Mulher morta a tiro por engano durante perseguição policial

Tiago Petinga / Lusa

Na madrugada desta quarta-feira uma mulher morreu na sequência de um tiro acidental durante uma perseguição policial a um grupo de assaltantes. As autoridades terão confundido a viatura da fuga. A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) abriu um inquérito.

O caso começou pelas 3 horas da manhã, quando dois homens roubaram um multibanco da Caixa Geral de Depósitos, no Pragal, e em seguida se puseram em fuga, segundo o Jornal de Notícias.

No entanto, os suspeitos, que terão sido avistados, ter-se-ão dirigido para Lisboa, sendo intercetados na Segunda Circular. As autoridades iniciaram uma perseguição, que atravessou a ponte 25 de Abril, chegou à Rotunda do Relógio, junto ao aeroporto de Lisboa, e prosseguiu na Segunda Circular, onde se registou uma troca de tiros entre os assaltantes e a polícia.

Segundo o Diário de Notícias, os suspeitos, que se deslocavam num Seat, lançaram pó do extintor para a faixa de rodagem e depois os próprios extintores, impedindo a visibilidade aos perseguidores e conseguindo escapar.

Em condições ainda por apurar, a polícia terá depois mandado parar um outro veículo, alegadamente com as mesmas características que a viatura dos assaltantes, mas um Renault Megane. O condutor terá ignorado a ordem de paragem e terá sido neste momento que os agentes dispararam, atingindo mortalmente a mulher.

O alerta para o INEM foi feito às 3.45 horas. A mulher foi morta na Segunda Circular, no sentido sul-norte, perto das bombas de combustível.

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) instaurou um inquérito e já está no terreno a investigar as condições em que ocorreu este caso.

De acordo com um comunicado emitido pela PSP, a polícia começou a seguir o carro onde seguia a mulher, que acabou por ser baleada. O condutor do veículo desobedeceu às ordens de paragem, quase atropelando os agentes e obrigando-os a recorrer às armas.

“Mais à frente, a viatura voltou a desobedecer à ordem de paragem por outra equipa de polícias, tendo sido intercetada pouco tempo depois”, acrescenta, dizendo que se constatou então que “na viatura seguiam um homem e uma mulher, encontrando-se a mulher ferida por impacto de projétil de arma de fogo”.

A mulher morreu no local e o homem foi detido por “condução sem habilitação legal, desobediência ao sinal de paragem e condução perigosa”. Além do mais, acrescentou a PSP, “a PSP lamenta a morte da cidadã envolvida na ocorrência”.

ZAP //

PARTILHAR

33 COMENTÁRIOS

    • Portugal está entre os cinco países mais seguros do mundo enquanto o Brasil está lá pró fim, senão for o último. Mesmo após 200 anos independentes alguns imbecis lá nascidos acusam daquilo ser uma lástima por nossa culpa.

      • E como se tem vindo a comprovar, Portugal só não está ainda melhor classificado, porque muitos dos criminosos que por aí andam são brasileiros!
        Até mesmo os próprios brasileiros educados/civilizados que vivem cá, referem isso e criticam os facto de se deixar entrar em Portugal todo o lixo que vem do Brasil!!
        Há acordos entre os dois países que tem que ser revistos, já que tem sido aproveitados pelos bandidos brasileiros para “exportarem” criminalidade.

  1. Ainda se lembram daquele polícia que foi preso por ter disparado como carro em andamento, tendo morto uma criança que vinha ilegalmente dentro do forgão (porque a caixa do forgão não é homologada para o transporte de pessoas)?
    Agora que tiveram o cuidado em só disparar em condições de mais segurança e deu nisto… (é claro que segundo esta notícia, o condutor também não estava a conduzir em situação legal, pelo que se pode especular que tenha sido essa a razão de não ter obedecido à ordem de paragem).
    Caso para dizer, estava no local errado, à hora errada… e com o carro errado.

      • Numa situação em que o condutor do carro tenha atropelar um dos agentes, acho que até a cor podia ser trocada. Tem de ser uma reação muito rápida e não há vídeo árbitro. O disparo é que foi para a pendura, quando devia ter sido para o condutor, mas é claro que com o movimento do carro é difícil acertar onde se quer. O triste da história, para além da morte a lamentar, é que os assaltantes devem estar agora a rir-se, enquanto os policias que fizeram o seu trabalho estão como arguidos. Devia ser dado mais poder a polícia para conseguir mais facilmente intercetar situações deste género, permitindo pois disparos durante a perseguição (o que se tem visto são juízes da treta que dizem logo que como a viatura ia em movimento há um risco de acertar no alvo errado)

    • Tudo errado, menos o tiro que foi certeiro.Que não aconteça ao agente da PSP o mesmo que aconteceu ao soldado da GNR. Tantas condecorações, uma para cada um deles.

