geral …

Cientistas criam miniatura de ondas de choque de supernovas (e quase desvendam um mistério)

Esta versão em miniatura das ondas de choque das supernovas pode ter ajudado os cientistas a chegar muito perto da resolução de um antigo mistério cósmico. Uma equipa de investigadores do Departamento de Energia do Centro …