Mulher que acusa príncipe André recusa ser silenciada

Jamie J Gray / Flickr

O Príncipe André de Inglaterra

O Príncipe André de Inglaterra

A mulher que mencionou o príncipe André de Inglaterra num processo de alegados abusos sexuais, e que declarou ter sido mantida como “escrava sexual” de um bilionário, disse hoje que não vai ser silenciada.

A queixosa, que mantém o anonimato, e identificada nos documentos processuais como ‘Jane Doe n.º3‘, declarou ao jornal britânico The Guardian que se recusa a ser “injustamente vitimizada de novo” depois de o Palácio de Buckingham, a residência oficial da família real britânica, ter publicamente negado, e de forma veemente, as acusações imputadas ao príncipe André, duque de York.

Segundo publicou na sexta-feira o diário The Guardian, uma mulher norte-americana alegou, num documento apresentado num tribunal em West Palm Beach (Florida), que foi mantida como “escrava sexual” pelo bilionário Jeffrey Epstein quando era menor de idade.

No documento, a denunciante, cuja identidade não foi revelada, assegurou que foi forçada “em repetidas ocasiões” a ter relações sexuais com o duque de York entre 1999 e 2002.

Os alegados abusos terão ocorrido em residências de Epstein em Nova Iorque, Londres, Florida, Novo México e nas ilhas Virgens.

A mulher referiu que o banqueiro Jeffrey Epstein, amigo pessoal do príncipe André, a apresentou a “amigos ricos e poderosos” como uma “escrava sexual”.

Em 2008, Jeffrey Epstein foi condenado e cumpriu uma pena de prisão por ter pago para ter relações sexuais com uma menor.

“Trata-se de um longo processo civil nos Estados Unidos, no qual o duque de York não está envolvido”, assegurou uma porta-voz do Palácio de Buckingham.

“Por isso, não podemos comentar nada ao pormenor. No entanto, para evitar qualquer tipo de dúvida, qualquer sugestão de ações inadequadas com jovens menores de idade é categoricamente falsa”, acrescentou a porta-voz.

Também outro homem envolvido no caso, e nomeado pela vítima no processo, negou as acusações.

Alan Dershowitz, um dos advogados de defesa de Epstein, com quem a queixosa foi alegadamente forçada a manter relações sexuais quando era menor de idade por diversas vezes, declarou à agência de notícias francesa AFP que a história “foi inventada”.

Numa declaração enviada ao The Guardian através dos seus advogados, a mulher afirmou: “Este tipo de ataques agressivos contra mim são precisamente a razão pela qual as vítimas de abuso sexual habitualmente permanecem em silêncio, e a razão pela qual eu o fiz por muito tempo”.

“Essa tendência deve mudar. Não vou ser forçada a voltar a estar em silêncio”, acrescentou.

O príncipe André é o terceiro filho da rainha Isabel II de Inglaterra, sendo neste momento o quinto nome na linha de sucessão ao trono britânico.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Jack Burns, ator da série Outlander, morre aos 14 anos

O ator Jack Burns, que participou na série "Outlander", morreu aos 14 anos, no passado dia 1 de dezembro. O jovem foi encontrado já sem vida na sua casa em Greenrock, na Escócia. O óbito foi …

As pessoas estão a ser envenenadas por óleos essenciais (e pode ser fatal)

https://vimeo.com/378812079 Óleos essenciais cheiram bem, mas, se ingeridos oralmente, podem causar muitos problemas, incluindo toxicidade severa, pondo a vida em risco.  Estudos recentes mostraram que envenenamentos com óleos essenciais têm sido cada vez mais comuns e mais …

Cientistas criam hidrogel que se cura a si mesmo como a pele humana

A carne artificial, que pode vir a ser essencial para futuros desenvolvimentos em robótica e dispositivos médicos, está cada vez mais próxima de se tornar realidade. Cientistas na Austrália criaram um novo material gelatinoso que, asseguram, …

As estranhas "riscas de tigre" de Encélado foram finalmente explicadas

A lua gelada de Saturno, Encélado, tem despertado especial interesse na comunidade científica desde que foi observada em detalhe pela sonda espacial da NASA Cassini em 2005. Agora, uma equipa de cientistas encontrou resposta para …

Nicolas Bourbaki foi o maior matemático de sempre (mas nunca existiu)

Considerado como um dos maiores matemáticos de sempre, Nicolas Bourbaki não passava de um pseudónimo adotado por um grupo de grandes matemáticos, que revolucionou a matemática como a conhecemos. Nicolas Bourbaki está entre os maiores matemáticos …

No aquário do Tennessee, é uma enguia que acende as luzes da árvore de Natal

A enguia Miguel Wattson é a responsável pelo espírito natalício que se vive no Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos. O Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos, encontrou uma forma inusitada de celebrar esta época festiva: …

Há 34 anos, Diana dançou com Travolta. Agora, o seu vestido foi vendido por 261 mil euros

O vestido que a Princesa Diana usou para jantar na Casa Branca, em 1985, foi vendido por mais de 261 mil euros. O vestido azul que a Princesa Diana usou num jantar na Casa Branca, em …

Doentes crónicos com baixo nível de literacia em saúde recorrem mais às urgências

Os doentes crónicos e com um nível de literacia em saúde mais baixo utilizam mais vezes os serviços de urgência hospitalares e dos centros de saúde, bem como as consultas de medicina geral e familiar, …

Ártico viveu em 2019 o segundo ano mais quente em 119 anos

O Ártico viveu em 2019 o seu segundo ano mais quente desde 1900, de acordo com um relatório publicado na terça-feira, aumentando receios de degelo e aumento do nível da água. O Polo Norte está a …

Jardineiro encontra por acaso a obra mais procurada de Gustav Klimt. Estava no galeria onde foi roubada

Um funcionário da galeria de arte Ricci Oddi, na cidade italiana de Piacenza, encontrou por acaso a obra mais procurado do pintor austríaco Gustav Klimt. Estava na própria galeria, onde a obra terá sido roubada …