  2. Na minha opinião ninguém tem o direito de decidir quem vive ou morre.
    Isto foi um erro grave que infelizmente aconteceu e não se deve encorajar quem comete este tipo de erro porque amanha podemos ser nós as vitimas de um erro destes.
    Será que a senhora em questão se apercebeu que era para parar.
    É pena aquilo em que o nosso país se esta a tornar.
    Falta de civismo e amor pelo próximo, uma falta de profissionalismo enorme no cumprimento das funções, uma enormíssima má interpretação das leis, um desrespeito enorme pelos direitos do ser humano, abuso de autoridade, desrespeito por normas, etc. Podia escrever sem parar durante horas a enumerar as diversas coisas que estão mal neste país mas de nada valia.
    Fico triste e o conselho que dou a quem quer mudar o mundo é que comesse por ser correto e cumpridor e não copie o que os outros fazem errado.

    • Pois… ninguém tem direito…
      Então vai dizer isso ao bandido que tentou atropelar os polícias!!
      Não sei se a intenção dele era matar, mas, dar-lhes vida, de certeza que não era!!
      É… coitadinhos dos bandidos que andam sempre distraídos e nunca se apercebem das ordens de paragem das autoridades!!
      Mas qual é o problema do erro?
      Já eu espero que os erros da polícia sejam todos assim!!
      É um erro perfeitamente natural e compressível.
      O maior erro foi o dessa mulher, que escolheu mal as companhias!…
      Não estamos nos EUA; estamos em Portugal e eu nunca se viu inocentes serem abatidos pela polícia – só criminosos (e acompanhantes) – portanto, não há motivo para alarme!
      Falta de civismo e amor pelo próximo, desrespeito por normas, etc, etc, foi tudo o que esse criminoso brasileiro fez, e o resultado está à vista!
      .
      Comesse?
      Sim, é melhor não escrever a enumerar o que está mal no país… eu sugiro, que antes de escrever, comece por aprender!…

      • Você tem um sério problema… Deve ser daquelas pessoas que tem anos de experiência a criticar os outros e poucos a olhar para os próprios erros. Criminoso é aquele que faz algo fora da lei, vai-me dizer que nunca fez nada ilegal? Nem uma contra-ordenação a conduzir? Ninguém é inocente e o maior erro de todos é acharem-se melhores que os outros. Não é por conduzir sem carta e tentar não ser apanhado que torna alguém numa escumalha… o que faz isso é apontar o dedo aos outros e fechar os olhos em frente ao espelho.
        Sugiro, agora, que siga o seu conselho: antes de escrever, comece por aprender.

        PS: Não sei se compreendeu, mas um comentário acima é claramente referente a si.

        • Sim, tenho um problema sério com os criminosos e com os palermas que os defendem/desculpam !
          E não, NUNCA cometi nenhum crime!!
          Caso não tenha reparado, há um regime legal que tipifica os “erros”, e alguns “erros” são crime!!
          Um simples erro e um crime são coisas bem diferentes – os bandidos é que gostam de baralhar e meter tudo no mesmo saco!!
          .
          “Não é por conduzir sem carta e tentar não ser apanhado que torna alguém numa escumalha… ”
          Ahahahaaa!…..
          Pois não… não é escumalha; é um santinho!!
          Escumalha é quem não comete crimes, respeita as regras e sabe viver de modo civilizado em sociedade!
          Esses é que são escumalha, não é?
          Pois!…
          Só na sua pobre cabeça é que uma contra ordenação (tipo excesso de velocidade, etc) é comparável a cometer vários crimes como condução sem habilitação legal, desrespeito/fuga pela ordem de paragem, condução perigosa, tentativa/atropelamento de agentes da autoridade, etc, etc!!
          Essa tentativa de desresponsabilizar e desculpar os crimes/criminosos diz muito sobre si!
          Sugiro que vá para a Somália ou para o Iraque (ou para outro qualquer país onde a sua mentalidade seja partilhada pela maioria dos locais), pois cá queremos gente civilizada e respiradora da lei e da ordem publica!
          Percebeu?

          • Estou a ver que não entendeu sequer o cerne da minha questão. Não estou a defender quem pratica crimes, quem desobedece à polícia ou tenta atropelar. Gente assim deve ser punida devidamente. O que estou a apontar, aqui, é o seu modo de expor uma questão.
            Aquilo que sabe é apenas aquilo que leu, mas não parece entender que não se pode confiar em tudo o que se lê… Julgou a senhora que ia ao lado por escolher mal as companhias… sabe, sequer, se ela estava ao corrente da situação do namorado? Se não tentou mudar a situação? Existem muitas variáveis, muitos aspetos, que nem sequer estão a ser contabilizados pelos media, por isso não pense que fala por possuir algum tipo de omnisciência… apenas fala por estupidez (e, talvez, algum trauma de infância).
            Não quero criminosos nesta sociedade, mas também não quero gente de mente fechada, imatura (quando deve ter idade para mais…), tóxica, etc.
            Uma sociedade civilizada não depende apenas do critério do “crime”, depende de outros, desde compreensão, expansão de horizontes, racionalidade, justiça, civismo (por estranho que lhe possa parecer) e outros. Você não responde a muitos destes, como deu para entender, uma vez que nem consegue expor o seu ponto de vista sem qualquer tipo de dogmatismo, crítica e mesmo pura estupidez.

