Mulher assassinada na Madeira. É a 17º vítima de violência doméstica este ano

Uma mulher, com cerca de 50 anos, foi assassinada durante a noite na residência onde vivia, na freguesia do Jardim do Mar, concelho da Calheta, zona oeste da Madeira, indicou fonte dos Bombeiros Voluntários da localidade.

Segundo o comandante da corporação, o alerta foi dado pelo irmão da vítima, pouco depois das 1h00, tendo os bombeiros deslocado para o local, no sítio da Piedade, uma ambulância e dois elementos.

“Quando chegámos, já era cadáver, já não havia nada a fazer”, indicou, sublinhando que as autoridades policiais foram informadas, encontrando-se no local a Polícia Judiciária e a Polícia de Segurança Pública.

O crime terá ocorrido num quadro de violência doméstica e foi alegadamente cometido pelo companheiro da vítima, desconhecendo-se o modo como o praticou. De acordo com o Correio da Manhã, o companheiro da mulher, que consumia drogas, é o autor do crime e já foi detido. A vítima, casada há um ano, deixa três filhos e um neto.

O homem, de 44 anos, passou a noite no Estabelecimento Prisional do Funchal, depois de ter sido detido durante a madrugada. Vai ser levado ainda esta segunda-feira para a PJ, onde vai ser interrogado.

Este ano, o número de mulheres mortas em contexto de violência doméstica já chegava aos 16, segundo a contabilidade feita a 18 de junho. O número exclui um homem e uma criança que morreram igualmente vítimas de violência doméstica em 2019. Em 2018 a UMAR – União da mulher Alternativa e Reposta registou 28 femicídios.

O Relatório Anual de Segurança Interna refere que em 2018 houve 26.432 detenções mas que, apesar deste valor elevado, o número de acusações é baixo. Dos inquéritos concluídos em 2018, apenas 14,4% resultaram em acusação, e 65,5% foram arquivados.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Vejam lá que não se sabe como foi o homicídio, mas sabe-se que foi violência doméstica e sabe-se que foi cometido pelo companheiro.

    Vejam lá que até um nome específico para homicídio de mulheres: femicídio! Se for homicídio serve para os dois mas o assassinato de mulheres merece um nome próprio, enquanto que o de homens, não. É um vulgaroide homicídio.

    Vejam lá que das estatísticas de vítimas de violência doméstica, exclui intensionalmente homens e crianças, para parecer que só mulheres é que são vítimas e só homens é que são criminosos.

    Vejam lá que ainda hoje saiu a notícia de que uma mulher condenada a 17 anos pelo assassinato do seu companheiro, foi solta ao fim de 2 anos por “engano” do tribunal… E pronto, fica assim. Está tudo bem:

    https://zap.aeiou.pt/professora-condenada-homicidio-sai-liberdade-volta-dar-aulas-gracas-erro-judicial-270635

RESPONDER

"Parasitas" vai ter uma série na HBO. E já são conhecidos dois nomes do elenco

A produção sul-coreana de Bong Joon Ho, especialmente condecorada pela Academia, merece agora uma adaptação para a televisão pelas mãos da HBO. A série televisiva de "Parasitas" foi anunciada em janeiro e a produção está encarregue …

O carregador do seu smartphone é mais potente do que o computador da Apollo 11

Não restam dúvidas de que a informática deu um passo gigante em termos de evolução nos últimos 50 anos. Agora, um engenheiro de software descobriu que até mesmo o carregador do seu smartphone é mais …

Tribunal suspende construção da Gigafactory na Alemanha

Um tribunal alemão ordenou à Tesla, este domingo, a suspensão das obras da sua fábrica "Gigafactory" por questões ambientais. Em novembro do ano passado, Elon Musk, presidente executivo da Tesla, anunciou que a Alemanha tinha sido …

Novos semáforos da Índia ficam vermelhos quando os condutores buzinam

A Polícia de Mumbai, na Índia, instalou detetores de ruído em vários semáforos de cruzamentos importantes da cidade, visando reduzir a poluição sonora. Agora, quanto mais os condutores buzinam, mais tempo a luz se mantém …

Polícia de Hong Kong procura autores de roubo de papel higiénico

Um camião que transportava papel higiénico foi, esta segunda-feira, alvo de um assalto à mão armada em Hong Kong, onde a escassez do produto motivou uma corrida ao comércio local. As autoridades informaram que um motorista …

Centeno considera gravações de Varoufakis "politicamente lamentáveis"

O presidente do Eurogrupo considerou, esta segunda-feira, a atitude do antigo ministro das Finanças grego, que gravou reuniões do fórum de ministros das Finanças da zona euro, "politicamente lamentável". "Honestamente, não tenho comentários a fazer sobre …

Elton John obrigado a interromper concerto devido a crise de pneumonia

O cantor britânico foi obrigado a interromper um concerto, na Nova Zelândia, devido a um diagnóstico de pneumonia atípica. No último domingo, o cantor britânico Elton John interrompeu um concerto no Auckland’s Mount Stadium, na Nova …

Tancos. Coronel da GNR nega pacto de silêncio

O ex-diretor de investigação criminal da GNR disse, esta segunda-feira, desconhecer qualquer pacto de silêncio com a Polícia Judiciária Militar que envolvesse a colaboração na investigação do furto das armas de Tancos. Na sessão desta segunda-feira …

Anel de curso perdido nos EUA encontrado 47 anos depois na Finlândia

Um anel de curso de um liceu nos Estados Unidos, perdido em 1973, foi agora descoberto numa floresta da Finlândia. De acordo com o The Guardian, Debra McKenna perdeu o anel de curso do marido em …

Apresentadas mais de 50 queixas contra post de André Ventura sobre Joacine Katar Moreira

A Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial (CICDR) já recebeu mais de 50 queixas devido à publicação na qual o deputado do Chega sugeria devolver Joacine Katar Moreira ao seu país de origem. Em …