            • Bem…
              Então diz que eu estou a julgar a senhora apenas pelo que li nos media (eu não julguei nem a acusei de nada – ela pode ter tido apenas muito azar!), mas não tem qualquer problema em julga-me apenas pela interpretação que faz de um comentário meu!!
              Brilhante!…

  3. Lamentável a falta de rigor e a ligeireza com que publicam esta notícia, tal como já o fez a Renascença, sem sequer porem em dúvida a veracidade da mesma. Parecem a CMTV….Está provado o envolvimento da mulher atingida, pois seguia num veículo suspeito que não respeitou uma ordem de paragem, e tentou atropelar os agentes antes de iniciar uma fuga. Queriam o quê, que as autoridades voltassem de novo para a cidade para multar carros mal estacionados? Dispararam sim, e não foi por engano, foi uma atitude que nos devia orgulhar, pois só uma força de autoridade musculada e que dispara se tal for preciso, nos pode fazer sentir, portugueses, mais seguros. É de lamentar uma morte, mas quem anda à chuva molha-se, não é que dizem?

    • Caro leitor,
      Pode por favor ajudar-nos a corrigir a notícia? Está a dizer que a mesma tem falta de rigor e veracidade porque:
      a) afinal era a mulher que ia a conduzir na altura do atropelamento e portanto foi morta sem ser por engano e errámos ao identificar o condutor,
      ou
      b) a mulher era o passageiro e a PSP pretendia atingir o condutor que provocou o atropelamento mas atingiu a mulher e como estava na viatura, ao lado do condutor, não foi engano, e errámos ao dizer que uma pessoa morta por ir ao lado de alguém é engano?
      ?

  4. Li o título e julguei que a polícia tinha dado um tiro num homem mas saiu uma mulher!!!

    Depois li a notícia é foi aí que fiquei a saber que a dita mulher ia num carro que fugiu a duas barragens policiais com tentativa de atropelamento.

    Ok acho que o resultado do título foi realizado, li a notícia!!!

    Lamento a morte da senhora, pois ninguém merece andar ao lado de um tipo que não obedecer às autoridades!!!

RESPONDER

22 mil pessoas vão assistir (no estádio) ao Super Bowl

Um terço das pessoas presentes será composto por profissionais de saúde. Quatro equipas ainda na luta pelo título do campeonato principal de futebol americano. O dia 7 de fevereiro vai contar com uma "visão rara" nos …

Investigadores "voltam atrás no tempo" para calcular idade e local de explosão de supernova

Os astrónomos estão a "voltar atrás no tempo" num remanescente de supernova. Usando o Telescópio Espacial Hubble da NASA, refizeram o percurso dos estilhaços velozes da explosão a fim de calcular uma estimativa mais precisa …

Cientista dos EUA acredita que o monstro do Lago Ness pode ser uma antiga tartaruga marinha

Um importante cientista dos Estados Unidos acredita que desvendou o mistério do Monstro de Lago Ness e pensa que a criatura é uma espécie ancestral de tartaruga marinha. Henry Bauer, professor aposentado de Química e Estudos …

Biden quer banir uma palavra das leis de imigração dos Estados Unidos

Se o projeto de lei proposto por Joe Biden, recém-eleito Presidente dos Estados Unidos, for aprovado, a palavra alien ("estrangeiro") vai desaparecer das leis de imigração norte-americanas, sendo substituída pelo termo noncitizen ("não cidadão"). A …

“As pessoas são mortas na mesquita, na rua e no trabalho". Em Cabul, reina o medo

Os assassínios seletivos de jornalistas, políticos e defensores dos direitos humanos são cada vez mais frequentes no país, com Cabul e várias províncias a registarem um aumento da violência nos últimos meses. O medo está …

"Fiquem em casa". Enfermeiros deixam "grito de alerta desesperado" aos portugueses

A Ordem dos Enfermeiros lançou esta sexta-feira uma campanha de sensibilização a apelar aos portugueses para ficarem em casa, afirmando que é “um grito de alerta desesperado face à situação de catástrofe que se vive …

Senado francês aprovou lei que protege os sons e cheiros do campo

O Senado francês aprovou a lei, esta quinta-feira, que protege o "património sensorial" das áreas rurais do país, depois de várias queixas sobre os ruídos e cheiros típicos do campo. De acordo com o canal televisivo …

Identificado em Portugal o primeiro caso da variante da África do Sul

O primeiro caso de covid-19 associado à variante genética da África do Sul foi identificado esta sexta-feira em Portugal pelo Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge (INSA), adiantou à agência Lusa a instituição. O caso identificado …

Está a nascer o primeiro comboio português a hidrogénio (e vai substituir o Vouguinha)

Já arrancou o projecto para o desenvolvimento do primeiro comboio português a hidrogénio. A iniciativa visa transformar as automotoras a gasóleo que circulam na Linha do Vouga - o comboio chamado Vouguinha - por células …

Guardiola diz que Bernardo Silva "sempre foi importante" para City

O treinador Pep Guardiola disse esta sexta-feira que o português Bernardo Silva “está de volta” ao melhor nível e que “sempre foi importante" para o Manchester City, depois de ter "sentido" dificuldades na temporada passada. “Ele …